Últimos chasques



Amigos leitores, colaboradores, parceiros culturais... por questões particulares, todos devem ter notado que nos últimos meses o #ProsaGalponeira não vêm sendo atualizado. No início do mês de março mudei de cidade e com as correrias da reestruturação particular, acabei tendo de "suspender" a alimentação do #ProsaGalponeira momentaneamente.

Informo-lhes que já estou me reorganizando e com isso, pretendo reestruturar o Prosa e o meu tempo com ele.

Ao longo dos últimos anos, as postagens estavam sendo concentradas nos sábados. Sempre em grande quantidade, num único dia, o que fazia com que a página não tivesse uma atualização frequente, bem como, as primeiras postagens do sábado, acabavam não sendo lidas.

Outra coisa que já estava me incomodando há muito tempo, é o fato de que algumas funcionalidades da página não estavam funcionando ou ficando distorcidas em alguns computadores (navegadores) e/ou celulares.

Posto isso, até o próximo final de semana (dia 15 de julho) pretendo mexer na estrutura da página. Vou mudar o seu layout. Tentar deixar ele mais simples, mas sem perder a beleza as facilidades que tem hoje (como as abas com as principais notícias por assuntos - que várias pessoas elogiaram por e-mail quando implementamos).

Do mesmo modo, após esse reestruturação, pretendo começar a efetuar as postagens de forma mais frequente/constante. A ideia inicial é publicar 3 (três) vezes na semana. Talvez segundacom as primeiras notícias da semana e o resultado dos festivais e rodeios; quarta ou quinta, com os primeiros flyers de shows; sábado, com as últimas notícias da semana. Obviamente que as notícias enviadas por colaboradores serão sempre publicadas com a maior brevidade possível, ou seja, assim que forem enviadas.

Certos de contar com a compreensão de todos e a colaboração assim que a página voltar a ativa, peço desculpa aos que me enviaram materiais e não os viram publicados e agradeço a todos por dar força a manter esse trabalho GRATUITO, de divulgação da cultura regional.

Atenciosamente,
Ítalo Dorneles - Arroio Grande/RS

Clarissa Ferreira evoca a nova escola violinística brasileira. Foto de Patricia Astudilla
 

No show deste domingo (8), a premiada violinista gaúcha explora sonoridades do instrumento, a partir de ritmos sul-americanos

Acompanhada dos músicos Neuro Junior ao violão sete cordas, Lucas Ramos na percuteria e Tamiris Duarte no contrabaixo, a violinista Clarissa Ferreira se apresenta neste domingo, 08 de abril, às 20h, no Café Fon Fon, em Porto Alegre. A violinista explora sonoridades do instrumento a partir de ritmos sul-americanos, marcados pela brasilidade e platinidade. Possuindo trajetória na música erudita e regionalista gaúcha, Clarissa Ferreira traz suas vivências em seu som, aliada a sua experiência como etnomusicóloga, pesquisadora das questões de identidade através da música. O show tem participações especiais de Adriana Deffenti (flauta e voz), Morena Bauler (piano e voz), da bailarina Paula Finn, e de Zelito Ramos Souza (guitarra semiacústica, violino e voz).

Nesta proposta, busca distanciar-se da rigidez da escola violinística tradicional, acionando elementos da música regional por meio de um repertório liberto, por momentos jogando com voz, pedais e rabeca. Passando por baiões, choros, milongas, chacareiras, além de músicas de compositores contemporâneos da cena atual sulista, evoca a nova escola violinística brasileira e a exploração de sua subjetividade, por meio da performance.

Sobre Clarissa Ferreira

Violinista e etnomusicóloga, bacharela em violino pela Universidade Federal de Pelotas, Clarissa Ferreira é Mestra em Etnomusicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutoranda em Etnomusicologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Atuou por cerca de dez anos na música regional gaúcha, em grupos de danças gaúchas tradicionais e festivais nativistas, tendo recebido diversos prêmios como instrumentista. Acompanhou inúmeros artistas da música regional em gravações e apresentações, sendo indicada como Instrumentista Regional do Prêmio Açorianos de 2013. Possui trajetória na Educação Infantil com musicalização de bebês e crianças. Fez parte do musical infantil As Fuxiqueiras do Rio de Janeiro (2015-2016). Desenvolve pesquisas sobre as identidades sul-rio-grandenses e questões do mercado da música independente atual. É criadora e autora do blog Gauchismo Líquido, onde escreve sobre questões culturais e construções identitárias do sul do Brasil em meio ao processo de globalização que vivenciamos. É colunista no jornal Sul21, onde escreve quinzenalmente. Atua como violinista na Orquestra Feminina de Bateria e Percussão - As Batucas, no show "Doce é a passagem", do acordeonista Gabriel Romano, e no coletivo de mulheres artistas de Porto Alegre chamado "As Tubas".

SERVIÇO:

O Quê: Show de Clarissa Ferreira, acompanhada de Neuro Junior, Lucas Ramos e Tamiris Duarte
Quando: Dia 08 de abril de 2018, domingo, às 20, com dois blocos de 45 minutos
Onde: Café Fon Fon (Rua Vieira de Castro, n° 22, Farroupilha), Porto Alegre
Quanto: Couvert artístico ao preço R$ 25,00, no local e R$ 20,00 antecipado no Sympla | Link: https://www.sympla.com.br/clarissa-ferreira-quarteto-no-cafe-fon-fon__265510
Duração: 1h30min
Reservas e informações podem ser feitas pelo fone (51) 998807689 ou pelo App: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.smartlifebr.cafefonfon
INFORMAÇÕES SOBRE O ESPAÇO:
Capacidade: 60 pessoas sentadas | Aceita todos os cartões de crédito, exceto Banricompras | Ambiente climatizado | Não possui wifi | Acessibilidade total
Características do cardápio: itens artesanais, orgânicos, sem glúten e sem lactose, quiches, escondidinho, pizza.
Características da carta de bebidas: cervejas artesanais, vinhos chilenos, argentinos, cafés variados, espumantes nacionais, italianos e franceses, whiskies nacionais e importados, drinks, cachaças especiais, sucos orgânicos.
 
 
 
Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 8679-4)
Fones: 51 |986320145 (Oi) |982385577 (Tim)

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.