Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.
Dezoito modalidades artísticas, dez palcos paralelos e mais de 4 mil competidores. Estes são alguns números do Enart – Encontro de Artes e Tradição, que acontece de 17 a 19 de novembro em Santa Cruz do Sul


Em sua 32ª edição, o evento é considerado o maior de arte amadora da América Latina e promete atrair um público superior a 40 mil expectadores. A realização é do Movimento Tradicionalista Gaúcho e da Fundação Cultural Gaúcha, com apoio da 5ª Região Tradicionalista e da GPSNET. Patrocinam o evento a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul e Philip Morris, pelo Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Objetivo

O evento tem por finalidade a preservação, valorização e divulgação das artes, da tradição, dos usos e costumes e da cultura popular do Rio Grande do Sul. É também objetivo do Enart valorizar o artista amador do Rio Grande do Sul e credenciar os vencedores do ENART, nas diversas modalidades a representarem o Estado nos eventos nacionais e internacionais.

A solenidade de abertura acontece às 19h de sexta-feira, com apresentação especial do CTG Tiarayú, vencedor das danças tradicionais gaúchas na edição de 2016. Já na sexta-feira iniciam as competições de danças tradicionais. O grande vencedor deve ser revelado na noite de domingo. Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, a expectativa é grande para o evento, que deve ser um dos maiores da história. O vice-presidente artístico, José Roberto Fishborn, está otimista e garante que estão sendo cuidados todos os detalhes para fazer um grande evento.

Modalidades

No total são 18 as modalidades competitivas: Danças tradicionais, Chula, Gaita Piano, Gaita de Botão até 8 Baixos, Gaita de Botão Mais de 8 Baixos, Gaita de boca, Bandoneon, Violino ou rabeca, Violão, Viola, Conjunto instrumental, Conjunto vocal, Intérprete solista vocal masculino e feminino, Trova galponeira, Trova Mi Maior de Gavetão, Trova de Martelo, Trova Estilo Gildo de Freitas, Declamação, Pajada, Declamação masculino e feminino, Causo e Danças gaúchas de salão.

Novidades

Uma das novidades desta edição é a escolha de grupo de danças tradicionais mais popular por meio de aplicativo. A iniciativa dá continuidade ao processo de modernização do evento iniciado há dois anos, quando foi implantado o sistema de publicação, em telão, das notas dos grupos de danças tradicionais em tempo real.

18ª Mostra de Arte e Tradição Gaúcha

Paralelamente ao Enart, no Parque da Oktoberfest, acontece a 18ª Mostra de Arte e Tradição Gaúcha, na tarde de sábado, dia 18. O evento tem como tema “Resgatando e Homenageando os Legados de 47 – Resgate da História da Chama Crioula em sua Região Tradicionalista”.

A Mostra apresentará as pesquisas e atividades culturais desenvolvidas pelas Prendas e Peões coordenados pelos Departamentos Culturais das trinta Regiões Tradicionalistas do MTG, sob a responsabilidade da Coordenação Cultural Interna do MTG, das Prendas e Peões Estaduais, com a participação efetiva dos Departamentos Culturais Regionais.

Voluntariado

A 32ª edição do Enart também marca a consolidação do modelo de voluntariado. Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, é expressivo o número de interessados em colaborar para a realização do evento. “São pessoas de todas as partes do Rio Grande do Sul que querem vestir essa camiseta”, comemora.

Ingressos

Para adultos, o ingresso por acesso é de R$ 15,00 e a pulseira permanente, para acesso sexta, sábado e domingo, R$ 40,00. Para crianças de 10 a 12 anos, para idosos acima de 60 anos, e para estudantes com carteirinha, o valor do ingresso por acesso é R$ 7,00 e o permanente, R$ 20,00. Pessoas com deficiência, concorrentes credenciados, estudantes do ensino fundamental da rede pública de Santa Cruz do Sul credenciados, doadores de sangue de Santa Cruz do Sul credenciados no Hemovida são isentos.

O valor do estacionamento é R$ 40,00 para automóvel, R$ 100,00 para ônibus e R$ 10,00 para motocicleta. Os condutores dos veículos e acompanhantes pagarão individualmente o valor do ingresso. No caso do ônibus que acessar o parque, o motorista que tiver a carteira de identificação da empresa de transporte estará isento do pagamento do acesso, limitado a dois motoristas.

Fonte: blog do MTG-RS


ORDEM DE APRESENTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO DO ENART 2017
 
MTG DIVULGA VALORES DOS INGRESSOS DO ENART

CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS PARA DANÇAS TRADICIONAIS ENART 2017

GRUPOS DE DANÇAS TRADICIONAIS DO ENART DEVEM APRESENTAR ART

NOTA DE INSTRUÇÃO PARA PASSAGEM DE PALCO E SOM DO ENART 2017
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.
Faço questão de registrar o comentário encaminhado às redes sociais pelo poeta e um dos mais brilhantes letristas do Rio Grande do Sul, Jaime Vaz Brasil, demonstrando seu descontentamento em relação a postura supostamente adotada pela comissão organizadora da 40ª Califórnia da Canção Nativa, por ocasião da triagem dos trabalhos inscritos no festival.

Vale muito a leitura e a reflexão.

Alô, amigos da Califórnia da Canção!
Saludos!!
Escrevo pra contar de uma chateação, que gostaria de compartilhar com todos os que amam esse festival que nos irmana há tanto tempo. Minha intenção é encaminhar, para quem de direito, uma reclamação - mesmo que apenas para fins profiláticos.
Quando saiu o regulamento, vários parceiros entraram em contato comigo, pedindo pra inscrever canções. Eu teria - sem nenhum exagero - mais de 15 canções (bem gravadas) para inscrever. Mas, fiel ao regulamento, precisei escolher três delas. Infelizmente precisei, pois foi uma escolha muito difícil, e que desagradou os parceiros que não foram escolhidos... Um dos parceiros chegou a inscrever, sem saber da limitação, e escrevi aos organizadores, com antecedência, para que fosse retirada e assim não ferir o regulamento.
Aí, soube que vários compositores acabaram inscrevendo bem mais que três canções, e todas elas participaram da triagem sem nenhum problema, sem que nenhuma fosse excluída!
Uma das pessoas me informou é um dos participantes que inscreveu um número irregular, e foi classificado sem que nenhuma das inscritas tivesse deixado de participar da triagem: a organização optou por ouvir todas as inscritas, fossas quantas fossem por autor, independentemente do que rezava o regulamento.
Ora, a Califórnia é o festival historicamente mais representativo de todos, e vários compositores reservam as melhores canções para Uruguaiana...
O que aconteceu na triagem não foi justo, meu amigos.
Foram punidos os que respeitaram o regulamento, e premiados alguns que, deliberadamente, ignoraram a regra.
Precisamos abanar com atitudes assim, não é mesmo?
Se está no regulamento, a comissão tem que triar apenas o número previamente acertado, por autor!
Com meu abraço a todos, fica aqui a reclamação.
Também fica meu desejo sincero de uma Califórnia com muito êxito aos organizadores e participantes.
Jaime Vaz Brasil



Fonte: facebook do Jaime e blog Ronda dos Festivais, de Jairo Reis
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.
Rincão do Inferno será visitado pelos participantes


Em novembro de 2016, foi realizado o primeiro ato contra a instalação das empresas Votorantim e Iamgold Brasil, que pretendem extrair cobre, zinco e chumbo no município de Caçapava do Sul, às margens do Rio Camaquã. Para marcar a data, o grupo denominado União Pela Preservação do Rio Camaquã (UPP Camaquã) realiza um seminário no salão de eventos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) São Pedro, no sábado, a partir das 13h30min.

De acordo com uma das integrantes do grupo, Márcia Colares, o seminário vai contar com palestras. A primeira será com a advogada e ativista Ingrid Birnfeld, que irá abordar as questões jurídicas e o histórico do movimento. O diretor do Instituto de Justiça Fiscal, João Carlos Loebens, falará sobre a questão tributária da mineração e o que fica para os municípios.

O diretor do Departamento de Biologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Althen Teixeira, mostrará aspectos de doenças que podem ser ocasionadas pela mineração. O doutor em Ecologia e ex-professor da Universidade Federal de Rio Grande (Furg), Antônio Libório Philomena, falará sobre a preservação do bioma Pampa e, por fim, o pesquisador da Embrapa, Marcos Borba, abordará assuntos relacionados à Associação para o Desenvolvimento Sustentável do Alto Camaquã (Adac).

O seminário encerra com um show do músico e produtor rural Guilherme Collares. Márcia destaca que no domingo, às 7h30min, haverá um passeio turístico no Rincão do Inferno, somente para participantes do ciclo de palestras. “As pessoas devem ir de carro. Será uma visita guiada, pois a área é particular”, salienta.


Parecer contrário

Segundo Márcia, no final de outubro, o Conselho Estadual de Direitos Humanos do Estado do Rio Grande do Sul (CEDH-RS) emitiu um parecer recomendando a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e a Fepam que não seja concedida licença prévia de instalação e de operação do projeto.

Conforme a justificativa apontada no documento, há inúmeras fragilidades no campo dos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais e ambientais consideradas, em especial no que diz respeito aos povos e comunidades tradicionais. O parecer menciona, ainda, inconsistências teóricas, técnicas e metodológicas no Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima).

Projeto

A empresa paulista Votorantim Metais Holding e a canadense-norueguesa Iamgold estão buscando a licença ambiental junto à Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) há quase dois anos, para a mineração no distrito de Minas do Camaquã, em Caçapava do Sul. O empreendimento será o primeiro polimetálico da companhia no Rio Grande do Sul. O processo de licenciamento iniciou com a apresentação dos estudos nos municípios de Caçapava do Sul, Santana da Boa Vista, Bagé e Pinheiro Machado. A estimativa das empresas é que o depósito tenha 29 milhões de toneladas de reserva mineral. Projeções indicam a disposição mais adequada do ponto de vista sustentável para exploração de uma mina a céu aberto, composta por três cavas, e vida útil estimada em 20 anos. O projeto está tramitando na Fepam e aguarda apresentação de novas informações.


Fonte: Jornal Minuano de Bagé-RS
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.

Na próxima sexta-feira, 17, às 20h30, a dupla Kleiton e Kledir se apresenta no Galpão Multiuso do Sesc Campinas.

Com mais de 20 discos gravados e shows por todo o mundo, um inovador estilo musical e um simpático sotaque gaúcho, Kleiton & Kledir marcaram definitivamente a cultura musical brasileira.

Neste show, os irmãos apresentam sucessos de carreira acompanhados por banda.

Deu Pra Ti, Vira Virou, Nem Pensar, Paixão, Fonte da Saudade, Maria Fumaça, Tô que Tô, Navega Coração… As músicas de K&K marcaram uma geração e os irmãos continuam fazendo sucesso, conquistando um novo público. Recentemente, com o Grupo Tholl e Fabiana Karla, lançaram “Par ou Ímpar” um espetáculo musical, teatral e circense, registrado em CD/DVD que recebeu o troféu de “Melhor Disco Infantil” no Prêmio da Música Brasileira.

“Com todas as letras”, o novo disco de Kleiton & Kledir, é um projeto original e faz uma aproximação da literatura com a música popular. Traz parcerias inéditas com os escritores Caio Fernando Abreu, Luis Fernando Verissimo, Martha Medeiros, Fabrício Carpinejar, Leticia Wierzchowski, Daniel Galera, Paulo Scott, Claudia Tajes, Alcy Cheuiche e Lourenço Cazarré. O projeto, que tem a participação especial de Adriana Calcanhotto, gerou CD, LP, DVD documentário, livro de arte, hot site, turnê de shows, palestras em universidades e uma exposição de artes caligráficas em Nova York, Lisboa e República Dominicana.

Os ingressos variam de R$ 6 a R$ 20 e podem ser adquiridos nas Unidades ou pelo Portal do Sesc.

Fonte: portal Carta Campinas
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.

Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.


Mais uma edição do festival Canto dos Ervais se aproxima, e a comissão organizadora divulgou nesta terça-feira (14), os intérpretes classificados.

A 14ª edição do festival acontecerá nos dias 24 e 25 de novembro no Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo da Querência, na cidade de Palmeira das Missões.

CLASSIFICAÇÃO:

FASE GERAL

CATEGORIA JUVENIL
PEDRO LUIS DO SANTOS FARIAS
Música: João Evangelista

KASSIA COSTA
Música: Ana sem terra

PYETRA HERMES PEREIRA
Música: Benção minha mãe

GIOVANNA CAVALHEIROMúsica: Quem sou eu

SUPLENTES:
THAIS BARCELOS
Música: Poema não escrito

FELIPE ARDONES AGUIAR
Música: Nas varandas da saudade

CATEGORIA MIRIM
JULIA FENNITI DE ALMEIDA
Música: Na alma e na voz

MARIA FERNANDA COSTA
Música: Sal e sangue

CASSIO CASTILHOS
Música: Horizonte de espinhos

MANUELA MARTINS DE SOUZA
Música: Pensarolando

SUPLENTES:
RAIZA BICCAMúsica: A voz do amor

LUANA GONÇALVES
Música: Clave de lua


FASE LOCAL

CATEGORIA JUVENIL
GABRIEL MARTINS FORTES
Música: Quando o céu chora saudade

SCHAIANE BUENO DE OLIVEIRA
Música: Os Olhos do meu cavalo

LAÍS BAGOLIN DOS SANTOS
Música: Rancho de luz

BRUNA SOSMAYER
Música: Seu espinho e flor de tuna


CATEGORIA MIRIM
VITÓRIA GABRIELI FERNANDES ESTULANO
Música: Açude

YASMIM CAROLINE DO AMARAL GOMES
Música: A luz que verte dos olhos

ISADORA FERNANDES SALABERRY
Música: A sombra do cinamomo

JÚLIA AMARAL ANTONINI
Música: Lira da Vida

JOÃO VITOR SILVA DE LIMA
Música: Um pito


PATRÍCIA DA SILVA FERNANDES
Música: Labirintos

MARCO ANTÔNIO LUDWIG
Música: Arranchado

GIOVANNA BARBIERI
Música: Teu amor chegou um dia

DIULY FERNANDA
Música: Reinfância


Fonte: Portal dos Festivais, de Aline Ribas
Para ver a publicação original, clique aqui.