Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.
A Rádio Sepé Tiarajú estará dando ampla cobertura ao 10º Canto Missioneiro da Música Nativa. A transmissão inicia as 20h, diretamente do teatro municipal Antônio Sepp, com a participação de Paulo Renato, Hogue Dornelles, Carlos Braga, Luiz Cabreira, Cleber de Mattos e a participação especial de Júlio Matos.

Acesse www.radiosepe.com.br e não perca nenhum detalhe dessa grande festa da cultura gaúcha.


Finalistas do 10º Canto Missioneiro


Foram conhecidas no final da noite desta sexta-feira (19), as músicas que farão a grande final do 10º Canto Missioneiro da Música Nativa.

A finalíssima acontece a partir das 20h no Teatro Antônio Sepp. A programação neste sábado (20), começa a partir das 14h com o 9º Canto Piá Missioneiro, nas categorias mirim e juvenil.

O festival vem sendo transmitido AO VIVO pela página no facebook, compartilhada pelo Portal dos Festivais. A Rádio Santo Ângelo e a Rádio Sepé Tiarajú transmitem a grande final a partir das 20h.



MÚSICAS EM ORDEM DE APRESENTAÇÃO:

Na Bossoroca é assim (Rancheira)
Letra: Pedro Carvalho / Índio Beiéco
Música: Índio Beiéco
Intérprete: Índio Beiéco

Caa Yari (Grupo Chão de Areia)
Letra e Música: Chico Saga e Mário Tressoldi
Intérprete: Grupo Chão de Areia

O canto do quero-quero (Chamamé)
Letra: Mário Amaral
Música: José Mauro Ribeiro Nardes
Intérprete: Kerly Mess

A cicatriz da fronteira (Milonga)
Letra: Rodrigo Bauer
Música: Marcelinho Carvalho
Intérpretes: Cristiano Quevedo e Jorge Freitas

Legados Missioneiros (Polca Missioneira)
Letra: Nenito Sarturi
Música: Leonardo Sarturi
Intérpretes: Nenito Sarturi e Leonardo Sarturi

Paisagem que contemplo (Canção)
Letra: Francisco Carneiro Neto / Marco Augusto Ribeiro Nardes
Música: Marco Augusto Ribeiro Nardes
Intérprete: Eduardo Maycá

Em nome da terra (Milongão)
Letra: Rômulo Chaves
Música: Robledo Martins
Intérpretes: Robledo Martins, Cristiano Fantinel e Nilton Ferreira

“Nos fim” de tarde (Vaneira)
Letra: João Albino de Medeiros Farias
Música: Zulmar Benitez
Intérprete: Jean Kirchoff

Prelúdio de primavera (Guarânia)
Letra: Eron Carvalho
Música: Rubilar Ferreira
Intérprete: Rubilar Ferreira

Anjo na praça (Canção)
Letra: Claudio Reinke
Música: Jean Kirchoff
Intérprete: Bah Q’Tri

Sul Brasileiro (Chamarra)
Letra: Angelo Franco
Música: Matheus Alves
Intérprete: Ângelo Franco

Valores (Canção)
Letra e Música: Cláudio Vargas
Intérprete: Cláudio Vargas

Caminhador (Chamamé)
Letra: Rogério Villagran
Música: André Teixeira
Intérprete: André Teixeira


FOTO: AGÊNCIA DA HORA
Fonte: portal dos Festivais
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.

31ª Moenda da Canção e 7ª Moenda Instrumental
Dias 11, 12 e 13 de agosto de 2017
Inscrições até 04/06/2017
Santo Antônio da Patrulha/RS

REGULAMENTO - FICHA DE INSCRIÇÃO


Art. 1º – A 31ª MOENDA DA CANÇÃO e a 7ª MOENDA INSTRUMENTAL, de Santo Antônio da Patrulha/RS, que acontecerão nos dias 11, 12 e 13 de agosto de 2017, são iniciativas da MOENDA - Associação de Cultura e Arte Nativa - com o objetivo de projetar Santo Antônio da Patrulha e o Rio Grande do Sul, musical, cultural e turisticamente no cenário nacional, integrando-os às manifestações artísticas de outros Estados brasileiros.

Art. 2º – O concorrente poderá ter no máximo cinco inscrições (letra e/ou música) em seu nome, individual ou em parceria, valendo como critério de inclusão as cinco primeiras enviadas para o e-mail constante no parágrafo 1º desse artigo.

§ 1º – A inscrição de cada composição deverá ser realizada diretamente no e-mail do Festival – moendadacancao31@gmail.com - acompanhada (I) da letra (quando houver), em formato “.doc” ou   “pdf”,   fonte Arial,   tamanho   12, espaçamento entre linhas 1,5, (II) do arquivo de áudio em formato “mp3” e (III) da   ficha   de   inscrição   que   se   encontra   disponível   no   site   da   Moenda (www.moendadacancao.com.br).

§ 2º - É expressamente proibida a identificação do(s) autor (es) (letra e música) na letra da composição, sob pena de sua exclusão.

§ 3º - A data limite para o recebimento das inscrições será 04 de junho de 2017, impreterivelmente. A Comissão Central do Festival não se responsabiliza por lentidão no servidor. A partir das 00h00min da data limite, não serão mais recebidas inscrições. Portanto, as inscrições deverão ser feitas com antecedência.

§ 4º – Não será cobrada taxa de inscrição.

Art. 3º – As composições classificadas serão escolhidas pelo corpo de jurados formado por cinco integrantes, indicados pela Comissão Central do Festival.

Art. 4º – Serão jurados da 31ª Moenda da Canção e 7ª Moenda Instrumental: 

Adriana Pacheco Sperandir 
Carlos Omar Vilela Gomes 
Demétrio de Freitas Xavier 
Juliano Marcio Gomes Avila 
Renato Muller

Art. 5º – A triagem, que acontecerá em 30 de junho, 1 e 2 de julho de 2017, classificará 16 (dezesseis) composições com letra e música e 4 (quatro) composições instrumentais para participar do Festival.

Art. 6º – A Comissão Central comunicará ao(s) autor (es) (letra e/ou música) das composições classificadas, através do(s) e-mail(s) por ele(s) informado(s) na ficha de inscrição, o dia e a ordem de apresentação e passagem de som das concorrentes. Em anexo seguirá um termo de autorização de divulgação e de gravação em CD e DVD.

Parágrafo único. Após a comunicação pela Comissão Central, através do(s) e-mail(s) informado(s) na ficha de inscrição, o(s) autor (es) — letra e/ou música — da(s) composição (ões) concorrente(s) terá (ão) que confirmar a presença no Festival e enviar o mencionado termo de autorização contendo o nome do(s) intérprete(s) e do(s) acompanhante(s) da música classificada, no prazo máximo de 5 dias, através do e-mail moendadacancao@hotmail.com, sob pena de desclassificação a critério da Comissão Central. Caso contrário, será chamada a música suplente. 

Art. 7º – O ensaio/passagem de som será das 13h até às 17h dos dias 11 e 12 de agosto de 2017, de acordo com a data e a ordem de apresentação no Festival.  Cada composição terá 20 minutos para a passagem de som.  Dessa forma, a primeira música do Festival terá das 13h até às 13h20min para a passagem de som. Em caso de atraso, a concorrente perderá R$ 150,00 para cada 20 minutos de atraso, ficando em último lugar na passagem de som. Todavia, a passagem de som das músicas concorrentes não excederá às 18h do dia da apresentação.

Art. 8º – Não poderão participar músicas que já tenham registros fonográficos comercializados.

Parágrafo único. O não-ineditismo, não identificado pela Comissão Central, poderá ser objeto de denúncia por escrito, com prova de gravação, até 5 dias após a divulgação do resultado da triagem pela Comissão Central, no e-mail moendadacancao@hotmail.com.

Art. 9º – É proibido participar da 31ª Moenda da Canção e/ou da 7ª Moenda Instrumental o compositor (música e/ou letra), intérprete e músico, que tenha parentesco, até o quarto grau, com integrante(s) do corpo de jurados.

Art. 10 - Cada intérprete e/ou instrumentista poderá participar da execução de no máximo três músicas concorrentes.

Art. 11 – Classificam-se 10 (dez) composições com letra e 02 (duas) instrumentais para a noite final, que comporão o CD e DVD do Festival.

a) A Comissão Central informará, através do (s) e-mail (s) informado (s) na ficha de inscrição, a ordem de apresentação das músicas.

Art. 12 – As gravações do CD e DVD das 12 músicas classificadas serão realizadas em suas apresentações de palco.

Art. 13 – Cada uma das composições concorrentes receberá uma AJUDA DE CUSTO no valor R$ 1.500,00.

Parágrafo Único: As 12 composições que passarem para o domingo, receberam uma ajuda de custo complementar no valor de R$ 500,00, por música.

Parágrafo Segundo: Do valor da ajuda de custo serão descontados o Imposto de Renda e o percentual do INSS.

Art. 14 – Não serão oferecidas alimentação e hospedagem gratuitas aos compositores, músicos e intérpretes participantes do Festival.

Art. 15 – A “Melhor Música do Festival”, na opinião do público, será escolhida através de voto direto dos espectadores presentes à última noite do evento.

Art. 16 – A inscrição via e-mail (moendadacancao31@gmail.com) implica aceitação expressa de todos os artigos constantes nesse regulamento, sendo que o Festival não se obriga a cumprir o que nele não foi estipulado.

Art. 17– Premiação da 31ª MOENDA DA CANÇÃO:

1º lugar: R$ 6.000,00 e Troféu Cantador
2º lugar: R$ 2.000,00 e Troféu Cantador
3º lugar: R$ 1.000,00 e Troféu Cantador
Melhor Arranjo: Troféu Paulino Mathias
Melhor Melodia: Troféu Demétrio Machado Ramos
Melhor Instrumentista: Troféu Eliseu de Venuto
Melhor Intérprete: Troféu Penduca
Melhor Letra: Troféu Jarci Cândido dos Reis
Melhor Música do Festival – opinião do público: R$ 1.000,00 e Troféu Francisco Carlos Gomes Salazar

Art. 18– Premiação da 7ª MOENDA INSTRUMENTAL:

1º lugar: R$ 4.000,00 e Troféu Geraldo Flach
Melhor Instrumentista: Troféu Neri Caveira
Melhor Arranjo: Troféu Djalmo Martins de Oliveira

Art. 19– Os casos omissos nesse regulamento ou que firam a ética e a lisura do Festival, bem como eventuais dúvidas ou questionamentos surgidos a partir da data de abertura das inscrições até a realização do Festival serão julgados pela Comissão Central, assim composta: Luciano Gomes Peixoto, Aliston da Cunha Oliveira, Luzardo Santos Cardeal, Maria Eloisa Costa e Mariza Pereira Ramos.

Obs.: O material de inscrição não será devolvido.



Fonte: portal Identidade Campeira
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.

Sesmaria da Poesia Gaúcha - 22ª Quadra
Dia 30 de setembro de 2017
Inscrições até 30/05/2017
Osório/RS

OBJETIVOS.
Art. 1º. - A SESMARIA DA POESIA GAÚCHA é um concurso de poesia e declamação, cuja temática deve estar identificada com o contexto sócio cultural do Rio Grande do Sul, abordando as várias nuanças poéticas que caracterizam a produção literária de nosso estado, tais como: gauchesca; nativista; regionalista; tradicionalista; localista; telúrica; social; pageana; payadoresca;

Art.2º - A SESMARIA DA POESIA GAÚCHA integra um projeto cultural, desenvolvido pela Associação Cultural Sesmaria, com apoio da Prefeitura Municipal de Osório, através da Secretaria de Cultura, Secretaria de Desenvolvimento e Turismo como parte integrante da SEMANA FARROUPILHA, tendo por objetivos:

a) Integrar, através da poesia, a comunidade de Osório ao Movimento Tradicionalista e Nativista do Rio Grande do Sul;

b) Abrir novos espaços para poetas e declamadores, partindo-se do princípio que estes são muitos restritos nos palcos gaúchos;

c) Divulgar a arte, a história, e a cultura do Rio Grande do Sul, através do verso.

COORDENAÇÃO
Art.3º - A coordenação da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA estará a cargo da Comissão executiva da Associação Cultural Sesmaria, com apoio da Secretaria de Cultura.

a) A Comissão Executiva é responsável pela elaboração do projeto e pela execução e avaliação do evento.

b) A Comissão Executiva indicará a Comissão Avaliadora, que será integrada por: poetas, compositores e declamadores, de reconhecido renome no cenário cultural rio-grandense.

DO LOCAL E DATA
Art. 4º - O Festival será realizado no dia 30 de setembro de 2017 em Osório/RS na Câmara de Vereadores, situada na Av. Jorge Dariva, 1211 - Centro. Osório.

PARTICIPAÇÃO
Art. 5º - Poderão participar da Sesmaria da Poesia Gaúcha, poetas e declamadores de qualquer parte do Brasil e Países vizinhos, desde que respeitada à proposta do evento, ou seja, temas identificados com o contexto sócio cultural do Rio Grande do Sul.

Parágrafo 1º - A fim de evitar constrangimento não serão aceitas inscrições de poesias entregues diretamente aos jurados.

Parágrafo 2º - Os autores cedem o direito de gravação, comercialização, ressalvados os direitos autorais da 22ª Quadra da Sesmaria da Poesia Gaúcha, correspondente à edição e/ou reedição do CD/DVD.

Parágrafo 3º - É vedada a participação dos membros da Comissão Organizadora, auxiliares, funcionários, conselheiros como concorrentes em qualquer circunstância.

INSCRIÇÃO
Art. 6º - Cada autor poderá inscrever gratuitamente, número ilimitado de poesias, podendo classificar somente 1 (um) poema, até o dia 30 de maio de 2017, sendo esta data limite de postagem e remeter para o seguinte endereço - Associação Cultural Sesmaria - Rua Santos Dumont, 696 - Centro- CEP 95520-000 - Osório – RS.

Parágrafo Único - As poesias poderão ser enviadas (word ou pdf) através do correio eletrônico:sesmariadapoesia@outlook.com juntamente com a ficha de inscrição totalmente preenchida (Não serão aceitas inscrições sem a ficha de inscrição anexa ao email).

Art. 7º - As poesias inscritas deverão ser inéditas, isto é, não publicadas em livros de festivais e/ou gravadas e que não tenham sido premiadas em festivais do gênero.

Art. 8º - Cada trabalho inscrito deverá vir acompanhado de sua ficha de inscrição, devidamente preenchida e assinada e quatro (4) cópias da poesia, digitadas no editor de texto Word ou pdf, constando somente o título, sem identificação do Autor e uma cópia do arquivo em Word ou pdf gravada em CD. (se enviada via correio, o autor poderá enviar mais do que um poema e as fichas de inscrição no mesmo CD).

Art. 9º - As cópias, Cd´s e todo material enviado não serão devolvidos e ficarão pertencendo ao acervo do festival.

Art. 10 - Os autores poderão enviar mais de uma poesia por email, mas com uma ficha de inscrição para cada poesia.

Art. 11 - O concorrente, após inscrever seu trabalho, não poderá divulgá-lo até o final do evento.

Art 12 - A assinatura da ficha de inscrição e/ou a resposta do email de solicitação pelo responsável implica na aceitação expressa de todos os artigos constantes desse regulamento por todos os demais elementos do grupo, sendo que o festival não se obriga a cumprir o que nele não foi estipulado.

Art. 13 - Deverá acompanhar a ficha de inscrição a autorização para gravação do CD. (anexo)

Art. 14 - O tempo de gravação de cada um dos trabalhos classificados não deverá exceder seis (6) minutos.

Art. 15 - Encerrado o prazo para inscrições, a Comissão Avaliadora selecionará, dez (10) poesias, que integrarão o COMPACT DISC (CD), que será gravado no dia do evento e mais 3 poesias como suplentes. (estes poemas (suplentes) terão uma ajuda de custo)

TRIAGEM
Art. 16 - Após encerrar o prazo de inscrição, a Comissão julgadora selecionará as 10 (dez) poesias que serão declamadas na SESMARIA DA POESIA GAÚCHA 22ª QUADRA de Osório que integrarão o respectivo CD e DVD. Os concorrentes serão notificados, em tempo hábil, através de correspondência, telefone, email ou pela imprensa.

COMPETIÇÃO
Art 17 - O intérprete poderá participar de uma (1) poesia, sendo ou não de sua autoria.

Art 18 - O amadrinhador (Instrumentista) poderá participar de, no máximo, duas (2) poesias.

Art.19 - Cada declamador deverá se apresentar com seu próprio instrumentista(s).

Art. 20 - O poema poderá ser defendido em forma de dueto.

Art. 21 - A apresentação da poesia no palco será de inteira responsabilidade do autor.

INDUMENTÁRIA
Art. 22 - O intérprete e os músicos deverão apresentar-se obrigatoriamente pilchados no palco com a indumentária típica do RS, sem descaracterização e deturpação.

HORÁRIO DE PASSAGEM DO SOM
Art.23 - Os trabalhos deverão ser ensaiados das 13h às 17h, da respectiva apresentação no palco, no dia 30 de setembro de 2017. podendo ser gravada como segurança para a gravação do CD.

DIA E HORA DA APRESENTAÇÃO
Art. 24 - As poesias classificadas deverão ser apresentadas no palco da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA, na noite de 30 de setembro de 2017, às 20h00min.

Art. 25 - A Comissão Organizadora irá decidir a ordem de apresentação das 10 (dez) poesias que subirão ao palco.

DA PREMIAÇÃO
Art. 26 - A cada uma das poesias classificadas, e efetivamente declamada, sem leitura ou consulta ao respectivo texto no palco, será paga uma premiação pela classificação no valor de 800,00 (oitocentos reais).

Art. 27 - O festival se compromete a efetuar os pagamentos das premiações, mas não estipula a forma de pagamento, podendo ser em dinheiro, cheque nominal ou similares.

Art. 28 - Somente serão feitos os pagamentos as pessoas indicadas na ficha de inscrição e com todos os documentos exigidos.

CREDENCIAMENTO, ALIMENTAÇÃO, HOSPEDAGEM ACOMPANHANTES
Art. 29 – A hospedagem e alimentação dos participantes e acompanhantes será por conta dos mesmos.

PREMIAÇÃO
Art. 30 - Os vencedores da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA 22ª QUADRA, farão jus a seguinte premiação:

1º Lugar Poesia: - Troféu Luiz Menezes + R$ 800,00
2º Lugar Poesia: - Troféu Luiz Menezes + R$ 600,00
3º Lugar Poesia: - Troféu Luiz Menezes + R$ 500,00

1º Lugar Intérprete: Troféu Luiz Menezes + R$ 800,00
2º Lugar Intérprete: Troféu Luiz Menezes + R$ 600,00
3º Lugar Intérprete: Troféu Luiz Menezes + R$ 500,00

1º Melhor Amadrinhador: Luiz Menezes + R$ 500,00
2º Melhor Amadrinhador: Troféu Luiz Menezes + R$ 300,00
3º Melhor Amadrinhador: Troféu Luiz Menezes + R$ 200,00

INTEGRANTES DA COMISSÃO JULGADORA
Art. 31 – A DEFINIR

DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 32- Os caso omissos no presente regulamento, bem como eventuais dúvidas surgidas durante a realização do evento, serão resolvidos pela Comissão Executiva.

Art. 33 - As deliberações da Comissão Avaliadora serão soberanas, não cabendo nenhuma contestação.

Parágrafo Único: Os poemas suplentes somente serão convidados para o dia do evento, caso algum poema venha a ser desclassificado.

INFORMAÇÕES POR TELEFONE:
JULIO RIBAS - (51) 9.8606-6667

SESMARIA DA POESIA GAÚCHA – 22ª QUADRA
FICHA DE INSCRIÇÃO

TÍTULO DA POESIA:
AUTOR :
ENDEREÇO:
TELEFONE:
CIDADE/UF/CEP:
CPF:
RG:
NÚMERO PIS/PASEP:
NOME DO DECLAMADOR(a):
NOME DO AMADRINHADOR(a, es):

Informar o nome da pessoa autorizada a receber a Ajuda de Custo e Direito de Arena. Ressaltamos que a mesma deverá estar presente na SESMARIA DA POESIA GAÚCHA - 22ª QUADRA, pois o pagamento será efetuado através de empenho prévio.

NOME COMPLETO:
ENDEREÇO:
TELEFONE:
CIDADE/UF/CEP:
CPF:
RG:

AUTORIZAÇÃO: Autorizo a Comissão Executiva da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA - 22ª QUADRA, a promover a gravação em CD/DVD com conteúdo exclusivo do Festival, reservando-se, contudo, os Direitos Autorais, conforme prevê a Lei. DECLARAÇÃO: Declaro(amos) que as informações dadas à Ficha são verdadeiras e que ao assiná-la estou(amos) aceitando as condições de participação/concorrência propostas no Regulamento desta edição da SESMARIA DA POESIA GAÚCHA de Osório.

OBSERVAÇÕES:
A) Preencher uma via para cada composição - Informar por escrito à Comissão Executiva, qualquer alteração.

___________, ______ de ____________ de 2017

Autores


Fonte: portal Identidade Campeira
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.

A página do Facebook do Movimento Tradicionalista Gaúcho, nas próximas semanas, será palco de websérie sobre a Chama Crioula. A exemplo da iniciativa anterior, que abordou a Carta de Princípios, o objetivo é promover cultura entre os tradicionalistas e utilizar as mídias sociais não apenas como espaço para informação, mas também formação.

Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, a websérie sobre a Chama Crioula terá o diferencial de não abordar o passado, mas sim o futuro. “Vamos informar onde a Chama será acesa e distribuída até o ano de 2044”, afirma. Segundo Callegaro, o evento é sempre muito aguardado pelos tradicionalistas e encarado pelos municípios com muito respeito. “A cada acendimento reverenciamos esse evento, que é o marco de tudo que vivemos hoje no tradicionalismo, e que em 2017 está completando 70 anos”, afirmou.

A foto de fundo é do tradicionalista Mauro Heinrich.

A nova websérie começa a circular na segunda-feira, dia 15 de maio.


Fonte: blog do Rogério Bastos
Blog destinado a divulgação da cultura gaúcha como um todo: shows, festivais, cultura, história, curiosidades. Enfim, tudo da cultura gaúcha.

Passeio musical e poético pelas influências ibéricas na cultura brasileira e latino-americana, o cd Doze Cantos Ibéricos & Uma Canção Brasileira, une o grande cantor Marco Aurélio Vasconcellos, o poeta Martim César e o instrumentista Marcello Caminha. O trabalho será lançado no próximo dia 26 de maio, às 21h, no Teatro Esperança, com ingressos a R$: 25,00. Antecipados 20,00. Professores: 10,00 e alunos de redes públicas 5,00;

Nossas avós foram índias ou negras, porém nossos avôs foram, em sua maioria, nos primeiros anos, portugueses ou espanhóis. Bascos, galegos, açorianos, castelhanos, todos oriundos da península ibérica. A influência desses povos em nossa cultura e em nossa música é o que será apresentada neste CD, que conta com Marco Aurelio Vasconcellos, voz; Marcello Caminha, arranjos e  violoes; Marcello Caminha Filho, contrabaixo e percussão e Elias Barboza, bandolin.

Fados, músicas espanholas, cantigas açorianas, MPB, misturam-se nas 13 faixas dessa viagem poético-musical: “Sobre os telhados de Lisboa”; “Portugal tornou-se ilha”; “ Velhas casa de Coimba”; “Pedra do Porto”; “Onde o vento faz a curva”; “Pelos Caminhos do Norte”; “España, cuando te nombro”; “Antes de ser marinheiro”, “Céus de Casttillan y Léon”, “O medo de te amar”; “Navegando entre os faróis”; “Nove pedações de mundo” e “Notícias da terra brasilis”.

Sobre os artistas:

Marco Aurélio Vasconcellos - Como intérprete, Vasconcellos transita pelo nativismo, pela música popular gaúcha e brasileira e pela música hispano-americana, possuindo vasto repertório de tangos e boleros. Em 1972, participou da 1ª Vindima da Música Popular de Caxias do Sul, com a canção ACALANTO e recebeu de Luiz Coronel uma letra para musicar para a  participar da II Califórnia da Canção de Uruguaiana. Era GAUDÊNCIO 7 LUAS, que obteve o 2º lugar naquele importante evento nativista, ampliando essa parceria com Luiz Coronel. Nas 4ª e 5ª edições da Califórnia da Canção, Marco Aurélio concorreu com diversas canções e CORDAS DE ESPINHO recebeu o 1º lugar na Linha de Manifestação Rio-grandense. Em 1985 recebeu o troféu de COMPOSITOR MAIS PREMIADO DA CALIFÓRNIA desde a sua criação em 1971. De lá para cá não parou mais. Teve  três discos lançados com o grupo Os Posteiros e tem mais quatro discos solo gravados, INVERNANDO RECUERDOS; VELHAS ANDANÇAS; DA MESMA RAIZ e JÁ SE VIERAM, que deu origem à parceria com o poeta Martim Cesar.

Martim César – Autor de 6 livros de poesia e contos.Vencedor por duas vezes do prêmio Rua dos Cataventos da Sociedade Mario Quintana de Poesia; Vencedor de mais de 30 festivais de músicas do RS e de mais de 10 festivais nacionais. Possui algo em torno de 70 premiações paralelas, incluindo melhor poesia, melhor letra e melhor tema social em diversos festivais gaúchos e nacionais. Indicado ao prêmio Açorianos 2010, como melhor letrista do RS. Coautor de 10 trabalhos discográficos ‘Caminhos de Si’; ‘Maria Conceição canta Martim César e Paulo Timm’; ‘Canções de a(r)mar e desa(r)mar (MPB)’; ‘Da mesma raiz’ (indicado ao açorianos de 2010) ‘Já se vieram’; ‘Memorial de Campo’; ‘Paisagem interior’, (com três indicações no Açorianos 2015), ‘Náufragos Urbanos’ (Indicado a melhor álbum de MPB do RS, pelo Açorianos 2015), os atuais ‘Caminhos de Si, o tempo’,  ‘Canciones que nacen del camino’ e ‘Doze Cantos Ibéricos e uma canção brasileira’. Além de 2 livros em fase de publicação: Terra que sangras no rio (contos) e Cimarrones – Três séculos ‘gauchos’ (Poema épico).

Serviço:
Doze Cantos Ibéricos & Uma Canção Brasileira

Data: 26/05/2017
Horário: 21h
Local: Teatro Esperança
Ingresso: 25,00
Assessoria de Imprensa: Elis Vasconcellos  martices20@gmail.com 53.991049388


Colaboração: Alan Otto Redü