Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE

Custom Header

{fbt_classic_header}

Últimos chasques

latest

Coluna De Galpão em Galpão do Jornal de Alvorda-RS

RODEIO DO CPF O TEMPO E O VENTO É TRANSFERIDO O CPF O Tempo e o Vento informa que o 5º Rodeio Artístico e Cultural Jonas Borges foi tra...



RODEIO DO CPF O TEMPO E O VENTO É TRANSFERIDO

O CPF O Tempo e o Vento informa que o 5º Rodeio Artístico e Cultural Jonas Borges foi transferido para uma data futura, por motivos de força maior e também pede desculpas e agradece a todas as entidades tradicionalistas coirmãs, que se inscreveram até o presente momento. Aguardem nova data a ser marcada. Atenciosamente, a patronagem do CPF O Tempo e o Vento.

CTG AMANHECER NA QUERÊNCIA

O jantar-baile das mães do CTG Amanhecer na Querência já está com data marcada. Será no dia 25 de maio e será animado pelo Grupo Estilo Pampeano. Então, marque na tua agenda que é um evento tradicional na cidade de Alvorada. Contatos com a patroa Shirley pelo fone (51) 991.387.443. O CTG fica na Rua Tramandai, 76 no Jardim Alvorada.

EM JUNHO EM ALVORADA

Preparem as suas invernadas e os seus “individuais” pois teremos dois rodeios artísticos programados para junho. No dia 02 de junho, o evento é do CTG Raça Gaúcha e será realizado no galpão do CTG Tradição, na Av. Ildo Meneghetti, 360, no Jardim Aparecida. E nos dias 28 a 30, o 15º Tilintar das Chilenas, no galpão do CTG Chilena de Prata.

PENDUREM UMA MELANCIA!

Não bastasse a maioria dos rodeios contratarem duplas sertanejas em detrimento dos artistas regionais; como se não fosse suficiente aquele cantor esdrúxulo vir buscar popularidade dizendo que é "obrigado" a cantar pilchado (que CTG contrata gente assim?), agora, na Campereada Internacional, rodeio de Santana do Livramento, pintaram uma vaca e um cavalo de rosa em homenagem as mulheres do Laço Perfumado como se elas precisassem deste tipo de reconhecimento.

E sempre tão prestativas para reclamar, aonde andavam as Sociedades Protetoras dos Animais neste momento?

Tem muita gente tirando sua casquinha em cima da nossa tradição, buscando destaque através da polêmica, do contraditório. Deixem a coisa fluir naturalmente. A cultura gaúcha não precisa deste tipo de promoção.

Nos meus tempos de guri, quando alguém queria aparecer as pessoas falavam: - Pendura uma melancia no pescoço e sai a desfilar pela avenida. Pois agora volto com este jargão antigo. Querem destaque, pendurem uma melancia a saiam pelos rodeios, festivais, centros de tradições, mas nos permitam permanecer autênticos. Chasque de Léo Ribeiro de Souza – www.blogdoleoribeiro.blogspot.com.

Valdemar Engroff

Fonte: blog Sítio do Gaúcho Taura

Nenhum comentário