Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE

Custom Header

{fbt_classic_header}

Últimos chasques

latest

Trabalhos de restauração da Estátua do Laçador deverão começar em setembro

Primeira fase de recuperação da obra compreendeu um diagnóstico quanto às condições estruturais da escultura, especialmente quanto a fi...


Primeira fase de recuperação da obra compreendeu um diagnóstico quanto às condições estruturais da escultura, especialmente quanto a fissuras verificadas na base do monumento
Foto: Guilherme Almeida


Os trabalhos de restauração da Estátua do Laçador, localizada em um sítio em frente ao terminal antigo do Aeroporto Internacional Salgado Filho, deverão iniciar no mês de setembro e se estender até novembro deste ano. Para a realização do serviço, o monumento será levado para um galpão e depois de recuperado será devolvido ao lugar onde está hoje na avenida dos Estados, na zona Norte de Porto Alegre.

A informação é do vice-presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Rio Grande do Sul (Sinduscon/RS), Zalmir Chwartzmann. Segundo ele, até o dia 31 de março é o prazo limite para apresentar o projeto na Secretaria Estadual da Cultura. "A gente imagina que nos meses de maio, junho e julho o projeto deverá estar aprovado em todas as instâncias e partir daí começaremos a trabalhar efetivamente na Estátua do Laçador", ressaltou.

Conforme Chwartzmann, no dia 2 de abril, será feita uma reunião na sede do Sinduscon com diversas entidades para discutir novos locais para o monumento. "A Estátua do Laçador é o monumento mais representativo da cidade e do Estado está colocado em um lugar que não é digno da importância dele. As pessoas que chegam a cidade à noite não enxergam a obra e quando deixam Porto Alegre ele é visto de costas", acrescentou.

A primeira fase de recuperação da obra compreendeu um diagnóstico quanto às condições estruturais da escultura, especialmente quanto a fissuras verificadas na base do monumento. Dois especialistas em restauro de obras com metal foram contratados: a brasileira Virginia Costa, engenheira metalúrgica e consultora em conservação do patrimônio, responsável pela coordenação de todo o trabalho prospectivo e o francês Antoine Amarger, restaurador de esculturas metálicas.

A Estátua do Laçador é um monumento que representa o gaúcho pilchado (em trajes típicos). A obra é de autoria do escultor gaúcho Antônio Caringi (1905-1981), de Pelotas, que venceu diversos concursos e produziu diversos monumentos, em geral, ligados à história e à cultura gaúcha. A obra “O Laçador” foi criada em gesso, em 1954, como resultado de um concurso vencido por Caringi para executar uma escultura que identificasse o homem riograndense na Exposição do IV Centenário de Fundação de São Paulo.

Como modelo de indumentária, o artista utilizou o folclorista Paixão Côrtes, um dos fundadores do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). Em 1958, a escultura foi adquirida pela prefeitura de Porto Alegre e foi, então, a partir da matriz em gesso, fundida em bronze e transportada para ser instalada sobre um pedestal na avenida dos Estados. Em 2007, em função de obras na região, a estátua foi transferida para o Sítio do Laçador, em frente ao antigo terminal do aeroporto Salgado Filho, onde permanece nos dias atuais.


Fonte: jornal Correio do Povo

Nenhum comentário