Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE

Custom Header

{fbt_classic_header}

Últimos chasques

latest

Pura ficção: um filme de orçamento ZERO com direção de Rodrigo Castelhano

Pura ficção um filme de orçamento ZERO com direção de Rodrigo Castelhano e participação especial de Dedé Santana (o eterno trapalhão) ...


Pura ficção um filme de orçamento ZERO com direção de Rodrigo Castelhano e participação especial de Dedé Santana (o eterno trapalhão)


O filme de Rodrigo Castelhano joga luz para a plateia, para o espectador, para o leitor, para o apaixonado por arte, para o apaixonado, para o ser humano capaz. Capaz de imaginar e realizar o que poderia ser ficção, mas é pura realidade.

O filme, em um pouco mais de 120 minutos, nos apresenta a história de Rocky, um garoto inquieto. Não coincidência, parecido com o garoto paranaense radicado no Rio Grande do Sul que sempre quis fazer Cinema e hoje lança mais um filme.

Rocky, por sua vez, era aficcionado por livros, ele não devorava os livros, ele ruminava os livros num processo único de catarse solitária rodeado de personagens, enigmas, sonhos e emoções.

A cada nova página de história já lida, mais entendia ele da própria vida.

E assim cresceu estimulado por pais leitores, desacreditado por um sistema engessado que obriga a sociedade a pensar apenas em qualificação profissional e esquece da “qualificação social”.

”Pura Ficção” é, sem dúvida, a grande obra de arte do Rodrigo Castelhano. Um filme necessário, provocativo, inquieto, com uma fotografia incrível e uma sensibilidade humana em relação à arte que vai muito além do consumo de apenas mais um filme.

Em uma das cenas, somos presenteados com o retrato de Frida Kahlo e assim como ela, Rodrigo Castelhano se coloca no filme não só na personagem do Rocky, mas em quase todos os personagens tem muito do Rodrigo.

“Pinto a mim mesma porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor”.
(Frida Kahlo)

Crítica do produtor cultural Cleverson Ferreira

O lançamento foi realizado no dia 24 de março no Sesc Centro em Porto Alegre, outras exibições já estão agendadas: 06 de abril e Nova Petrópolis (ACINP às 20h), 07 de abril Picada Café (Morro dos Ventos às 17h).


Colaboração: Cleverson Ferreira
www.catarseproducoes.com.br

Nenhum comentário