Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE

Custom Header

{fbt_classic_header}

Últimos chasques

latest

Lisana Bertussi lança livro em São Francisco de Paula-RS

A professora e escritora Lisana Bertussi, natural de Caxias do Sul, estará na Livraria Miragem, de São Francisco de Paula, no dia 20 de...



A professora e escritora Lisana Bertussi, natural de Caxias do Sul, estará na Livraria Miragem, de São Francisco de Paula, no dia 20 de abril, sábado de páscoa, as 18 hs, onde fará lançamento de seu mais recente livro, um romance intitulado Uma fresta no sótão, editado pela Libretos, de Porto Alegre, em 2018.

Lisana Bertussi foi professora do Curso de Graduação em Letras, do Mestrado em Letras Cultura e Regionalidade e do Doutorado em Letras da Universidade de Caxias do Sul, dos Cursos de Graduação em Letras da Faculdade Porto Alegrense de Letras e da Universidade Federal de Santa Maria no Campus avançado de Roraima. No Instituto Estadual do Livro, fez parte da Equipe de Pareceres.

Sua formação em Pós Graduação em Letras passa pelo Mestrado com a dissertação A cidade e o campo nas novelas de Reynaldo Moura, Doutorado com a tese Regionalismo e Romantismo No Rio Grande do Sul, e Pós doutorado com o ensaio Tradição e modernidade na poesia regionalista gaúcha, os três realizados na PUCRS.

Teve como linha de pesquisa mais importante o universo campeiro gaúcho traduzido pela Literatura regionalista gauchesca. Seu percurso de estudos sobre o tema iniciam, nos anos 70, com uma disciplina no Curso de Letras, intitulada Literatura gauchesca, que foi oferecida muitas vezes para a comunidade, sob a forma de curso de extensão, e como eletiva do curso de graduação em Letras da UCS.

Em 1985, essas experiência deram origem ao seu primeiro livro sobre regionalismo, De Simões Lopes Neto aos poetas da Califórnia, editado pela Editora Tchê de Porto Alegre em comemoração aos 150 anos da Revolução Farroupilha.

Pesquisadora do Regionalismo gauchesco, de literatura oral e popular, de literatura da imigração italiana e de literatura latino-americana, coordenou vários projetos de pesquisa e, entre eles, os que priorizaram a linha regional como o CAUSSER, Causos gauchescos dos Campos de Cima da Serra, o RELEITURA, Regionalismo e literatura na América Latina, e o LITÁLIAS, Literatura na Região de colonização italiana no Nordeste do Rio Grande do Sul.

Foi muitas vezes palestrante e ministrou oficinas sobre Literatura com ênfase para a Literatura regionalista gauchesca e Contos populares gauchescos.

 Publicou, além de um grande número de artigos científicos em periódicos no Brasil e em Buenos Aires, os livros:

*1. Contendas. Caxias do Sul: EDUCS, 1981. (Livro de contos).

 *2. De Simões Lopes Neto aos poetas da Califórnia. Porto Alegre: Ed.Tchê, 1985. (Antologia comentada de Literatura gauchesca, em comemoração aos 150 anos da Revolução Farroupilha).

*3. As estórias do Seu Arquimino: causos infantis gauchescos. Caxias do Sul: EDUCS, 1991. (Coletânea de causos - contos populares de Literatura oral - dos Campos de Cima da Serra, gravados e transcritos).

*4. Causos do boi voador. Em coautoria com Paulo Bertussi. 1ª ed. Caxias do Sul: EDUCS, 1995, 2ª ed. Idem, 1998, 3ª ed., idem, 2010. (Coletânea de causos - contos populares de literatura oral - dos Campos de Cima da Serra gravados e transcritos pelos autores). 3ª edição esgotada!

*5. Literatura gauchesca: do cancioneiro popular à modernidade. Caxias do Sul: EDUCS, 1997. (Antologia comentada de Literatura gauchesca).

*6. Dicionário biobibliográfico de escritores da Região de Colonização italiana no Nordeste do RS. Em coautoria com Cecil Jeanine Albert Zinani e Salete Rosa Pezzi dos Santos. Porto Alegre: Editora da Escola Superior de Teologia de São Lourenço de Brindes, 2006. Livro finalista do Prêmio Açorianos da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, na categoria Crítica literária em 2007.

*7.Tradição, modernidade, regionalidade: a poesia regionalista gauchesca de 1922 a 1932. Caxias do Sul/ Porto Alegre: EDUCS/ Movimento, 2009. (Tese de Pós-Doutorado realizado na PUCRS, enfocando o Movimento modernista brasileiro e o grupo de poetas regionalistas gauchescos da fase).

*8. Poesia gauchesca: as fontes populares e o Romantismo. Caxias do Sul: EDUCS, 2012. (Tese de Doutorado realizada na PUCRS, enfocando a Literatura oral do cancioneiro popular e a poesia gauchesca do grupo romântico).

*9. Causos do Sul: mentiras que são pura Verdade.  São Paulo: Paulus, 2014. Coleção Narrando o Brasil. (Reunião de contos  regionais de Simões Lopes Neto em Contos gauchescos, Casos do Romualdo e Lendas do Sul e do livro Causos do Boi voador).

*10. Poesia gauchesca: do cancioneiro popular à modernidade. 2ª ed. Caxias do Sul, EDUCS, 2016. (Antologia comentada de Literatura gauchesca).

*11. Uma fresta no sótão. Porto Alegre: Libretos, 2018, Ed. Libretos 2018.

*12. Cristaleira de Oaristos. (Poesia) Inédito.

São ainda destaques de sua carreira na Literatura:

a) os prêmios que recebeu no Concurso Literário da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul ou seja:

1970: em conto, com Aparecências;

1972: em poesia, com Eterna;

 1973: em conto, com Espiral;

1974: em poesia, com   Desintegração;

1978:  em conto, com O encontro e em poesia, com Asas no cabide;

1979: em conto, com Caleidoscópio;

1990: em poesia, com O pêndulo no abismo, A mulher e o cão e Indústria cultural;

b) ter sido, em 2007, finalista, junto com Salete Rosa Pezzi dos Santos e Cecil Jeanine Albert Zinani do Prêmio Açorianos da Prefeitura de Porto Alegre com o Dicionário biobibliográfico de escritores da região de colonização italiana no nordeste do Rio Grande do Sul;

c) ter sido Patrona da  Feira do livro de Jaquirana em 2010;

d) ter sido Patrona da Feira do Livro de Caxias do Sul em 2016.



O romance Uma fresta no sótão, de Lisana Bertussi, nos leva a um lugar de ficção interior. Costura em tempos passados, das primeiras décadas do século XX ao início do séc. XXI, as vidas de três principais personagens em uma colcha de patchwork, em que a palavra e a Literatura cumprem a função de linhas e pontos em cruz.

Reproduz na memória do leitor aquele lugar e aquele tempo para os quais se pode voltar para olhar e ver. (quer voltar.) Passa por diversas fases da vida de três mulheres, tendo como fio condutor seus conflitos em relações mútuas, quando tentam desincrustar os afetos velados pelas dificuldades de se estar no mundo. 

Através da Literatura, Lisana nos permite perceber na observação da filha, Elisa, nas dúvidas da mãe, Tereza, e no medo da avó, Natalina, a revelação de suas verdadeiras personalidades em mútuas descobertas. Como se nas palavras e nas memórias pudéssemos encontrar um significado maior para as  ligações afetivas.

O cenário, se por um lado traz costumes da cultura da imigração italiana, por outro, apresenta as pontes humanas possíveis na modernidade. Reconhecemos nesta obra  a troca de experiências femininas que carregam tanto o fio da tradição quanto os ares da mudança.


Fonte: blog do Léo Ribeiro

Nenhum comentário