Page Nav

HIDE
GRID_STYLE

Post/Page

Weather Location

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ad

Últimos chasques:

latest

Um recado para ex-dançarinos

Ei, psiu!
Tu aí...
Que parou de dançar e fica com o coração acelerado, mãos suadas e trêmulas, e boca seca cada vez que teu (ex) grupo entra na pista... Um recado: isso passa.

Passa e tu aprendes que ficar na arquibancada também é l…

Ei, psiu!
Tu aí...
Que parou de dançar e fica com o coração acelerado, mãos suadas e trêmulas, e boca seca cada vez que teu (ex) grupo entra na pista... Um recado: isso passa.

Passa e tu aprendes que ficar na arquibancada também é legal.
Aprende também que ter o finde de ENART inteiro pra curtir com os amigos é massa pra caramba.
Que noites bem dormidas são realidade, que finais de semana com a família tem muito valor, e que a vida continua, por incrível que pareça.

Existe um mundo do lado de fora.
De oportunidades, de pessoas, de cores e amores te esperando. Existe um céu azul que te convida a um banho de mar no verão, existe netflix que te convida pro sofá nos dias frios, existe uma imensidão de afazeres, que tu podes fazer por simplesmente não precisar mais utilizar a frase "não posso, tenho ensaio".

É óbvio que tua vida não para quando está dançando. Mas que é diferente, é. E muito.
E todos também sabemos as alegrias, conquistas, realizações, de estar dançando. É realmente demais!!! É mágico, é maravilhoso, é lindo!

Mas encorajados devem ser os que sentem que está chegando a hora de parar.
Coragem pra contar a decisão ao grupo, coragem pra se manter firme na decisão, e coragem pra ver o mundo aqui fora com os olhos de quem está pronto pra encarar uma vida "liberta".

Longe de mim querer influenciar alguém a parar de dançar!
Inclusive, os textos por aqui em geral são totalmente incentivadores do contrário.

Só quero mostrar que estar do lado de fora também tem suas vantagens, suas alegrias, seus sorrisos, sua satisfação. Também é gostoso demais gritar pelo grupo emocionadamente a cada concurso, ser a equipe de apoio, ser o ombro que suporta as decepções e que está ali para ajudar o grupo a sacudir a poeira com palavras de incentivo, ser aquele que vai comprar cartões, invés de ser mais um a precisar vender (rsrs).

E o mais importante, em qualquer circunstância, é lembrar que em primeiro lugar devemos escutar o que diz nosso coração. Ele é quem dita nossas vontades, e dar razão à ele é essencial quando queremos encontrar o ponto de equilíbrio de nossas vidas.

Seja feliz. Acredite e viva teus sonhos na maior intensidade que puder.
E recue, quando sentir que é isso que deves fazer.

A aposentadoria chega pra todos um dia...

Um beijo, e ótima semana!!!


Fonte: blog Cantinho Gaúcho, de Carolina Bouvie

Nenhum comentário

Ads Place