Glau Barros Canta Clara Nunes no Espaço 373 neste sábado


Barros irá lançar seu primeiro CD, em breve. Foto Rafael Guerra - Glau Barros Especial Clara Nunes

Depois de exitosas apresentações na Região Metropolitana de Porto Alegre e interior do Rio Grande do Sul, retorna a Porto Alegre o espetáculo musical Glau Barros Especial Clara Nunes. Neste trabalho, a cantora Glau Barros, considerada pela critica como uma referência do samba no Estado, homenageia esta que foi uma das maiores intérpretes brasileiras de samba de todos os tempos. O show ocorre neste sábado, dia 15 de setembro, às 21h30min, no Espaço 373. Um time de peso acompanha a artista: Silfarnei Alves (violão), Alemão Charles (cavaquinho), Marco Farias (teclado), César Audi (bateria) e Cassiano Miranda (percussão).

Clara Nunes (1942-1983) é uma das estrelas mais influentes da história da MPB, tendo se consagrado como uma das vozes mais representativas do samba no Brasil. Ganhou relevância no cenário musical brasileiro em 1971 ao lançar o LP "Clara Nunes", primeiro dos quatro produzidos pelo radialista Adelzon Alves. A partir de então, assume estética audiovisual de cantora essencialmente brasileira, agrega outros ritmos populares ao seu repertório e começa a fazer história, inclusive se destacando como a primeira cantora a gravar sambas-enredo. Morta precocemente em 1983, deixou um legado de belas canções e uma legião de fãs.

No repertório que Glau Barros selecionou para este show, estão Tristeza Pé no Chão, Conto de Areia, O Mar Serenou, A Deusa dos Orixás, grandes sucessos da sambista, mas Glau Barros promete cantar títulos menos conhecidos, o lado “B” da cantora, como Esse Meu Cantar, Moeda, Tudo é Ilusão, entre outras.

Glau Barros vem conquistando, a cada apresentação, novos fãs e seguidores. Seu repertório é vasto e pode ser conferido em outros shows, como "Samba - Eu Canto Assim!" ,  "De Amores e Sambas" e "Alô, Alô, Elis Regina". Atualmente, finaliza seu primeiro CD, intitulado "Brasil Quilombo", que tem  produção musical e arranjos do maestro Marco Farias e direção musical de Gelson Oliveira. Neste trabalho, Glau interpreta grandes compositores, como Zé Caradípia, Gelson Oliveira, Zilah Machado, Pâmela Amaro, Edison Guerreiro Soares, Nelson Coelho de Castro, Antônio Villeroy, entre outros.

Sobre a artista, assim falou o jornalista Juremir Machado da Silva: "Faz horas que estou para escrever isto: o Rio Grandeo do Sul tem uma nova dama do samba. Se preferirem, uma dona do samba. É a cantora Glau Barros. No final do ano passado, levamos o escritor martiniquense Patrick Chamoiseau, prêmio Goncourt pelo grande romance Texaco, para ouvir Glau num bar da Cidade Baixa. Ele ficou extasiado. Chamou-a  de rainha do samba e elogiou o poder de sua voz. (....) Glau foi atriz durante um bom tempo. Andou cantando, muito bem, MPB. Finalmente abraçou o samba com sua voz envolvente. Ela vai bem interpretando sucessos de Elis Regina ou dando novos ares aos clássicos do nosso genial Lupicinio Rodrigues. (....) Para destacar o talento de alguém não é preciso fazer comparações, mas estas podem ajudar a passar a mensagem com mais facilidade: Glau Barros não perde em nada para Teresa Cristina. Te liga, Caetano Veloso. Alô, Chico Buarque de Hollanda. Glau faz a gente repetir aquele clichê que vale para Nei Lisboa e valia, na poesia, para Mario Quintana: se vivesse no Rio já era sucesso nacional. Por que não ser daqui mesmo? Toda aldeia agora é global". (Correio do Povo, em 08/03/2017).

Sobre Glau Barros

Glau Barros desenvolve uma intensa e permanente carreira profissional desde 1990, tendo se apresentando em alguns dos principais palcos do Rio Grande do Sul e de outros Estados brasileiros. Também é atriz, integrando o Grupo Caixa-Preta, onde atuou nos espetáculos "Hamlet Sincrético" (pelo qual foi indicada ao Prêmio Açorianos de Melhor Atriz Coadjuvante), "Antígona BR" e, mais recentemente, "Ori Orestéia". No cinema, protagonizou o curta-metragem "Antes Que Chova", de Daniel Marvel, e o atuou no longa-metragem "Anita", de Olindo Estevam. Na música, protagonizou shows e musicais, como "Night Club - o Musical", "Ta-hí Carmen Miranda", "Os Malandros", "Prato Feito - Você tem fome de quê?", "Glau Barros Canta Elis Regina", "Estandarte do Samba", "Play Blacks", "Noite dos Lobos - Canções de Lupicínio Rodrigues", "De Amores e Sambas", "Glau Barros - Especial Clara Nunes", "Glau Canta Elis", todos apresentados em teatros e espaços culturais de referência de Porto Alegre e demais municípios do Rio Grande do Sul.

MAIS INFORMAÇÕES, ACESSE:
https://www.youtube.com/channel/UC2lb8eTdVeucoKKptYX-jvA
https://www. facebook.com/glaubarrosoficial/?ti=as
Instagram: @glau.barros

SERVIÇO:

Show: Glau Barros Especial Clara Nunes
Data: 15 de setembro de 2018, sábado.
Local: Espaço 373, Rua Comendador Coruja, 373, bairro Floresta, Distrito Criativo de Porto Alegre
Ingressoss antecipados: Couvert R$ 30,00 no Espaço 373 e na Lancheria do Parque (Av. Osvaldo Aranha, 1086 )
Ingressos no dia do show: R$ 35,00
Reservas e informações: Tel. 99580 2772 | 98142.3137
Horário de abertura do local: 20h
Horário do show: 21h30min


Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 8679-4)

Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.