"A Tese O Sentido e o Valor do Tradicionalismo Gaúcho, de Barbosa Lessa

Inicie sua apresentação, de forma sucinta, apresentando ao público os primórdios do Movimento Tradicionalista organizado e todo contexto do Grupo dos Oito e da Ronda Gaúcha – atitudes extremamente fundamentais para termos tal presente. Após, mencione o quanto isso influenciou para a criação das entidades tradicionalistas serem fundadas por todo Rio Grande e como a própria população encontrou um meio de normatizar e promover um encontro de confraternização, trocas de ideias, apresentações de trabalhos, entre outros, para correlacionar o gauchismo realizado nos quatros cantos do estado.

Seguindo essa ordem cronológica, é que você citará as atividades do 1º Congresso Tradicionalista, realizado em Santa Maria, bem como o que ele deixou de legado para a sociedade sul-rio-grandense, e claro, como é seu tema, enfocará na tese apresentada por Barbosa Lessa com o título de O Sentido e o Valor do Tradicionalismo Gaúcho. Sabemos que não há pessoa melhor para falar de um trabalho sem ser o próprio autor, porém Barbosa Lessa ao nos deixar fisicamente e partir para outro plano espiritual, entregou a cada tradicionalista um pedacinho do seu coração e do orgulho em que sentia ser filho do Rio Grande! Suas obras escritas a 60 ou 40 anos atrás, tornam-se sempre atuais, possibilitando a aplicabilidade no cenário mundial, logo, é um dos maiores presentes para o movimento!

Quando você discorre sobre a tese, é importantíssimo que você não esqueça alguns aspectos que são muito bem escritos no trabalho:

· A desintegração da Sociedade: onde o autor menciona que os grandes centros urbanos estão fortemente recebendo influências de fenômenos que contribuem para a população perder sua essência e desnortear-se, tais como números expressivos de violência, crimes, adultérios, entre outros. Ainda, é importante você ressaltar que dentro dos CTG’s não encontramos estes aspectos que desintegram a sociedade e por isso, é um dos melhores meios para se criar a nova geração.

· Os dois fatores dessa desintegração: A) o enfraquecimento do núcleo cultural – partindo da ideia central do autor onde 'o cerne cultural dá, aos indivíduos, a unidade psicológica essencial ao funcionamento da sociedade', atribui-se a causa dessa desintegração à falta de assistência aos núcleos culturais, bem como a perpetuação e desenvolvimento destes. Logo, se tivermos um núcleo cultural coeso e solidificado em seu objetivo principal, dificilmente as alternativas estariam postas com fácil acesso. B) o desaparecimento dos grupos locais – o autor atribui como as unidades sociais mais importantes e transmissoras de cultura, a família e o grupo local. Se estes estiverem presentes na vida do cidadão e no desenvolvimento desde criança, com toda certeza não terá o desvio pelas alternativas desintegram a sociedade. Lessa apresenta como grupo local e núcleo cultural, o próprio meio tradicionalista e as entidades que o compõe, responsáveis pela construção de valores morais e éticos do povo gaúcho. Neste panorama, você pode falar das atividades que a sua entidade promove pensando no bem coletivo da sua comunidade local.

· As duas grandes questões do tradicionalismo: A) atenção especial às novas gerações – devendo o tradicionalismo operar e manter forte a base de toda a estrutura organizacional objetivando o futuro e o desenvolvimento de tal sociedade, uma vez que as crianças serão as próximas ocupantes dos cargos diretivos, realizando um paralelismo também da força que a juventude deve demonstrar em seus princípios, ideias e atividades, uma vez que não representa apenas o futuro, mas o presente atuante! Você como jovem, como prenda de faixa ou peão de crachá, deve procurar mencionar ações que desenvolve pensando na coletividade do nosso meio, bem como – se sentir à vontade – demonstrar sua opinião da importância do jovem no Movimento. B) assistência ao homem do campo – é um dos aspectos que Barbosa Lessa mais atenta na tese, uma vez que se compromete em dizer que a nossa tradição não pode virar 'fantasia' e cair no paradoxo de que teoricamente devemos reviver o 'monarca das coxilhas', enquanto na prática sequer sabemos como anda os 'gaúchos de antigamente', do interior e que vivem diariamente a lida do campo. Neste momento, é fundamental salientar as atividades que a sua entidade realiza, por exemplo, para resgatar estas pessoas e inseri-las dentro do nosso meio, como palestras com guasqueiros, alambradores, marcadores de gado ou uma simples roda de mate com quem ainda pratica ordenha, etc.

Em todos momentos que você se referir à tese ou ao que nela está contido, seria diferente se você buscasse exemplificar ou comparar com o presente, demonstrando para a comissão avaliadora, para o público que lhe assiste, mas principalmente para você, seu poder argumentativo e de reflexão com o que mudou em nossa sociedade de 1954 até 2017! Barbosa Lessa foi um dos grandes ícones de nosso Movimento, você pode relatar brevemente sobre sua biografia, afinal comentar sobre este tema seria um grande presente destinado à você! Lembre-se sempre, que não somente na tese, em outros trabalhos e na vida, nosso saudoso amigo sempre comentava da importância de mantermos a essência: e este é a maior contribuição e conselho que podemos dar à você! Independente das circunstâncias em que você estiver ou do que você tem a apresentar, jamais perca a sua essência! É isto que dá vida à você e é isto que moverá você alcançar seus objetivos, então quaisquer sejam os momentos, mantenha o que você verdadeiramente é! Somente assim, mantendo a nossa essência, não esquecendo a nossa origem e preservando os nossos valores morais, é que o Movimento Tradicionalista Gaúcho atingirá os próximos 50 anos! Sejas feliz!

Prendas Adultas do Rio Grande do Sul 2017/2018."


Fonte: blog Cantinho Gaúcho, de Carolina Bouvie
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: