Claudio Knierin, que foi diretor do IGTF na gestão de Rodi Borghetti, viu e fotografou um descaso com nossa cultura. Aliás, descaso com a cultura tem sido algo banal neste governo. Segundo Claudio um caminhão estava sendo carregado com o acervo do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, entidade recém extinta, e peças de valor histórico eram tratadas como lixo. Eis o que o ex-funcionáio postou nas redes sociais: 

"É urgente. Trabalho no Centro Administrativo do Estado e percebi que estão removendo o acervo da extinta Fundação IGTF sem o menor critério técnico, isto é, com acompanhamento de arquivistas e museólogos.

Encontrei originais em papel vegetal do grande artista Edison Acri, roteirista, cenógrafo, figurinista de inúmeros filmes brasileiros e gaúchos, como "Negrinho do Pastoreio", "Pára Pedro", "Não Aperta, Aparício" etc..., junto ao lixo.

Parte da correspondência de 1976 com argentinos e uruguaios eu retirei da lata do lixo. É a nossa história que está se perdendo."

 Resta que alguém encarregado por tal "mudança" se manifeste em relação ao citado acima.



Fonte: blog do Léo Ribeiro
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: