Gabriel Ferreira, entre sorrisos e lágrimas, agradeceu a todos que acreditaram e lhe apoiaram nesta conquista
Foto: Beatriz Colombelli / Folha do Mate


"Nunca se pode desistir. As decepções são degraus que formam a escada para o crescimento e a realização dos sonhos'

Da bandeira do Rio Grande do Sul e da égua Moura, Gabriel Ferreira, não se apartou no domingo, 9, à tardinha. Tampouco a chuva o impediu de cumprir a sua promessa: adentrar Venâncio Aires de a cavalo com o crachá de um dos Guris do RS. Afinal, o amor pela Tradição Gaúcha e o cavalo vivenciado em família, há 16 anos, foram também decisivos na conquista do tão sonhado título que alcançou no 29º Entrevero Cultural de Peões. Com a nota 96,300, ele conquistou o crachá de 3º Guri Farroupilha, na madrugada do último domingo, após dois dias de provas, quando concorreu com mais 21 candidatos na categoria. 

Pedro Ernani Dornelles lago, com a nota 97,300, levou o título de 1º Guri para São Borja. Ele que representou a 3ª RT e o CTG Tropilha Crioula. Para completar o trio, o crachá de 2º Guri foi para Eduardo Morais Brum, do CTG Sincero Lemes, de Vila Nova do Sul.

O evento realizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), ocorreu entre os dias 6 e 8, em São Sebastião do Caí. Representando a 24ª Região Tradicionalista (24ª RT), e o Centro de Pesquisas Folclóricas (CPF) Terra de Um Povo, agora ele também é do estado na gestão de Peões, Guris e Piás 2017/18.

O título máximo de Peão Farroupilha foi conquistado por Jhonatã Leindecker, da Sociedade Lomba Grande, de Novo Hamburgo, que vai liderar a gestão composta por três vencedores em cada categoria. A partir de agora eles passam a fazer parte dos eventos oficiais do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) e a multiplicar conhecimentos por todo o estado. O primeiro compromisso do grupo será dia 13 de maio, na sede do MTG, quando eles serão apresentados, oficialmente, à diretoria e ao casal responsável que vai acompanhá-los, neste ano, pelo estado.


'Experiência e tranquilidade'

Gabriel destaca que estava tranquilo e também a experiência de outras edições foram fundamentais para a conquista. Ele acrescenta que muito estudo, junto com a maturidade também contaram no desempenho, para alcançar a nota final de 96,300, somatório das provas: escrita, oralidade, artística e campeira, além do relatório de Vivência Tradicionalista.

Para o estudante do 3º Ano do Ensino Médio do IFsul, a vivência que vem de berço, o apoio da família e amigos, o amor pela tradição, foram sempre o seu alicerce. "Persistência naquilo que se busca e o crescimento a partir dos desafios, são diferenciais que se leva para toda a vida."


1º Peão: Jhonatã Leindecker - Sociedade Lomba Grande, Novo Hamburgo (30ª RT)
2ª Peão: Sthéfano Marçal Jaques - CTG Oswaldo Aranha, Alegre (4ªRT)
3º Peão: Robson Tomas Ribeiro - CTG Tropilha Crioula, Tuparendi (3ª RT)

1º Guri: Pedro Ernani Dornelles Lago, CTG Tropilha Crioula, São Borja (3ªRT)
2º Guri: Eduardo Morais Brum, CTG Sincero Lemes, Vila Nova do Sul (13ª RT)
3º Guri: Gabriel Ferreira - CPF Terra de Um Povo, Venâncio Aires (24ªRT)

1º Piá: Saullo Guilherme dos Santos Dutra, CCTG Lila Alves, Pinheiro Machado (21ªRT)
2º Piá: Gustavo de Souza Moreira - CTG Mata Nativa, Canoas (12ªRT)
3º Piá: Rafael Pereira da Costa - DTG Clube Juventude, Alegrete (4ª RT)


Fonte: portal Folha do Mate
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: