Foto: Estampa da Tradição

Buenas gauchada! 

Que o Chico Sapateado é uma baita dança, isso é com certeza!

Que tu conheces o Chico Sapateado, isso também tenho certeza! 

Mas agora, as 7 COISAS abaixo, não é pra qualquer um! 

Então fica esperto, CONTINUA A LEITURA e depois comenta lá no nosso FACEBOOK se tu sabia alguma dessas ou não... 

Buscamos todas informações no livro “Danças Tradicionais Rio-grandenses: Achegas” de João Carlos Paixão Côrtes.

1 – O Chico Sapateado levou 11 anos de pesquisa para ser descoberto. 

“Quando em 1950 subimos os Campos de Cima da Serra e estendemos nossa viagem à Região do Planalto para estudarmos o folclore dessas regiões do Estado, levávamos em nosso fichário de pesquisa, entre inúmeros nomes de dançar que procurávamos, referências sobre uma, conhecida pelo nome de “Chico”. Não poderíamos imaginar que somente em 1961, após onze anos de interruptas investigações, nos fosse possível reconstituir dois motivos coreográficos e musicais, sob um mesmo tema.”
 

2 – O Chico não foi dançado só no Rio Grande do Sul.

“Mas o motivo parece não ter sido bailado somente no Rio Grande do Sul. O folclorista Renato Almeida inclui o “Nho-Chico” entre as danças do fandango paranaense. Alveu Maynard de Araújo descreve um “Chico” que assistiu em Cananéia, São Paulo. Em Santa Catarina também registra-se, ainda nos dias atuais, dança em que os participantes executam movimentos semelhantes ao nosso Chico do Porrete.”


3 – Existe mais de um Chico que foi dançado por aqui no Rio Grande.

“Entre outras danças do antigo Fandango Gaúcho, vamos encontrar citado por Cezimbra Jacques e Coruja: o “Chico”; “Chico Puxado” e o “Chico-de-rondas” (Chico-de-roda)”


4 – Gravação de LP para ensino de danças.

“Eis, em pinceladas, como se comporta o “Chiquinho” que foi por nós gravado (com efeito de sapateios) em 1970, para o LP Paixão Côrtes.”


5 – Quais os nomes dos principais informantes dessa dança?

“Segundo alguns informantes como João Marciano dos Santos e Pedrinho Vieira, as melodias de alguns dos “Chiquinhos” eram cantadas.”


6 – O Chico era brother de um galo véio que peleou aqui na Guerra dos Farrapos. Pra isso, como prova, a seguinte quadrinha:

“Garibaldi foi à missa no seu cavalo alazão
O cavalo entrupicou, Garibaldi foi ao chão!”
Ta bueno, talvez não era tão parceiro assim........


7 – A dança só termina quando alguém comandar o fim, logo, se o posteiro esquecer, segue o baile eternamente!

“A dança tem continuidade ao bel prazer do mestre sala.”

Para saber mais, clique aqui.


Fonte: portal Estância Virtual
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: