O que o futuro revelará sobre o Avaliador Gaúcho?

Nos últimos dias nos encontramos novamente com o Avaliador mais zueiro da internet, que nos passou algumas barbadas para o ano que vem. Nem tudo pudemos colocar aqui, mas aproveitamos e questionamos algumas coisas a mais, principalmente sobre a história da página.

Então che, CONTINUA LENDO, e confere o que conversamos com o Avaliador Gaúcho.

"Por que tu decidiste começar, e o que mudou lá do teu lançamento até hoje?"

Hoje em dia, mesmo nós tradicionalistas, estamos sempre conectados, navegando na internet, redes sociais, lendo, rindo... mas o conteúdo referente ao que gostamos de fazer - dançar - era muito escasso, pouco se falava. Então resolvi eu mesmo gerar este conteúdo, falando no nosso dia a dia no CTG. O pessoal logo se identificou e o perfil foi crescendo no Twitter, aí fui fazendo paralelamente nas outras redes sociais, como Facebook e Instagram.

"Como foi o ano de 2016 pra ti, de modo geral, dentro do tradicionalismo?"

Eu gostei. Penso que o movimento vem se modernizando, mas sem perder o conceito de "tradicionalismo". O novo presidente vem dialogando bastante e me parece enxergar que temos que avançar nos "galpões virtuais". Por exemplo, divulgar no site do MTG o resultado dos eventos. Que a entidade responsável pelo rodeio envie de forma automatizada para o site do MTG os resultados, logo após serem divulgados no evento. É uma ideia.

"O que tu sente falta dentro do tradicionalismo?"

Integração entre as entidades. É muita competição. Sejamos mais amigos. E também dançar por ter o prazer de cultivar nossas tradições e não somente para vencer o adversário.

"O que se pode esperar do Avaliador para 2017?"

Muita brincadeira, diversão e quem sabe novidades em vídeo.

"Muitas páginas estão começando, principalmente se muito no Twitter com um apelo bem parecido com a do Avaliador, que é pegar imagens de coisas que estão acontecendo todos os dias, e transportar para o mundo do CTG. Como tu vê esse fenômeno acontecendo? Não achas que faz parte de uma 'inovação' vinda de ti?"

Sim, muitos vieram com a correnteza. Mas isso é bom. Que venham mais e mais. Sempre divulgando e engrandecendo nosso movimento, nossa cultura. E se eu puder ajudo todos.

"Para encerrar, alguma palavra final?"

Fiquei muito lisonjeado com o convite deste grande site, Estância Virtual, que vi nascer. Desde o início vi muito potencial, conteúdo rico de valor. Desejo que sigas em frente, nos trazendo conhecimento do "nosso mundo" e da nossa cultura. Um forte abraço e um próspero 2017 a todos os tradicionalistas. 

Assim então gauchada, fica o abraço a todos os amigos, e gracias ao nosso parceiro Avaliador Gaúcho que tanto nos ajudou neste ano!


Fonte: portal Estância Virtual.
Para saber mais, clique aqui.

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.