Desde que fizemos nossa Cavalgada de São Francisco de Paula a São Jorge da Mulada, Criúva, na inauguração do Memorial Irmãos Bertussi (foto acima), a minha mania de perfeição em relação as formas dos monumentos - não gosto da arte moderna - me dizia que algo não estava proporcional naquelas representativas estátuas destes dois imortais artistas de cima da serra.



Ontem, feriado, tirei o dia para pesquisar monumentos de artistas rio-grandenses e, novamente, meus olhos se prendem neste memorial. Pensei que pudesse ser o corpo fino e esguio do Adelar Bertussi (a esquerda, tocando). Mas acho que não. O que realmente está desproporcional é o tamanho da gaita. Ela parece gigante, principalmente o teclado. Ou será que são meus olhos?


Olhando de frente o teclado parece maior ainda. Não sei se é isto mas tem algo estranho nestas formas. Ou ele está muito magro, ou a gaita está enorme. E me bateu uma tristeza ao perceber que, mesmo numa área particular, com moradores na volta, o vandalismo deu ôh de casa por aquelas bandas. Deem uma bombeada no letreiro. Aí é brabo.



Fonte: blog do Léo Ribeiro
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: