Tambo do BandoNa primavera de 1986, em Porto Alegre, a reunião de cinco amigos, liderados pelo jornalista, escritor e letrista Luiz Sérgio Metz (Jacaré), marcou a fundação do grupo musical Tambo do Bando.

Antes de chegarem à Capital eles moraram em Santa Maria, onde se conheceram. Vinham de várias regiões do Estado, mas tinham em comum um grande sonho: fazer uma música regional diferenciada, “com o pé no galpão e a cabeça na galáxia”, como definiu um dia Jacaré.

Beto Bollo, Carlos Cachoeira, Jacaré, Texo Cabral e Vinicius Brum foram a primeira formação da banda. Logo em seguida, entraram o baterista Kiko Freitas e o compositor Marcelo Lehmann. Kiko participou do primeiro disco e depois saiu. Marcelo permanece no grupo até hoje.

O show de estreia foi em Porto Alegre, em 1987, no Teatro de Câmara, e trouxe ao grupo um novo integrante, o ator e diretor cênico Marcos Barreto (1959-2011). Com dois discos gravados, Ingênuos Malditos (1990), e Tambo do Bando (1992), o grupo revolucionou a estética da música regional gaúcha.

Foi o grande vencedor de vários festivais, entre eles o Festival Sul-Americano de Nativismo Musicanto, de Santa Rosa (1988). Conquistou mais de 50 troféus de Melhor Conjunto Vocal nos festivais em que participou. Sérgio Jacaré foi contemplado várias vezes como Melhor Letrista e recebeu o Prêmio Açorianos de Música, concedido pela Secretaria Municipal da Cultura da Prefeitura de Porto Alegre, nesta categoria, em 1991.

A canção Um Mate por Ti foi escolhida a Melhor Música da Década – Prêmio IGTF-Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, em 1987 e, no mesmo ano, o grupo foi eleito pela imprensa gaúcha o Melhor Grupo Vocal e Grupo Revelação do Rio Grande do Sul. Em 1989 recebeu destaque da imprensa como Melhor Grupo do ano e Sérgio Jacaré como Melhor Letrista.

Voltado ao gênero Regional, com dois discos gravados o Tambo do Bando inovou a música do Rio Grande do Sul ao unir sonoridades e linguagens universais à temática nativista. Apresenta influências de importantes nomes e grupos do cenário musical gaúcho, brasileiro e internacional, que combinam vários gêneros e estilos, passando por Paulo Ruschell, Astor Piazzolla, Beatles, U2, Atahualpa Yupanqui, Mercedes Sosa, Aparício Silva Rillo e Vivaldi, fato que explicita o ecletismo característico do Tambo do Bando.

As músicas do Tambo, em especial, não falam de um passado fantasioso de um tipo social ideal montado a cavalo, chamado gaúcho, e sem ligações práticas com o dia a dia dos ouvintes. A temática das canções aborda a história do Brasil e do mundo; emoção, estranhamentos e conflitos sociais e humanos.

Os compositores Beto Bollo (voz e violão), Carlos Cachoeira (voz e violão), Marcelo Lehmann (voz e piano), Texo Cabral (voz, harmônica e flauta) e Vinicius Brum (voz e violão) formam o Tambo do Bando. Nos palcos, recebem como músicos acompanhantes Duca Duarte (contrabaixo), Paulinho Goulart (acordeon) e Pirisca Greco (bateria). A direção artística é assinada por Diego Múller e a produção e assessoria de imprensa por Dinorah Araújo Produções.
 
 

Metas do Projeto

- Show comemorativo 30 Anos - Dia 1º. de dezembro – 21h - Teatro do Centro Histórico-Cultural da Santa Casa – Av. Independência, 75 – Centro Histórico - Porto Alegre

- Álbum Duplo - CD Ingênuos Malditos e CD Tambo do Bando. (Resgate dos LPs homônimos)

- Homenagem ao letrista do grupo, escritor e jornalista Sérgio Jacaré Metz pelos 20 anos de saudade

Recompensas

As recompensas serão entregues no Teatro do Centro Histórico-Cultural da Santa Casa de Porto Alegre no dia 1º. de dezembro de 2016, data da apresentação do show. As pessoas que não puderem apanhar suas recompensas nesse dia deverão entrar em contato com a produção para combinar a forma de recebimento das mesmas.

As oficinas de Musicalização e Canto são inclusivas e serão ministradas para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social (20 participantes por oficina).

Créditos

Foto: Cláudio Etges

Produção de Vídeos: Cláudio Piedras Produções

Contatos com a produção

Dinorah Araújo
Telefone +55 (51) 3311.6677 e 9964.5492
E-mail: dinorah@cpovo.net
Skype: mdatuar
www.facebook.com/dinoraharaujoproducoes/



Fonte: portal Traga seu show
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário: