Crédito: Divulgação

Três grandes nomes da música regional gaúcha estarão reunidos no palco, dia 28 de julho, em Pelotas: o 5º Encontro de Fronteira, com Luiz Marenco, Leonel Gomez e Joca Martins, será às 20 horas, no Sesi Pelotas, dentro da programação da 2ª Mostra de Dança, Teatro e Circo. O evento tem por objetivo levar a arte com acesso gratuito e priorizar o coletivo abordando diferentes linguagens artísticas e fornecendo oportunidades para explorar o circo, a dança, a música e o teatro. A entrada é franca, mediante a doação de um quilo de alimento não perecível!

A programação está prevista para começar às 18 horas, com o Grupo Oigalê e o espetáculo Negrinho do Pastoreio – Livre adaptação do Capítulo XXI do livro “Dom Segundo Sombra” de Ricardo Guiraldes, mais conhecido como Ferreiro e a Morte. É um espetáculo de teatro de rua, para todas as idades, que estreou em setembro de 1999, já tendo realizado 520 apresentações para mais de 130 mil pessoas, em diversas cidades do Brasil.

Às 20 horas será a vez do 5º Encontro de Fronteira com Luiz Marenco, Leonel Gomes, Joca Martins:

Luiz Marenco tem mais de 30 anos e 20 discos, começou a se interessar pela música aos 8 anos de idade, quando ganhou seu primeiro violão. Sua carreira profissional iniciou em 1988, quando começou a participar de festivais, o que lhe rendeu grandes conquistas em âmbito regional. Seu canto já percorreu vários estados como Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Goiás, Brasília e Tocantins, assim como na Argentina, Uruguai e Paraguai, fazendo apresentações ao lado Santiago Chalar e espetáculos e gravações com Pepe Guerra e Jorge Nasser(cantores do folclore Uruguaio), além de gravações com Antonio Tarrago Ros e Ramon Ayala da Argentina .

Leonel Gomez destaca-se na nossa música pelo forte sotaque e personalidade musical de um cantor de fronteira, já que se criou e está até hoje radicado na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, em Sant’ana do Livramento, divisa do Brasil com o Uruguai. Sua trajetória na música regional não é diferente da sua atual localização geográfica pois o cantor de sotaque “doble-chapa” tem seu trabalho bem recebido e compreendido em diversos estados além do Rio Grande do Sul, a exemplo disso o artista apresenta seu show amanhã no Galpão do Chasque em Curitiba – PR

Joca Martins esta a 27 anos nas estradas do nativismo é considerado um dos maiores nomes da música gaúcha. Foi trilhando as estradas do Rio Grande do Sul, desde 1986, entre festivais e apresentações, que conquistou diversas premiações. Entre elas se destacam o “Troféu Vitor Mateus Teixeira – Teixeirinha”, de Melhor Cantor, em 2005; o troféu “Açorianos”, também como Melhor Cantor, em 2012; dois Discos de Ouro pelos álbuns “O Cavalo Crioulo” e outro pelo CD “Clássicos da Terra Gaúcha”. Joca Martins foi citado pelo imortal Jayme Caetano Braun como “um intérprete que possui o indispensável ao cantor crioulo: autenticidade”.

SERVIÇO
O quê: 5º Encontro de Fronteira, dentro da 2ª Mostra de Dança, Teatro e Circo
Quando: 28 de Julho, às 20 horas (Mostra começa ás 18h)
Onde: SESI Pelotas (Bento Gonçalves,4823 – Centro – Pelotas)
Ingresso: Entrada Franca mediante 1 kg de alimento não perecível

Realização: Ministério da Cultura – Governo Federal
Patrocínio Máster: Atacadão
Produção Cultural : Danna Produções.


por Tânia Goulart
Fonte: portal ABC do Gaúcho
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário: