Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE

Custom Header

{fbt_classic_header}

Últimos chasques

latest

Galvão Bueno e sua paixão pelo Rio Grande do Sul

O narrador, de bota e bombacha recorrendo seus vinhedos Galvão Bueno, apresentador e narrador da Rede Globo, em virtude do jogo da sel...

O narrador, de bota e bombacha recorrendo seus vinhedos

Galvão Bueno, apresentador e narrador da Rede Globo, em virtude do jogo da seleção brasileira, esteve nos últimos dias pelo garrão do País e foi entrevistado no Jornal do Almoço, da RBS TV, aonde deixou claro sua paixão pelo Sul.

Proprietário de terras na campanha rio-grandense ele investiu na plantação de uvas, fez uma parceria com a Vinícola Miolo e hoje produz e comercializa os vinhos Bueno, um produto já premiado em diversos concursos do gênero. Além disso é grande apreciador do chimarrão e fã do nosso cavalo crioulo, motivos que o trazem, seguidamente, ao nosso Estado, aonde investe e gera empregos.

Galvão Bueno é uma figura polêmica. Um dos "artistas" mais bem pagos da Globo ele andeja entre o amor e o ódio das pessoas e isto deu para ser notado nas postagens do face book, uma rede social onde a maioria das pessoas se agrandam sobre todos os assuntos intitulando-se senhores da razão.

No meu entendimento a gente pode até divergir sobre o personagem Galvão Bueno mas jamais desconhecer que ele é uma pessoa pública reconhecida e respeitada no mundo inteiro.

Sempre aprendi que o gaúcho é um povo hospitaleiro, gentil, educado, mas o que vi de impropérios a este narrador que só demonstrou carinho por nossa chão foi algo que ultrapassou a linha do respeito.

Discordar de suas opiniões, como disse, é algo natural, eu mesmo faço isto, mas a agressão gratuita, talvez por inveja do status alcançado, não condiz com os costumes e com a história de nossa gente. 

Meu posicionamento quanto a isto (educação e hospitalidade) é o mesmo sempre, seja em relação a uma pessoa de renome ou a qualquer anônimo que visite o meu rancho ou o meu Estado.
Para ver o vídeo da participação do Galvão Bueno no Jornal do Almoço, CLIQUE AQUI.


Fonte: blog do Léo Ribeiro

Nenhum comentário