Grid

GRID_STYLE
FALSE
TRUE

Custom Header

{fbt_classic_header}

Últimos chasques

latest

Novo Cabrais: CTG e Prefeitura oferecem curso de Violão Gáucho

Via Mariéle Gomes Gross Aulas gratuitas são ministradas pelo instrumentista Marcello Caminha na modalidade à distância Uma iniciati...

Via Mariéle Gomes Gross

Aulas gratuitas são ministradas pelo instrumentista Marcello Caminha na modalidade à distância

Uma iniciativa inédita entre o CTG Presilha Pampiana e a Prefeitura de Novo Cabrais está oferecendo um curso de Violão Gaúcho gratuito para 15 pessoas. Esta é a primeira vez que um grupo se reúne com apoio da administração pública para aprender a tocar este tipo de instrumento. O curso é ministrado por um dos maiores instrumentistas do Rio Grande do Sul, Marcello Caminha, e é disponibilizado por uma plataforma digital de ensino e aprendizagem.

Neste modelo o aluno tem acompanhamento integral e diário do professor, acesso a todos os materiais onde e quando quiser além de poder cursar ao lado de colegas, alunos de todo o Brasil. A turma de Novo Cabrais é composta por 15 pessoas de nove até 62 anos de idade. O grupo se reúne na sede do CTG Presilha Pampiana nas terças-feiras para assistir as videoaulas com o professor Marcello Caminha e nas quintas-feiras para aprimorar a prática do instrumento em grupo.

Estes encontros contam com a monitoria do também aluno e secretário municipal de Meio Ambiente e Turismo, Agnelo Machado, que destaca que o objetivo do curso é despertar o interesse dos alunos pelo Violão Gaúcho, fortalecer e resgatar as origens da cultura e as origens musicais. “É um curso voltado para todos os públicos, desde aquele que nunca tocou violão, bem como aquele que já toca e quer aperfeiçoar o conhecimento, principalmente na técnica gaúcha de tocar violão”, afirma.

A metade do investimento para ofertar o curso é proporcionada pela Prefeitura de Novo Cabrais, através da secretaria de Educação, Cultura e Desporto e a outra pelo CTG Presilha Pampiana. O prefeito André de Lacerda acredita que estas parcerias são muito positivas, pois a administração também está empenhada para oferecer cultura para a população. “A música tem o poder de transformação e o Violão Gaúcho é uma forma de resgatar as origens e preservar nossa tradição. Que bom que possamos junto com o CTG oferecer este curso para a população”, destaca o prefeito.

O secretário de Educação, Cultura e Desporto, Valério Garcia, afirma que com essa parceria todos saem ganhando. “Essa parceria entre o CTG e a prefeitura vem a fortalecer o conhecimento dos nossos alunos integrantes da comunidade tradicionalista através da música, que é uma grande ferramenta para o aprendizado”, ressaltou.

A patroa do CTG Presilha Pampiana, Fabiana Becker Deicke destaca que sozinha a entidade não consegue desenvolver todas as ações que gostaria de oferecer a sociedade, mas que o prefeito tem sido um grande parceiro em todas as ideias disseminadas pela patronagem do CTG. “Esta parceria com a prefeitura tem tudo para dar certo e servir de exemplo para outras iniciativas. Agradecemos o apoio para desenvolver este projeto que há tempo pleiteávamos”, destaca.

O curso iniciou em abril e tem duração de seis meses. Durante a formatura dos participantes será realizado no município um show com Marcello Caminha. O músico vê esse curso como uma grande oportunidade e parabeniza a iniciativa inédita da prefeitura e do CTG. “Não tenho conhecimento de outro município que fez essa parceria para estudar a cultura gaúcha de forma online”, ressalta.

O CURSO E O PROFESSOR

Caminha ensina violão gaúcho há 18 anos, contudo, o curso Manual do Violão Gaúcho existe há dois. “É fundamental deixarmos paras a próximas gerações este conhecimento que é bastante oral. Não há muitos registros deste estilo e uma das minhas metas com o curso é catalogar este ensino no estado”, destaca o professor. Serão ensinados até o mês de outubro 14 ritmos gaúchos, os principais acordes e a montagem de um repertorio com 24 músicas tradicionalistas.

Segundo Caminha, para ensinar violão à distância sem o contato físico com os alunos é preciso ter uma metodologia específica. “O fundamento da metodologia à distância é o passo a passo. Em cada semana o aluno sobe um degrau. Assim que a gente trabalha e todos conseguem aprender gradativamente”, explica o músico. Ao final do curso os alunos receberão certificados e os mesmos estarão aptos para seguir profissão na música gaúcha.

Informações AI Novo Cabrais
Fonte: portal Dial.News

Nenhum comentário