Page Nav

HIDE
GRID_STYLE

Post/Page

Weather Location

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ad

Últimos chasques:

latest

Tradicionalistas equipam brinquedoteca do hospital de Jaguarão

Desenvolver e criar um ambiente de diversão para as crianças que enfrentam um momento difícil era o objetivo de um grupo de tradicionalistas da 21ª Região Tradicionalista, que em 2017 criou a Brinquedoteca do hospital de Jaguarão…



Desenvolver e criar um ambiente de diversão para as crianças que enfrentam um momento difícil era o objetivo de um grupo de tradicionalistas da 21ª Região Tradicionalista, que em 2017 criou a Brinquedoteca do hospital de Jaguarão, na divisa com o Uruguai.

Tudo começou quando Silvânia Zart Affonso assumiu a gestão da RT e tinha como objetivo ativar o departamento jovem, trazer os jovens para perto e desenvolver atividades sociais. Os departamentos jovens das entidades do município (PTG Pealo Amigo, PTG Raízes da Fronteira, CTG Lanceiros da Querência e APAE) foram os primeiros a abraçarem a causa e a partir daí surgiu a ideia de juntar os esforços e investir na Brinquedoteca.

O engajamento foi natural. A mobilização, segundo a coordenadora, deu-se pela amizade. “Moramos em uma cidade pequena, onde todos se conhecem. Nosso hospital se mantém funcionando graças à ajuda da comunidade. Como estou sempre pedindo, foi fácil mobilizar o pessoal, que já estava organizado”, afirma.

Para o hospital foram doados brinquedos, lápis de cor, folhas, livros e demais itens para as crianças se divertirem. Apoiaram a iniciativa o Grupo Quero-Quero (Granja Santa Maria), que fez ação social dentro do hospital, reformado e pintando; e a Estância Bandeira, doando um novilho, que depois de rematado transformou-se em mobília, lençóis, cobertas, cortinas e enfeites.

O momento da entrega foi emocionante. “Pudemos ver jovens envolvidos com o fazer bem sem ver a quem. Ter pessoas que trabalham de pá nas lavouras, que vieram da granja para reforma, jovens da APAE que tanto merecem nosso carinho sendo solidários, trazendo bancos e brinquedos, jovens das entidades que arrecadaram brinquedos novos, deixa um sentimento de que valeu a pena o esforço. Foi o jeito da 21 de fazer acontecer, unidos e fortes”, afirma.

Quem se beneficia com a obra?
Falar de saúde pública, falar de crianças hospitalizadas é sempre algo emocionante, por vezes triste, segundo Silvania. São crianças que, quando recebem algo comum e simples, tornam tudo muito valioso. A brinquedoteca no hospital veio para agregar e quem sabe incentivar, para que todos os hospitais pudessem ter um espaço como este e com isso dar alegria de uma forma cultural e ao mesmo tempo espontânea a quem está hospitalizada, afirma a coordenadora. “Quem se beneficia com a obra é o hospital ou os pacientes que vão usufruir, mas quem ganha com a ação somos nós da 21ª RT, que nos sentimos presenteados em ver um sorriso de cada criança e saber que, muito mais que tradição, estamos levando adiante a nossa cultura para um meio que necessita tanto!”, conclui.

Carta de Princípios
Os organizadores da iniciativa acreditam que ela esteja vinculada principalmente com o primeiro item da Carta de Princípios, onde Glaucus Saraiva escreve que devemos “Auxiliar o Estado na solução dos seus problemas fundamentais e na conquista do bem coletivo”.

Outras iniciativas
Os departamentos jovens continuam ativos, desenvolvendo ações no Asilo e nas escolas do município.

Texto: Sandra Veroneze | Foto: Divulgação
Fonte: portal do Jornal Eco da Tradição

Nenhum comentário

Ads Place