Page Nav

HIDE
GRID_STYLE

Post/Page

Weather Location

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ad

Últimos chasques:

latest

Lapidar-se! Construir-se sempre! A genialidade de Léo Ribeiro de Souza

O estudioso artista plastico, compositor, poeta, advogado e tradicionalista Léo Ribeiro de Souza construiu este troféu O Artista Plástico, Léo Ribeiro de Souza, desenvolveu um troféu para a 7ª Tertúlia Maçônica, que acontece dia …


O estudioso artista plastico, compositor, poeta, advogado e tradicionalista Léo Ribeiro de Souza construiu este troféu
            
O Artista Plástico, Léo Ribeiro de Souza, desenvolveu um troféu para a 7ª Tertúlia Maçônica, que acontece dia 11 de agosto, às 20h (no Teatro do SESC, Av. Alberto Bins 665, Porto Alegre, cuja entrada terá o custo social de um quilo de alimento não perecível), que nos remete a permanente mudança que temos que instalar em nossas vidas, nos reinventando a cada dia, lapidando nossa personalidade. Percepção fantástica. Veja o que ele diz sobre este troféu:


TROFÉU DA SÉTIMA TERTÚLIA MAÇÔNICA é um convite a lapidar-se como gaúchos e como pessoas.

Está na mão o Troféu da Sétima Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula. A bela escultura da artista plástica Cristina Silva Santos, de Santa Rosa, desenvolveu-se a partir de um desenho de minha marca feito especialmente para o evento. A ideia de uma pessoa se lapidando já existia mas fiz algumas mudanças, colocando pilchas gaúchas e um violão a meia espalda simbolizando a musicalidade e o lirismo poético de nosso povo.

Como tudo dentro da Ordem Maçônica é simbólico esse troféu também representa o quanto temos que nos lapidar até chegarmos a ser alguém como pessoas e, trazendo para nossa cultura regional, como gaúchos. Esta lapidação só acaba quando chegarmos aos pés, ao chão, a terra, de onde viemos e para onde voltaremos, ou seja, só termina quando morrermos.

Tal representatividade serve como uma luva para mim que busco ser alguém mais tolerante.... mas é difícil.

Serão distribuídos dez troféus iguais a este (um por poema) além de uma linda medalha a cada participante.


Poesias classificadas para  a 7ª Tertúlia Maçônica

CATEGORIA MAÇÔNICA

Poesia: Irmandade
Autor: Mario Amaral
Declamador: Mario Amaral
Amadrinhador: Ewerton dos Anjos Ferreira

Poesia: Quando o verso ganha asas.
Autor: Carlinhos Lima
Declamador: Fábio Malcorra
Amadrinhador: João Bosco Ayala Rodrigues

Poesia: Para ser Maçom
Autores: Rafael Paulo e Hermeto Silva
Declamador: Paulo Inda
Amadrinhador: Jaime Ribeiro

Poesia: A banhadora de sapos, torturadora de grilos.
Autor: Carlos Omar Villela Gomes
Declamadora: Suelen Mombaque Schneider
Amadrinhador: Rodrigo Cavalheiro

Poesia: Peregrino dos quatro elementos
Autor: Moises Silveira de Menezes
Declamador: Rodrigo Canani Medeiros
Amadrinhador: Juliano Javoski
 
CATEGORIA NÃO MAÇÔNICA

Poesia: Romance de estrada e estância
Autores: Vítor Ribeiro / Rosa Linn
Declamadores: Kelvyn Krug  / Julio Carlet
Amadrinhadores: Jean Carlo Godoy / Charlise Bandeira

Poesia: Destas heranças de campo
Autor: João Antônio Marin Hoffmann
Declamador: Pablo da Rosa
Amadrinhador: Jorge Araújo

Poesia: O Roubo de Santo Antônio
Autora: Joseti Gomes
Declamadora: Silvana Giovanini
Amadrinhador: Adão Quevedo

Poesia: Cartas a saudade
Autor: Caine Teixeira
Declamador: Jair Silveira
Amadrinhador: Gustavo Campos

Poesia: Os versos que eu extraviei
Autor: Marcelo Dávila
Declamador: Érico Rodrigo Padilha
Amadrinhador: Luidhi Moro Müller


Fonte: blog do Rogério Bastos

Nenhum comentário

Ads Place