Page Nav

HIDE
GRID_STYLE

Post/Page

Weather Location

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ad

Últimos chasques:

latest

Destaques dos Festivais de Poesia em 2017

Após uma breve hiato, voltamos a enfatizar o projeto Destaques dos Festivais, desta feita para revelar os nomes daqueles poetas, declamadores e amadrinhadores que sobressaíram-se nos Festivais de Poesia realizados no ano de 2017.


Após uma breve hiato, voltamos a enfatizar o projeto Destaques dos Festivais, desta feita para revelar os nomes daqueles poetas, declamadores e amadrinhadores que sobressaíram-se nos Festivais de Poesia realizados no ano de 2017.

Antes de elencar os agraciados, faz-se necessário relembrarmos os critérios que nortearam este nosso trabalho.

1. Foram considerados todos os festivais de poemas inéditos, de regional gaúcho, ou entendidos como tal independentemente de serem consagrados ou iniciantes, com maior ou menor projeção, em cujos regulamentos estejam previstas mostras de competição, com as obras concorrentes previamente determinadas por triagem;

2. Os eventos considerados neste levantamento foram: 
3º Esteio da Poesia Gaúcha, de Esteio;
8ª Querência da Poesia Gaúcha, de Caxias do Sul;
22ª Quadra da Sesmaria da Poesia Gaúcha, de Osório;
Seival Poético, de São Lourenço do Sul;
15º Bivaque da Poesia Gaúcha, de Campo Bom;
4ª Tertúlia da Poesia, de Santa Maria.

3. O critério para definição dos destaques foi, novamente, a cumulatividade, ou seja, a soma dos prêmios conquistados em cada categoria;

4. As categorias, ou modalidades, foram estabelecidas pelo autor do levantamento, o comunicador Jairo Reis, tendo por base aquelas normalmente adotadas nos referidos certames, qual sejam: Poeta, Declamador, Declamadora, Amadrinhador e Poesia.

5. Nesta edição, foi inserida a categoria Poesia do Ano, definida por um trio qualificado de avaliadores, a partir da análise dos seis poemas que conquistaram Primeiros Lugares.

6. Caso ocorra empate em alguma modalidade, o vencedor será aquele que tiver conquistado mais “Premiações”. Caso persista o empate, vence o que tiver mais “Primeiros Lugares”, e assim, sucessivamente.

7. Os vencedores de cada modalidade receberão um exemplar do Troféu Destaques dos Festivais, oferecido pelo comunicador Jairo Reis.

Dito isso, vamos a revelação dos Destaques dos Festivais 2017, no âmbito da Poesia.
 
Na modalidade Poeta com Mais Primeiros Lugares, o Troféu vai para aquele vate que conquistou Primeiro Lugar em três festivais:  3º Esteio da Poesia (O Mistério das Palhas), Seival Poético (Sobre Meninos e Trens) e 4ª Tertulia da Poesia (Sangrador).

O Poeta Com Mais Primeiros Lugares é  Carlos Omar Villela Gomes (foto).
 
Na modalidade Melhor Declamadora, a agraciada levou o troféu de Melhor Intérprete da 4ª Tertúlia da Poesia, de Santa Maria, ao defender o poema “Sangrador”.   Ela é também, a única mulher a conquistar o referido premio nos festivais de 2017.   

A Melhor Declamadora de 2017 é Liliana Cardoso (foto).
 
No quesito Melhor Declamador, destacou-se aquele que conquistou duas premiações de Melhor Intérprete, nos festivais:  8ª Querência da Poesia (Apelo de Vida ao Campo) e no Seival Poético (De Quem Faz Cavalo).

O Melhor Declamador de 2017 é  Érico Padilha (foto).
 
 
O Melhor Amadrinhador, conquistou dois primeiros lugares, na 8ª Querência da Poesia, de Caxias do Sul, e no 15º Bivaque da Poesia, de Campo Bom, tocando magistralmente o seu instrumento, Violino.

O Melhor Amadrinhador dos Festivais de 2017 é Douglas Mendes (foto).
 
Na modalidade Declamador com Mais Premiações, ocorreu um empate técnico entre dois intérpretes, ambos com três troféus ao longo de 2017.

Jair Silveira, que tem 1 segundo lugar e 2 terceiros, e Neiton Peruffo, que tem 1 primeiro lugar, 1 segundo lugar e 1 terceiro lugar. 

Valendo-nos dos critérios de desempate previamente estabelecidos, e considerando que apenas um dos declamadores conquistou Primeiro Lugar, não resta duvida que o Declamador com Mais Premiações em 2017 é Neiton Peruffo (foto). 
 
 
Na categoria Poeta com Mais Premiações, levamos em conta apenas as conquistas relativas a primeiro, segundo e terceiro lugares.  Sendo assim, respaldado pelo três primeiros lugares obtidos no 3º Esteio da Poesia, no Seival Poético e na 4ª Tertúlia, bem como um segundo lugar na 22ª Sesmaria, o Poeta com Mais Premiações em 2017 é Carlos Omar Villela Gomes (foto).
 
O último quesito previsto no Troféu Destaques dos Festivais 2017 é a Poesia do Ano.

 Delegamos a importante missão de defini-la, a um trio qualificado de avaliadores:  o compositor e poeta Léo Ribeiro de Souza, o declamador e poeta Loresoni Barbosa e o poeta e declamador Odilon Ramos.

Credenciados por notório conhecimento e sensibilidade, o trio de jurados analisou atentamente cada um dos poemas premiados com o Primeiro Lugar nos seis festivais realizados durante o ano que passou.

A obra escolhida pela comissão avaliadora, venceu a 22ª Sesmaria da Poesia Gaúcha de Osório.

No palco, ela foi defendida pelo declamador Pedro Junior da Fontoura e pelo amadrinhador Geraldo Trindade.

A Poesia do Ano nos Festivais de 2017 é "O Lobo", de autoria de Rodrigo Bauer.

Cumprimentamos a todos os participantes dos festivais de música e de poesia, bem como parabenizados especialmente aqueles que pareceram como Destaques neste nosso humilde e despretensioso trabalho.

Que as conquistas e o sucesso sejam maiores em 2018.

Agradecemos muito especialmente aos autores das fotos utilizadas nesta postagem, cujos nomes não nos foi possível descobrir.

Lembrando mais uma vez que a confraternização de entrega dos Troféus aos Destaques dos Festivais, de Música e de Poesia, acontecerá no dia 29 de março, a partir das 19 horas, no Estribo Hotel Estância, em Santo Antônio da Patrulha.

As presenças e a participação de todos os agraciados é fundamental para o brilho do evento.   

Em caso de utilização e reprodução destas informações, por favor, faça o devido crédito a autor do presente levantamento, o jornalista e comunicador JAIRO REIS.
 
 
Fonte: blog Ronda dos Festivais, de Jairo Reis

Nenhum comentário

Ads Place