Semana Farroupilha de Toledo traz como tema a força da mulher gaúcha



Das letras de canções ao papel histórico, da definição da prenda ao atual protagonismo feminino, a mulher - forte e batalhadora – contribuiu para a construção de sua história. Em Toledo, a 10ª Semana Farroupilha tem como tema “Com a força da mulher gaúcha, a chama da tradição não se apagará”. A programação inicia no dia 18 de setembro e segue até 23.

De acordo com a secretária de Cultura Magda Ritter, a justificativa para a escolha da temática é devido estar em evidência pautas como: valorização, violência e feminicídio. “Queremos homenagear não somente a gaúcha, mas também todas as demais mulheres”, relata ao acrescentar que a mulher representa o espírito de luta, união e garra. “Temos na história e em nossa sociedade verdadeiras heroínas. Mulheres que lutam por melhores condições para as suas famílias”.

Magda ainda explica que a equipe tem a obrigação de proporcionar novas informações para a população por meio da cultura e, por consequência, colaborar com a sua formação. “As pessoas devem compreender que a programação não é somente uma festa, mas um momento de conhecimento”, afirma ao complementar que a programação é uma homenagem aos pioneiros de Toledo, porque muitos são descendentes do Rio Grande do Sul.



PROGRAMAÇÃO
Em 2018, a Secretaria de Cultura organiza uma programação diversificada com shows, concursos de churrasco, desfile das prendas de todos os CTGs, desfile de encerramento e outras atividades. Uma programação especial também está sendo organizada para o dia 20 de setembro, quando comemora-se o Dia do Gaúcho.

Uma novidade para essa edição é o Acampamento Farroupilha Escolar. Os estudantes têm a oportunidade de conhecer a cultura e os acontecimentos durante a Revolução Farroupilha. “Propomos que alguns alunos passem no galpão e tenham a formação cultural, oficinas e degustação de pratos típicos”.



ORGANIZAÇÃO
A Secretaria está em trâmite de licitação à contratação de uma empresa para a organização da parte estrutural do evento. A equipe também aguarda a confirmação de alguns shows e participação dos CTGs. “Neste ano, convidamos Centros dos municípios que fazem parte da Amop”, informa Magda.

Nesta edição, conforme a secretária, por recomendação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (CMPDA), os animais não estarão presentes. Com relação às comidas típicas, a distribuição para toda a comunidade não deve acontecer, porém a Secretaria está organizando para que se mantenha essa tradição neste ano.

Fonte: Jornal do Oeste
Para ver a publicação original e outras matérias, clique aqui.

Marcadores:

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.