Sobre o Parque Bento Gonçalves



Instituição vinculada a Secretaria do Estado da Cultura o Parque Histórico General Bento Gonçalves foi criado através do Decreto Nº 21.624, em 28 de janeiro de 1972. Está localizado na antiga Sesmaria do Cristal, originada por uma doação de terras feita por D. João VI ao alferes Joaquim Gonçalves da Silva, pai do líder farroupilha Bento Gonçalves.

No seu interior foi construída, em 1976, junto às ruínas da casa original (casa em que o líder Farroupilha viveu parte de sua vida) uma réplica daquela que pertenceu ao General Bento Gonçalves. Nela existe um museu que conta com um acervo de objetos relativos à história do Herói Brasileiro Bento Gonçalves, Estância de Cristal e sobre a Revolução Farroupilha. Realizando esporadicamente Exposição de curta duração.

Com área de aproximadamente 280 hectares, o parque possui mata nativa, campos e banhados, com espaço destinado a acampamento. O fundo o parque é contemplado pelo Rio Camaquã. Além das ruínas da Casa original, o Parque possui uma possível trincheira da época da Revolução Farroupilha.

O que podemos constatar em visitas recentes é um estado de semi-abandono com mais exposição de animais empalhados do que documentos, registros ou peças que lembrem o grande líder farroupilha. Sempre com a mesma desculpa de que o Estado não tem verbas para restaurações necessárias, o tempo vai andando e poucos gaúchos conhecem ou visitam este ambiente que poderia ser um grande museu da Revolução.


Fonte: blog do Léo Ribeiro

Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.