Do tradicionalismo para a vida - Por Nádia Strate



Hoje publico o texto de Nádia Strate, que foi 1ª Prenda da 24ª RT na gestão 2004/2005, e hoje é apresentadora do Jornal do Almoço, na RBS TV.

"A melhor lembrança que tenho foi do meu primeiro concurso de prendas. Tinha apenas 4 anos e resolvi me candidatar a Prenda Mirim do CTG Rincão das Coxilhas de Teutônia. Lembro bem que não sabia fazer nenhum tipo de artesanato, ai resolvi pintar um desenho, e também não tinha, por exemplo, habilidades para arrumar o cabelo, mas tinha vontade de aprender e de estar ali.

A paciência dos avaliadores também chamou a minha atenção, entre eles, estava a Joice Trentini, que na época era Prenda Regional da 24ª RT. Ela me ensinou a colocar a flor no cabelo e junto com a Elizabeth Wessel - que também era Prenda Regional, me ensinaram a fazer o ponto cruz.

Ao fim daquela etapa, acabei sendo eleita a Primeira Prenda Mirim do CTG e dali em diante, passei a me envolver cada vez mais com o movimento tradicionalista gaúcho e aos poucos a família toda passou a participar e compartilhar esse sentimento tão forte que é o amor pela tradição.

Percebo a influência do tradicionalismo gaúcho na minha vida até mesmo na minha profissão. Se hoje tenho coragem pra apresentar um jornal ao vivo na televisão é porque já encarava microfone e público com 5 anos na declamação.

Depois disso, a interpretação e até mesmo a memorização dos versos facilitam a minha rotina. Além disso, uma vez tradicionalista, sempre tradicionalista. O amor nunca muda, não acaba, mas a rotina do trabalho me impede de estar envolvida no meio hoje. O que ameniza a saudade é acompanhar o Enart e de lá, conseguir equilibrar a cobertura jornalística e o amor pela tradição gaúcha."


Para saber mais, ver fotos e acessar a publicação original, clique aqui.

Fonte: blog Cantinho Gaúcho, de Carolina Bouvie

Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.