13 cidades mais antigas do Rio Grande do Sul

Foto: Divulgação

As cidades mais antigas e históricas do Rio Grande do Sul, por ordem cronológica! 

Buenas amigos, como estão? 

Para quem costuma viajar pelo estado, seja a trabalho ou passeio, de forma bem rápida percebe ao circular o quão antiga uma cidade é. 

O que marca principalmente são as construções, porém muitas cidades ainda conservam ruas em paralelepípedo ORIGINAIS ou poucas vezes "restaurado"! 

Então como surgiu essa dúvida, resolvemos listas as 13 CIDADES MAIS ANTIGAS DO RIO GRANDE DO SUL!

Para isso, só é importante explicara, que no dia 19 de Setembro de 1807, uma carta-patente elevou o Rio Grande a Capitania Geral independente. 

Com isso, 2 anos mais tarde, em 7 de Outubro de 1809, foram elevadas a categoria de VILA as povoações de: PORTO ALEGRE, RIO GRANDE DE SÃO PEDRO, RIO PARDO e SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA, ou seja, "nasceram" juntas as 4 cidades mais antigas do Rio Grande do Sul.  

É importante LEMBRAR que essa ordem é a de fundação OFICIAL, e não de criação da povoação... 

Mas bueno, seguimos na lista:
 
1 - PORTO ALEGRE: 7 de outubro de 1809
  

A cidade constituiu-se a partir da chegada de casais açorianos em meados do século XVIII. No século XIX contou com o influxo de muitos imigrantes alemães e italianos, recebendo também espanhóis, africanos, poloneses e libaneses. Sede da maior concentração urbana da região Sul e quinta mais populosa do Brasil, desenvolveu-se com rapidez e hoje abriga mais de 1,4 milhão de habitantes dentro dos limites municipais.

2 - RIO GRANDE: 7 de outubro de 1809
 
 
A cidade construiu a sua riqueza ao longo de sua história devido à forte movimentação industrial. Ainda hoje, é uma das cidades mais ricas do Rio Grande do Sul, e a mais rica da região sul do estado, principalmente devido ao seu porto — o quarto em movimentação de cargas do Brasil.  
 
3 - RIO PARDO: 7 de outubro de 1809
 
 
Localizado no Pampa Gaúcho, foi uma das primeiras vilas a serem criadas e sua história está intimamente ligada à formação do estado, dando origem a mais de 200 Municípios do Rio Grande do Sul. Teve um papel importante e estratégico como fortaleza de defesa da fronteira na conquista do território aos espanhóis, e daí seu moto de Tranqueira Invicta. 
 
4 - SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA: 7 de outubro de 1809
 
 
Os Campos do Litoral Norte do Rio Grande do Sul favorecem a criação de rebanhos bovinos e equinos e, a partir de 1743, são distribuídas as primeiras sesmarias, geralmente a paulistas e lagunistas, nos Campos de Tramandaí, como era referido o Litoral Norte do Rio Grande do Sul na época. 
 
5 - CACHOEIRA DO SUL: 26 de abril de 1819
 
 
A origem de seu nome se deve a uma antiga cachoeira existente no Rio Jacuí, porém em seu lugar foi construída a Ponte do Fandango.
 
6 - PELOTAS: 7 de dezembro de 1830
 
 
Tanto a zona urbana quanto a rural de Pelotas conta com monumentos, paisagens e belas vistas, que levaram a televisão brasileira a escolher o município já por três vezes como cenário para suas produções: Incidente em Antares, cuja locação foi feita na zona do porto; A Casa das Sete Mulheres, gravada numa charqueada na zona rural, e do filme O Tempo e o Vento, cujas filmagens ocorreram no fim de abril de 2012. 
 
7 - PIRATINI: 15 de dezembro de 1830
 
 
  Conserva ainda hoje, em suas ruas, os casarões da época do povoamento e da revolução, patrimônio histórico e cultural do Rio Grande do Sul, tais como o Museu Histórico Farroupilha, a Igreja Nossa Senhora da Conceição, o Palácio da República Rio Grandense, o Sobrado da Dorada, a Casa da Camarinha, construções do final do século XVIII até a primeira metade do século XIX, entre outros.
 
8 - ALEGRETE: 25 de outubro de 1831
 
 
É o maior município da Região Sul do Brasil e o 186º maior município do Brasil em área territorial, com mais de 7.800 quilômetros quadrados. 
 
9 - CAÇAPAVA DO SUL: 25 de outubro de 1831
 
 
O topônimo "Caçapava" se originou do tupi antigo ka'asababa, que significa "lugar de atravessar a mata" (ka'a, "mata" + asab, "atravessar" + aba, "lugar"). 

Caçapava do Sul também foi considerada, entre as décadas de 1940 e 1990, durante o auge da mineração de cobre na região, a "Capital Brasileira do Cobre". 
 
 
10 - SÃO JOSÉ DO NORTE: 25 de outubro de 1831
 
 
Toda a sua área municipal se situa em baixa altitude com, no máximo, 5 metros acima do nível do mar. 
 
11 - TRIUNFO: 25 de outubro de 1831
 
 
Triunfo é o local de nascimento de Bento Gonçalves, do dramaturgo Qorpo Santo, da atriz Iracema de Alencar e o local onde se encontra enterrado o madeirense Jerônimo de Ornelas, fundador da cidade de Porto Alegre. Atualmente apresenta o maior PIB per capita do Rio Grande do Sul, devido à indústria petroquímica. 
 
12 - JAGUARÃO: 6 de julho de 1832
 
 
O município é conhecido por suas belas portas e está conservada e preservada por seus habitantes, exceto a Enfermaria Militar. Os exemplos de Arquitetura Eclética do centro da cidade datam de 1876 e de 1920, com frisos e marquises, e portas em estilo artesanal português. 
 
13 - CRUZ ALTA: 11 de março de 1833 
 
 
Importantes personalidades gaúchas nasceram em Cruz Alta, como o escritor Erico Veríssimo, o político Júlio de Castilhos, o senador José Gomes Pinheiro Machado, os generais Salvador Pinheiro Machado e Firmino de Paula, o médico Heitor Annes Dias, o poeta Heitor Saldanha, o jornalista Justino Martins, e o artista plástico Saint Clair Cemin.


Fonte: portal Estância Virtual
Para ver a publicação original, clique aqui.
 
Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.