"Teatro é sempre Arena", uma das peças que estreia na na programação. Foto by Frnanda Chemale

De 10/01 a 01/02 serão ofertados espetáculos e uma oficina de monólogos, afirmando a importância deste centro cultural


Importante polo da economia cultural e criativa do Rio Grande do Sul, a Cia de Arte apresenta de 10 de janeiro a 01 de fevereiro de 2018, as terças, quartas e quintas-feiras, às 20h, o projeto Arte da Cia 2018, em sua sede localizada na Rua dos Andradas, 1780, no Centro Histórico de Porto Alegre. Trata-se de uma mostra da produção artística realizada naquele centro cultural durante o ano de 2017. Serão três espetáculos de teatro e uma oficina cênica em parceria com o Porto Verão Alegre.

A programação inicia com A Falecida ou Nenhuma Mulher Devia Pertencer a Homem Nenhum, espetáculo de conclusão da Oficina de Montagem da Cia Teatrofídico, dirigida por Eduardo Kraemer e Renato Del Campão, nos dias 10, 11 e 12 de janeiro próximo, quarta, quinta e sexta-feira, às 21h. Ingressos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (idosos, estudantes, comerciários e classe artística) podem ser adquiridos no local, nos dias de espetáculo. Classificação etária: 18 anos.

A segunda montagem será o resultado da oficina cênica ministrada pelo diretor e dramaturgo Bob Bahlis. A Oficina de Monólogos será realizada nos dias 15 e 16 de janeiro e é uma parceria entre a Cia. de Arte e o Porto Verão Alegre. As inscrições são gratuitas. Serão oferecidas 13 vagas. Durante o curso, cada participante interpretará um monólogo de até 10 minutos, escolhido em conjunto com o diretor. Os monólogos são inspirados e adaptados de autores como Paul Auster, Clarice Lispector e do diretor Bob Bahlis.

Os interessados deverão enviar e-mail para portoveraoalegre@terra.com.br,  informando seus dados, currículo,  ou indicar  cursos que já fez. Os selecionados serão informados e terão seus nomes divulgados na página do Porto Verão Alegre - http://portoveraoalegre.com.br - onde também podem obter maiores informações.

Arena

Nos dias 23, 24 e 25 de janeiro, terça, quarta, quinta-feira, às 20h, será apresentada a montagem Teatro é sempre Arena, uma homenagem criada especialmente para a ocasião, com um roteiro que lembra montagens realizadas no Teatro de Arena e personagens que marcaram a história destes 50 anos. A encenação pontua a trajetória de resistência do Teatro de Arena de Porto Alegre e faz uma homenagem ao comprometimento e capacidade de superação que caracterizou uma geração de artistas que transformou este pequeno espaço cultural em uma referência cultural de nossa cidade.

No elenco, os atores Hamilton Braga, Nena Ainhoren, João França, Luzia Ainhoren e Dionísio Farias. A dramaturgia é de Jorge Rein sobre textos de Eduardo Pavlowsky, Peter Weiss, Georg Büchner, Bertold Brecht e Samuel Beckett. A direção é de Breno Ketzer. Os ingressos a R$ 20,00 e R$10,00 (idosos, estudantes, comerciários e classe artística) podem ser adquiridos na bilheteria do teatro. A classificação indicativa é de 14 anos e a duração é de 45 minutos.

A Pele

Encerrando a programação, o Ubando Grupo apresenta o processo cênico A Pele, nos dias 30, 31 de janeiro e 01 de fevereiro,às 20h. Ao entrar no espaço cênico, o público se depara com um ambiente hospitalar. Um objeto se destaca no lugar, no fim de um facho de luz, ou será que esta é emitida pelo próprio objeto? Como na vida, tudo depende do ponto de vista de cada indivíduo. Imagens projetadas no ambiente provocam no público uma visão subjetiva, induzindo abstrações imaginárias, como uma atmosfera surrealista, gerando uma amplitude interpretativa.

Walter (o paciente/homem em decomposição) é uma metáfora de uma sociedade desumanizada. Está largado nesse lugar, esquecido, sem poder abrir as janelas. Seu único vínculo com o mundo lá fora é um binóculo que o aproxima do sentimento de liberdade. Edgar Alves atua e dirige a montagem que tem produção e execução audiovisual de Haik Khatchiria. Ingressos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (idosos, estudantes, comerciários e classe artística) podem ser adquiridos na bilheteria do teatro. Público limitado a 25 pessoas, com distribuição a partir das 19h.

História

A Associação Centro Cultural Companhia de Arte, carinhosamente conhecido como Cia de Arte, atua desde 1985 no cenário cultural da cidade. Localizada na Rua da Praia (Rua dos Andradas, 1780), coração de Porto Alegre, num prédio público de nove andares, da Prefeitura Municipal. Legalizado através de um Termo de Cessão de Uso, este espaço é ocupado por cerca de 70% da produção cultural local e também estadual. Ali, funcionam teatro, biblioteca, restaurante/café, ateliê e salas multiuso observando a rotatividade de seu uso. Na Cia de Arte ocorrem espetáculos, apresentações, exposições, ensaios, seminários, oficinas de formação e workshops, além da confecção de cenários, figurinos, bonecos e adereços. Hoje, a Cia de Arte é um importante polo da economia cultural e criativa do Rio Grande do Sul.


SERVIÇO:
O Quê: Arte da Cia 2018. Mostra da arte produzida e realizada na Cia de Arte em 2017 +  oficina de monólogos.
Quando: De 10 de janeiro a 01 de fevereiro de 2018 (terça, quarta e quinta-feira)
Onde: Centro Cultural Cia de Arte (Rua dos Andradas, 1780, Centro Histórico), Porto Alegre-RS
Quanto:
Espetáculos - R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (idosos, estudantes, comerciários e classe artística)
Oficina de Monólogos - Gratuito. Inscrições: portoveraoalegre@terra.com.br
Informações: (51) 32259189



Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 8679-4)
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: