Todos sabem que a faca está incorporada a imagem do gaúcho. Nem um campeiro sai para as lides sem seu cachorro e sua faca. Para cortar um arame, falquejar um cabo de relho, picar um naco de fumo, lasquear uma carne gorda....enfim, o "ferro branco" é a extensão do braço do campeiro. Seja ela com cabo de osso, madeira, prata, com lâmina de ferro, mola de carro, aço de primeira, a cortadeira sai das cutelarias direto para a cintura do taura.
 
Eu sou um apaixonado por facas. Tenho coleção. Agora, de pouco, ganhei uma que, segundo os registros, pertenceu ao ex-presidente João Goulart.
 
Pois bueno.
 
Nesta semana foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado o PLS 320/2015, proposta do Senador Raimundo Lira (PMDB-PB), que criminaliza o porte de arma branca, baseado em índices de crimes cometidos com tal ferramenta. A pena prevista é de um a três anos de detenção. Há uma ressalva para o "uso em ofício, arte ou atividade para a qual foi fabricado o artefato".
 
Então eu pergunto: - Se aprovado tal projeto como se enquadraria este instrumento na indumentária gaúcha?  Seria, por Lei, abolido? Ficaria como "arte"?


Fonte: blog do Léo Ribeiro
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: