Paixão Côrtes cantor. Você sabia?



João Carlos D'Ávila Paixão Côrtes é uma figura conhecida por todos os gaúchos, com certeza.

Porém, a grande maioria o conhece por sua pesquisa das DANÇAS GAÚCHAS, e não por suas MÚSICAS.

É isso mesmo, Paixão cantava, e muito!

Retiramos alguns dados do livro "o Rio Grande do Sul canta e dança com Paixão Côrtes", no qual vamos ajudando nesse texto.

"O Folclorista, atuando na área da fonografia sonora, lançou oito Long-plays, cantando canções gaúchas e registrando, musicalmente, temas de suas pesquisas, o que lhe valeu dois prêmios discográficos brasileiros: Melhor Realização Folclórica Nacional (1962) e Melhor Cantor Masculino de Folclore do Brasil (1964)."
 
Aí tu já sente que não foi pouca coisa. OITO LP's, cantando composições recolhidas do folclore, além de músicas próprias.

"Ocupou por dez anos (alternados), a Presidência da Ordem dos Músicos do Brasil - secção Rio Grande do Sul, bem como, por uma gestão, a Vice-Presidência no âmbito nacional, da mesma entidade."
 
Foi o nome maior da música do estado, por muitos anos, que tal?
 
"Atuou como jurado nos grandes festivais musi-coreográficos... Paixão Côrtes possui uma vida ligada a radiofonia pampeana por 40 anos, criando conceituados programas de rádio, destacando-se entre eles "Grande Rodeio Coringa", "Festança na Querência" e "Domingo com Paixão Côrtes".
 
Inclusive ao final, vamos deixar alguns vídeos, que mostram alguns trechos de sua atuação no rádio, não perde!

​"Esteve oito vezes na Europa, atuando em grandes espetáculos, ora como bailarino, ora como cantor, destacando-se entre seus shows, o apresentado, em 1958, na mais famosa casa de espetáculos da Europa, o Olímpia, em Paris... Concedeu entrevistas em programas na BBC de Londres, sobre o panorama da música brasileira e gaúcha, ilustrando-as com gravações originais e doando cinquenta LPs da produção dos festivais nativistas gaúchos, ao acervo fonográfico dessa emissora inglesa de projeção universal."
 
Então che, que tal? Imagina o contexto da história. Um Gauchão, todo pilchado, na BBC. Pouca coisa? haha
 
Abaixo deixamos alguns LP's digitalizados, além de textos apresentados em programas de rádio.








Fonte: portal Estância Virtual
Para ver a matéria original, clique aqui.
Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.