Faço questão de registrar o comentário encaminhado às redes sociais pelo poeta e um dos mais brilhantes letristas do Rio Grande do Sul, Jaime Vaz Brasil, demonstrando seu descontentamento em relação a postura supostamente adotada pela comissão organizadora da 40ª Califórnia da Canção Nativa, por ocasião da triagem dos trabalhos inscritos no festival.

Vale muito a leitura e a reflexão.

Alô, amigos da Califórnia da Canção!
Saludos!!
Escrevo pra contar de uma chateação, que gostaria de compartilhar com todos os que amam esse festival que nos irmana há tanto tempo. Minha intenção é encaminhar, para quem de direito, uma reclamação - mesmo que apenas para fins profiláticos.
Quando saiu o regulamento, vários parceiros entraram em contato comigo, pedindo pra inscrever canções. Eu teria - sem nenhum exagero - mais de 15 canções (bem gravadas) para inscrever. Mas, fiel ao regulamento, precisei escolher três delas. Infelizmente precisei, pois foi uma escolha muito difícil, e que desagradou os parceiros que não foram escolhidos... Um dos parceiros chegou a inscrever, sem saber da limitação, e escrevi aos organizadores, com antecedência, para que fosse retirada e assim não ferir o regulamento.
Aí, soube que vários compositores acabaram inscrevendo bem mais que três canções, e todas elas participaram da triagem sem nenhum problema, sem que nenhuma fosse excluída!
Uma das pessoas me informou é um dos participantes que inscreveu um número irregular, e foi classificado sem que nenhuma das inscritas tivesse deixado de participar da triagem: a organização optou por ouvir todas as inscritas, fossas quantas fossem por autor, independentemente do que rezava o regulamento.
Ora, a Califórnia é o festival historicamente mais representativo de todos, e vários compositores reservam as melhores canções para Uruguaiana...
O que aconteceu na triagem não foi justo, meu amigos.
Foram punidos os que respeitaram o regulamento, e premiados alguns que, deliberadamente, ignoraram a regra.
Precisamos abanar com atitudes assim, não é mesmo?
Se está no regulamento, a comissão tem que triar apenas o número previamente acertado, por autor!
Com meu abraço a todos, fica aqui a reclamação.
Também fica meu desejo sincero de uma Califórnia com muito êxito aos organizadores e participantes.
Jaime Vaz Brasil



Fonte: facebook do Jaime e blog Ronda dos Festivais, de Jairo Reis
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: