Há 181 anos a primeira brigada do General Antônio de Souza Neto, acompanhado de 400 guerreiros formados por negros libertos, nativos, pecuaristas, ferreiros, ginetes, agricultores, atravessou o arroio Seival e encontrou as tropas do imperial Silva Tavares que voltada de um auto-exílio no Uruguai, com 560 homens. Durante a tarde de 10 de setembro de 1836, Silva Tavares avançou sobre a coxilha, e os bravos heróis gaúchos defenderam-se usando lanças e espadas.

Inicialmente houve pequena vantagem das forças imperiais brasileiras, mas Silva Tavares disparou em fuga sendo seguido por alguns de seus comandados. A confusão entre eles foi aproveitada pelos cavaleiros de Neto, que atacaram com força redobrada. O resultado deste ataque deixou os Gaúchos intactos, enquanto houve 180 mortos, 63 feridos e 100 prisioneiros do lado dos imperiais brasileiros.

Esta heroica batalha da inicio a República Rio-Grandense proclamada amanhã 11 de Setembro!


Fonte: blog do Léo Ribeiro
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: