Jornalista Michele Rolim autora do livro ' que pensam os curadores em artes cênicas', ministra curso de extensão sobre o tema na Faculdade Monteiro Lobato


O curso de extensão CURADORIA: UMA ABORDAGEM CRÍTICA reflete sobre o papel dos curadores de artes cênicas no Brasil. Ele ocorre dia 7 de outubro (sábado), das 8h às 12h e das 13h às 17h (carga horária de 8h), na Faculdade Monteiro Lobato com valores a partir de R$ 132,00 com a jornalista Michele Rolim autora do livro "O que pensam os curadores em artes cênicas", publicado pela editora Cobogó.

A função do curador na área de artes cênicas parece, para muitos, incluindo os próprios curadores, imprecisa. A partir dos anos 1990, vivemos a multiplicação de festivais e mostras de artes cênicas no País, o que estimulou a discussão sobre o tema. Apesar dessa multiplicação, o termo curadoria ainda está em construção.

A ideia do curso é instigar os participantes a pensar sobre a figura do curador e como sua função se desenha no Brasil. - Durante o curso será possível compreender como o modelo de gestão e o modelo artístico dentro de um festival interagem, mostrando que o curador não atua de forma isolada. Ele se insere em um sistema de relações e de poder, e também em um contexto histórico, social, político, cultural e econômico, diz a ministrante Michele.

O curso propõe um debate mais aprofundado sobre o papel dessa figura que vem ganhando contornos mais precisos na cena brasileira. Por exemplo, como propor um recorte curatorial para festivais com grande número de espetáculos? Quais são os caminhos do processo criativo de um curador? E, afinal, o que é um curador de artes cênicas?

No Brasil, os cursos de curadoria são recentes e voltados, em geral, para as artes visuais. A maioria dos curadores de artes cênicas adquiriu conhecimento em campo, no dia a dia de suas atuações, pela leitura de textos e pelas experiências ao longo da vida.


Sobre Michele Rolim

Michele Rolim nasceu em 1986, em Porto Alegre. É jornalista, pesquisadora e crítica teatral, doutoranda em Artes Cênicas pelo Programa de Pós-Graduação da Ufrgs (2015) e mestra pelo mesmo programa autora da dissertação "Pensamento curatorial em artes cênicas: interação entre o modelo artístico e o modelo de gestão em mostras e festivais brasileiros". Também é autora do livro "O que pensam os curadores de artes cênicas", publicado pela editora Cobogó. É repórter de cultura do Jornal do Comércio, em Porto Alegre, coeditora do site Agora Crítica Teatral (www.agoracriticateatral.com.br) e membro da Associação Internacional de Críticos de Teatro, filiada à Unesco. Também é uma das idealizadoras do site Cênicas (www.cenicas.com) e Dossiê Palcos Públicos de Porto Alegre (palcospublicospoa.wordpress.com). Vencedora do Prêmio Açorianos de Dança (2015), na categoria mídia, da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Porto Alegre (2014), e do Prêmio Ari de Jornalismo, categoria reportagem cultural, da Associação Rio-Grandense de Imprensa (2010, 2011, 2014).



SERVIÇO

O QUÊ: Curso de extensão CURADORIA: UMA ABORDAGEM CRÍTICA
ONDE: Na Faculdade Monteiro Lobato - Andradas, 1180
DIA: 7 de outubro (sábado)
HORÁRIO: das 8h às 12h e das 13h às 17h
VALOR: a partir de R$ 132,00
Informações e inscrições no local ou pelo telefone (51) 3287 8000

 

Colaboração:
Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 8679-4)
(51) 9-8133.6787 (Tim) - 25/09/2017
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: