Se você ainda não conseguiu aproveitar a Semana Farroupilha para comer aquele prato típico do Rio Grande do Sul, o feriado de 20 de setembro é o momento ideal. Reúna a família e os amigos para cozinhar o essencial da culinária gaúcha.

Deixar o tão amado churrasco de lado nesta quarta-feira talvez seja uma boa dica. Afinal, a gastronomia do nosso Estado é muito vasta e há receitas para todos os gostos. O Portal Gaz selecionou cinco pratos que podem ser uma boa opção para ressaltar o orgulho do Rio Grande do Sul. Confira:

Arroz de carreteiro

O carreteiro é, provavelmente, um dos pratos típicos mais aclamados no Rio Grande do Sul depois do churrasco. O prato é uma mistura de charque picado com arroz. Fica ainda melhor se preparado com a sobra do churrasco de domingo.
 

 


Ingredientes

1,5 quilo de charque
Duas cebolas grandes
Um pimentão verde grande
Seis dentes de alho
Dois tomates médios
Um maço de tempero verde
Cinco xícaras grandes de arroz
Dez xícaras e meia de água fervente
Azeite a gosto

Modo de Preparo

Pique o charque em cubos pequenos e cozinhe em água até que fique bem salgado, porém suportável ao paladar. Se com a primeira fervura do charque ele ainda estiver muito salgado, troque a água e o ferva novamente. Após a fervura, escorra toda a água e frite o charque em azeite.

Dica: utilize o mínimo possível de azeite durante a fritura, a gordura presente no charque irá derreter. Pique as cebolas, tomates, pimentão, alho e o tempero verde e os acrescente quando a carne estiver dourada. Deixe tudo fritar bem até começar a secar, adicione o arroz e frite mais um pouco.

Adicione a água fervente, mexa bem, misturando de forma uniforme os ingredientes, pois não poderá mexer mais assim que o cozimento avançar. Espere retomar a fervura, reduza o fogo e espere secar. Sirva com salada de couve crua e ovos cozidos picados.


Matambre recheado

Típico no Rio Grande do Sul, o matambre recheado é um prato que também pode ser encontrado no Uruguai, na Argentina e Paraguai. Ele é feito da carne matambre, com recheio de salsa picada, fatias de cenoura, pimenta e pimentão moído, ovos cozidos duros e condimentado com um pouco de azeite e sal.


Ingredientes

Uma peça de matambre (800g a 1,2kg)
Sal e pimenta a gosto
Dois tomates médios
Uma cebola
Meio pimentão
Um dente de alho
Uma colher de sopa de páprica
120 mililitro de vinho
Um galho de alecrim
150 gramas de presunto fatiado
300 gramas de carne moída
80 gramas de farinha de rosca

Modo de Preparo

Limpe o matambre deixando em formato retangular e retire parte da gordura. Deixe marinar por cerca de seis horas em uma mistura de vinho, meia cebola cortada em pedaços grandes e alecrim. Pique a outra metade da cebola, o alho e o pimentão. Misture a carne moída com a farinha de rosca, o sal e a pimenta. Abra o matambre e acrescente em camadas a carne moída, o tomate, a cebola e o pimentão e finalize com as fatias de presunto cobrindo toda a peça. Enrole como um rocambole, apertando o recheio. Amarre com um cordão. Coloque em uma forma com o caldo em que a carne foi marinada. Leve ao forno a 180°C por duas horas. Vire ao completar metade do tempo.


Espinhaço de ovelha com aipim

O prato é feito com carne de ovelha. Espinhaço é uma parte do animal que vai do pescoço ao lombo. Para consumir, o espinhaço é dividido em pedaços. O corte deixa a carne muito macia.
 
 
 
Ingredientes

Um espinhaço de ovelha de dois quilos fatiado
Um quilo de aipim
Três tomates
Quatro cebolas
Três dentes de alho
Uma taça de vinho tinto
Óleo
Sal ou tempero pronto com pimenta

Modo de preparo

Coloque o aipim para ferver numa panela com água e sal. Tempere a carne de ovelha com sal ou tempero pronto com pimenta e comece a fritar. É importante selar bem. Depois que terminar de fritar a carne, reserve-a em um recipiente e prepare o molho na mesma panela. Ponha o alho e a cebola e deixe dourar bem.

Quando a cebola estiver macia, acrescente a carne já selada, misturando. Adicione os tomates e a medida de uma taça de vinho tinto. Cozinhe até desmanchar os temperos. Se necessário adicione um pouco de água ao cozimento. Em seguida, junte o aipim à carne e ao molho e mexa com cuidado para não desmanchar o aipim. O toque final é o temperinho verde e a cebolinha. Acompanhe com quibebe e arroz branco.


Ambrosia

Uma sobremesa tradicional de Portugual. É muito popular no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais. Pode ser conhecida como Manjar dos Deuses e é feita com leite, ovos e açúcar.



Ingredientes

Uma lata de leite condensado
Meio litro de leite
Quatro unidades de ovo
Quanto baste de canela-da-china em pó para polvilhar

Modo de preparo

Em uma panela de fundo largo, dilua o leite condensado no leite e leve para ferver. Enquanto isso, bata as claras em neve e acrescente as gemas uma a uma. Acrescente ao leite e deixe cozinhar. Quando você perceber que a parte de baixo está firme, corte em pedaços com a ajuda de uma escumadeira e vire para que cozinhe dos dois lados. Desligue o fogo e coloque numa compoteira com tampa, decorando com canela em pó.


Sagu com creme

A sobremesa mais típica no Rio Grande do Sul, com certeza. Ainda mais após o churrasco de domingo. O sagu com creme faz parte da mesa dos gaúchos. Doce típico de casa de vó. A sobremesa também pode ser comida quente nos dias frios.
 
 
 
Ingredientes

Duas xícaras de sagu
Três copos grandes de vinho tinto
Uma xícara e meia de açúcar
Um litro de água
Meio litro de leite
Meia xícara de açúcar
Duas colheres de amido de milho bem cheias
Uma gema passada na peneira
Uma colher de café de essência de baunilha

Modo de preparo

Coloque o sagu em uma panela de pressão com água e deixe cozinhar por dez minutos. Espere a panela esfriar, retire o sagu e lave em água corrente até sair toda a liga. Coloque o açúcar na panela junto com o vinho e o sagu já lavado, deixe ferver uns minutos para encorpar. Para preparar o creme acrescente o leite, meia xícara de açúcar, o amido, a gema e baunilha na panela. Misture bem e ligue o fogo, mexa até engrossar. Pode variar de acordo com o gosto, acrescentando mais ou menos açúcar. Pode servir o sagu colocando o creme de baunilha como acompanhamento.


Fonte: portal GAZ
Para ver a publicação original, clique aqui.
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: