Chama Crioula chega ao Piratini e Semana Farroupilha é oficialmente aberta no Estado

A chama farroupilha foi acesa em Mostardas e viajou 240 quilômetros até chegar na Capital - Foto: KARINE VIANA/PALÁCIO PIRATINI/JC

A chegada da Chama Crioula ao Palácio Piratini abriu oficialmente a Semana Farroupilha no Rio Grande do Sul. A centelha do fogo foi conduzida pelo presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Nairioli Callegaro, até o governador José Ivo Sartori na manhã desta quinta-feira (14), na entrada da Ala Residencial do Palácio.

A chama farroupilha foi acesa no dia 12 de agosto, no entorno da Pedra Anita, em Mostardas. O local fica à beira de uma figueira histórica, onde ocorreu o nascimento do primeiro filho de Anita e Giuseppe Garibaldi, Domenico Menotti Garibaldi. A chama viajou 240 quilômetros até chegar, em 19 de agosto, na 1ª Região Tradicionalista, Região Metropolitana de Porto Alegre.

Sartori fez o acendimento do candeeiro crioulo ao som do Toque da Vitória, executado pelo clarim da Brigada Militar. “O povo gaúcho teve a coragem de lutar e a dignidade de construir a paz. Foi uma luta importante. Os gaúchos acreditavam que era possível não ter somente um poder centralizador. E esse ideal deve ser respeitado todos os dias e devemos acreditar que um dia a economia volte a funcionar e que tenhamos uma federação de verdade no nosso país”, disse.

O presidente do MTG destacou que a semana marca os 70 anos nos quais Paixão Côrtes acendeu pela primeira vez a centelha crioula e desfilou pelas ruas de Porto Alegre.
A Semana Farroupilha 2017, cujo tema é 'Farroupilhas: idealistas, revolucionários e fazedores de história', encerra no dia 20 de Setembro.



Fonte: Jornal do Comércio
Para acessar o link da matéria original e acessar outras fotos, clique aqui.
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.