Orquestra Jovem IPDAE é atração do Acampamento Farroupilha

Os apreciadores de música de orquestra têm um motivo especial para ir ao Acampamento Farroupilha de Porto Alegre no dia 16 de setembro. A partir das 17h30min, no palco principal, apresenta-se a Orquestra Jovem IPADAE. Com entrada franca, a iniciativa é uma promoção e realização do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.
 
 
Foto: Cláudio Etges

Orquestra Jovem IPDAE

Com a coordenação artística e regência do professor e flautista Ademir Schmidt, a Orquestra Jovem IPDAE é formada por 16 alunos da Escola de Música do Instituto Popular de Arte-Educação - IPDAE, oriundos das classes de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta transversal e fagote.
A Orquestra Jovem IPDAE apresenta uma estética sonora peculiar, pois o timbre das flautas transversais, do fagote e das cordas criam um ambiente sonoro agradável, doce e, ao mesmo tempo, demonstra uma personalidade forte e surpreendente.

Seus concertos acontecem na Capital e Interior, em diferentes  espaços culturais, como teatros,  escolas, creches, centros culturais  e comunitários, igrejas e hospitais, incentivando o protagonismo juvenil e difundindo  a música de Orquestra. Tem em sua trajetória o CD  “Sinfonia da Lomba” como resultado do empenho e dedicação de seus integrantes.  Pela sua importante atuação no cenário cultural, já foi contemplada com vários prêmios entre os quais o “Prêmio Joaquim Felizardo” da Secretaria Municipal da Cultura da Prefeitura  de Porto Alegre,  e está entre as três orquestras gaúchas que recebeu o “Prêmio Funarte de Apoio a Orquestras Jovens” em 2015.

Sobre o instituto

O Instituto Popular de Arte-Educação – IPDAE está Localizado na cidade de Porto Alegre, no Bairro Lomba do Pinheiro. Foi fundado em 1998 e é uma associação sem fins lucrativos. Reúne a Biblioteca Leverdógil de Freitas, a Escola de Música com diferentes grupos artísticos (Orquestra de Câmara, Orquestra Jovem, Orquestra de Flautas Transversas,  Conjunto de Violinos, o Coro Infantil e o Coro Jovem), o Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro e o Memorial da Família Remião.  As ações desenvolvidas pelo IPDAE propõem o acesso à leitura, à música, à arte e à cultura, como instrumentos mediadores na formação do indivíduo, e é reconhecido pela comunidade.

Os Fagundes no Acampamento Farroupilha de Porto Alegre

Um dos shows mais aguardados do Acampamento Farroupilha acontece no dia 15 de setembro. Os Fagundes estarão no palco principal, com entrada gratuita, a partir das 20h15min. A promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.


Os Fagundes

O grupo Os Fagundes, com origem no interior gaúcho, foi criado pela família de músicos já consagrados no cenário musical do Rio Grande do Sul, que busca o cultivo das nossas tradições por meio da riqueza da música sulista. Em 2002 a família reuniu-se para gravação de um CD para a Galpão Crioulo Discos. O lançamento oficial do CD de estreia do grupo intitulado “Os Fagundes” ocorreu no Teatro São Pedro. Antes disso, já haviam gravado dois discos juntos – Fagundaço em 1986 e Natal Luz em 1996 – porém sem a denominação de “Os Fagundes”.

Em 2004, o grupo lançou seu segundo álbum: Para Todas as Querências. Em julho de 2005 foi gravado o álbum Os Fagundes: ao Vivo, no Theatro São Pedro, com participações especiais de Renato Borghetti na canção "Querência", e de Teixeirinha Filho em "O Colono".

Em 2013 gravarão o DVD Os Fagundes – Ao Vivo, no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre e lançado em um grande show no Acampamento Farroupilha. O álbum registra a última apresentação de Nico Fagundes, falecido em junho de 2015, ao lado dos sobrinhos Neto, Ernesto e Paulinho, além do irmão, Bagre. No repertório, 15 clássicos do nosso cancioneiro, como Canto Alegrense e Origens, composições de Bagre e Nico, Os Cavaleiros da Paz, de Elton Saldanha, e Querência Amada e Tropeiro Velho, assinadas por Teixeirinha. O DVD conta, ainda, com a participação dos músicos Ricardo Arenhaldt na bateria, Lucas Esvael no baixo, Samuca do Acordeon, Jorginho do Trompete, além do Guri de Uruguaiana e do Grupo Andanças.

Em suas apresentações o grupo “Os Fagundes”, liderado por Neto e Ernesto Fagundes entoa os clássicos da música nativista gaúcha, que tornaram o grupo conhecido e reconhecido além das fronteiras do Rio Grande do Sul.

Pedro Ortaça faz show de abertura do Acampamento

O músico Pedro Ortaça é uma das grandes atrações do Acampamento Farroupilha deste ano. No palco central, numa promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul, ele se apresenta a partir das 19h30min do dia 7 de setembro, integrando a solenidade oficial de abertura do evento.
 
 
 
Pedro Ortaça é músico, cantor, compositor missioneiro e nasceu no Pontão de Santa Maria, em São Luiz Gonzaga, em 29 de junho de 1942. Hoje é Mestre das Culturas Populares Brasileiras - Prêmio Humberto Maracanã - Ministério da Cultura. Tem mais de 120 músicas de sua autoria, 07 discos gravados, 12 CDS e 01 DVD o Primeiro em Alta Definição no RS. O DVD Pedro Ortaça foi gravado em São Miguel das Missões, São Borja, São Luiz Gonzaga, Santo Ângelo.

Pedro Ortaça gravou os discos Mensagem dos sete povos; Chão Colorado; Missões, Guitarra e Herança; Apontando o Rumo; De guerreiro a Payador; Timbre de Galo; Grito da terra; e  Troncos Missioneiros, e já se apresentou, além do Brasil, também na Argentina, Paraguai e Uruguai.


Tatiéli Bueno faz show

Tatiéli Bueno, cantora latino-americana, é uma das atrações da solenidade oficial de abertura do Acampamento Farroupilha de Porto Alegre, que acontece no Parque Maurício Sirostsky Sobrinho de 7 a 20 de setembro. No dia 7 de setembro, no palco principal, a partir das 20h30min, ela se apresenta após o show de Pedro Ortaça. O show tem entrada grátis, numa promoção e realização do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

A cantora iniciou suas atividades musicais em 2003, cantando em rodeios e apresentações da entidade tradicionalista da qual fazia parte. Na época, suas principais influências musicais eram a música regional gaúcha e a música latino-americana.

Além de participar de concursos e festivais no estado, a cantora participou de eventos nacionais e internacionais divulgando seu trabalho e a cultura do Rio Grande do Sul, dentre os quais Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Uruguai, Chile, Argentina e Espanha.



Na galeria de registros fonográficos, no ano de 2015, Tatiéli lançou seu primeiro trabalho solo, intitulado “Sensibilidade”. Ao longo de sua carreira, participou de alguns álbuns, dentre eles “Do Rio Grande do passado ao Rio Grande do futuro” em parceria com Anderson Oliveira – 2010; “CD Luidhi Moro Muller” participação especial - 2011; “Das vezes que pensei escrito” – Fábio Soares, participação especial – 2015.

Atualmente com influências de diversas fontes musicais, a cantora paira pela música sul brasileira, participando assim, de diversos eventos culturais e registros musicais, dentre eles, cita-se a participação como intérprete na música tema da Festa da Uva 2014, Clip da CDL Caxias do Sul 2014 e no Clip de 45 anos da RBS TV Caxias do Sul 2014.

Cristiano Quevedo

O dia 17 de setembro é especial para os fãs de Cristiano Quevedo. No palco principal do Acampamento Farroupilha, a partir das 19h30min, ele faz show com entrada franca. A promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Cristiano Quevedo é referência pelo trabalho musical e neste ano interpreta com Érlon Péricles a música tema dos Festejos Farroupilhas, ‘Na chama da Tradição’.

Cristiano Quevedo é um dos mais talentosos nomes da música gaúcha. Natural de Piratini, histórica capital farroupilha, mantém a tradição de estar próximo de seu público, cantando a mais autêntica música sul-rio-grandense. Em seus 20 anos de carreira gravou 13 discos e vem conquistando uma legião de fãs no Rio Grande do Sul, demais regiões do Brasil e do mundo. Iniciou sua carreira nos festivais de música nativista, nos quais conquistou os principais prêmios do gênero no Estado.
 
 
Seus shows caracterizam-se pela harmonia e proximidade com o público e pelas canções de seu repertório, que se encaixam perfeitamente nos momentos narrados, trazendo o que há de mais autêntico e tradicional na música gaúcha. Atuando como radialista, intérprete e cantor, já percorreu o Brasil e exterior com seu trabalho. Cristiano Quevedo já recebeu inúmeros prêmios pela valorização da cultura regional, como o Açorianos de Música, a maior premiação do meio Cultural do Estado. Em 2011 gravou o DVD Contraponto em Piratini/RS, sua cidade natal.

Em 2015, Cristiano lançou pela Gravadora Show do Sul o trabalho “Parelha” ao lado do cantor e compositor Érlon Péricles. No repertório canções inéditas compostas por eles, além de parcerias com renomados compositores gaúchos, mesclando canções para se ouvir e dançar, afirmando a trajetória já consagrada desses dois artistas.

Atualmente, Cristiano percorre os palcos do sul do país com um novo show, com releituras de músicas que marcaram sua história musical, além de novas canções, sempre com muita alegria e emoção, marcas de sua personalidade musical.

Quarteto Yangos

O Quarteto Yangos é uma das grandes atrações do Acampamento Farroupilha deste ano. O grupo se apresentará no palco principal do evento, com entrada gratuita, no dia 9 de setembro a partir das 19h. A promoção e realização são do Movimento Tradicionalista Gaúcho com patrocínio da Philip Morris e Financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Governo do Estado do Rio Grande do Sul. 
 
 
 
Yangos

No inverno de 2005 formou-se em Caxias do Sul o Yangos Quarteto Instrumental, composto pelos músicos César Casara (piano), Cristiano Klein (percussão), Rafael Scopel (acordeon) e Tomás Savaris (violão). Com o objetivo de enaltecer a música sul-americana, a Yangos explora sonoridades que transitam por milongas, chacarreras, chamamés e valsas, chegando aos clássicos tangos da música portenha.  Apresentando uma forte influência da música regional gaúcha, estabelece um hibridismo de gêneros, criando uma linguagem própria em um estilo que não vê fronteiras.

Em 2009 o grupo lançou o CD "Tangos y Milongas", ganhando destaque e projetando-se no cenário musical sulista como representante da música instrumental regional. Em 2012 o grupo é contemplado novamente com o financiamento se seu segundo trabalho, “Às Pampas”, lançado no início do ano de 2013.

Yangos hoje oferece espetáculos de música sul-americana, frequentemente unindo suas influências com a participação de convidados. Além dos shows "Tangos y Milongas (2009)" e "Às Pampas (2013)", realiza os espetáculos "Una Noche en Buenos Aires (2011)", peça teatral que conta com a participação de bailarinos, "Yangos Convida (2012)", atualmente em parceria com um dos maiores nomes do violão no continente, Lucio Yanel e o show Grand Tango (2013), apresentando alguns dos maiores clássicos do tango argentino.


Fonte: blog do MTG-RS
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: