Com o objetivo de manter viva a história do cantor e compositor de Imaruí, Pedro Raimundo, que fez grande sucesso na década de 40, com canções como Adeus mariana entre outras, a prefeitura institui a Semana Municipal de Pedro Raimundo. Por meio da Lei nº 1891, de 25 de agosto de 2015, foi inserido no calendário oficial de eventos da cidade.

A semana é marcada por atividades socioeducativas nas escolas municipais que realizam homenagens que direcionam, principalmente, à sua fama quanto a músicas que Pedro Raimundo gravou à sua paixão e amor pela música, pela sanfona. Para o Prefeito Rui José Candemil Júnior, o município é privilegiado por ter Pedro Raimundo como imaruiense que fez e continua fazendo sucesso. “Resgatar estas memórias de nossos imaruienses que fizeram história é importante. Parabenizo as escolas municipais que estão trabalhando para proporcionar conhecimento da história aos alunos”, afirma.

 
O cantor

Pedro Raimundo nasceu em 29 de junho de 1906, na Praia da Casa Grande, hoje conhecida como Marepesca – Praia do Lessa, em Imaruí. Filho de João Felisberto Raimundo e Maria Humbelina Vieira Raimundo, Pedro tinha cinco irmãos. Aos 5 anos escreveu seus primeiros versos, que eram entoados acompanhados de sua gaitinha de boca. Aos 7 anos perdeu sua mãe, e com o intuito de fazê-lo superar a perda, seu pai lhe presenteou com uma gaita (sanfona). Em 1929 mudou-se para a capital gaúcha para divulgar suas letras e músicas prontas. Em 1939 passou a trabalhar na Rádio Farroupilha e em 1943 mudou-se para o Rio de Janeiro. Em 1944 lançou a música Adeus Mariana, e nos anos seguintes teve um período de sucesso. Faleceu em 1973. Tornou-se o primeiro artista do Sul do país a obter sucesso nacionalmente. Apresentava-se vestido com trajes típicos gaúchos. Em 1949, atuou no filme “Uma luz na estrada”, de Alberto Pieralise. Em 1958, participou do filme “Natureza gaúcha”, de Rafael Mancini. Gravou mais de 50 discos em 78 rpm. Faleceu de câncer no Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro em 1973. Em 1984 o cantor Sérgio Reis regravou “Adeus Mariana”. Em 1986, foi publicado um livro sobre a vida de Pedro Raimundo de autoria de Israel Lopes e Vitor Minas, pela Editora Tchê, de Porto Alegre.


Fonte: portal NotiSul
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: