Detalhe do vídeo (youtube) em que Adair de Freitas interpreta "De Já Hoje" - Reprodução


Pesquisando num sebo, descobri o CD "Músicas da Nossa Terra ZH", volume 1, editado pelo jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul. Lá tem uma música com o compositor e cantor nativista Adair de Freitas. Título da obra: "De já hoje". A letra confirma o que informamos aqui na segunda-feira, 5/6: a expressão típica do nosso litoral "djaôje" refere-se ao passado, nunca ao presente. Em suma, confirmei com a música de Adair de Freitas o que já havia afirmado na coluna.

Interessante que no mesmo sebo encontrei o amigo Marcondes Marchetti, homem das artes, que me observou: "Essa expressão existe também nas colônias alemãs da região de Ibirama. O colono quando se refere a um fato passado usa sempre o 'djaôje' para ser compreendido".

Assim, o anúncio da prefeitura referente ao Dia do Manezinho, usando o "djaôje" para se referir ao presente, estava mesmo errada, embora alguns beócios não tenham aceitado a nossa crítica - que é também de outros que pesquisam a cultura popular.

Clique AQUI para ouvir a música de Adair de Freitas.


Fonte: Coluna de Carlos Damião no Notícias do Dia
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: