Classificadas para a 37ª Coxilha Nativista


Foram conhecidas na noite desta sexta (16) as músicas que estarão no palco da 37ª Coxilha Nativista. Os jurados Rômulo Chaves, Fábio Peralta, Paulo Ricardo Saavedra, Gustavo Teixeira e Fabio Furian tiveram muito trabalho para escolher as classificadas entre 900 músicas inscritas. Poetas e melodistas renomados compõe a lista das 20 músicas classificadas para a fase geral.

A Coxilha Nativista é um dos maiores e mais tradicionais festivais do estado acontece de 26 a 29 de Julho na cidade de Cruz Alta-RS.

Confira as músicas classificadas:


FASE GERAL

MILONGUEIRA
Letra: Anomar Danúbio Vieira
Música: Mauro Moraes

O PINGO DO CAPITÃO
Letra: Rodrigo Bauer
Música: Ângelo Franco

MESMA SINA
Letra: Carlos Roberto Hahn
Música: Piero Ereno

DE RESPEITO
Letra: Didi Teixeira e Mateus Neves da Fontoura
Música: Zé Renato Daudt e Clenio Bibiano da Rosa

O PAGADOR DE PROMESSAS
Letra: Bianca Bergman
Música: Tuny Brum

O PERFUME DO TEU PONCHO
Letra: Sergio Carvalho Pereira
Música: Juliano Gomes

OITO TENTOS
Letra: Passarinho Teixeira Nunes
Música: Cristiano Fantinel

O RANCHO QUE HABITO
Letra: Túlio Souza e Thiago Souza
Música: Emerson Martins, Arison Martins e Regis Reis

PRIMEIRA SOVA
Letra e Música: Cristiano Quevedo

DE ONDE VENHO
Letra: Marco Antonio Xirú Antunes
Música: Robledo Martins

NAZARENAS, SIM SENHOR
Letra: Mario Lucas
Música: Diego Camargo

ELEGIA AO VERSO AUSENTE
Letra: Francisco Luzardo
Música: André Teixeira

EU FIZ ESTA CHAMARRA
Letra: Rogério Villagran
Música: Kiko Goulart

CANTO DE AMOR A UM RIO
Letra: Adair de Freitas
Música: Paulo Timm e Alessandro Gonçalves

QUANDO A LUA FOR MATREIRA
Letra: Igor Mastroiano Moreira
Música: Daniel Simões Lopes

EU TAMBÉM SOU FLOR DO CAMPO
Letra: Adriano Silva Alves
Música: Cristian Camargo

COXILHA
Letra: Felipe Correa
Música: Tiago Cesarino

LÁ NO CERRO DO CANZIL
Letra: Rafael Chiappetta
Música: Lisandro Amaral

VAQUEANO
Letra: Túlio Urach
Música: Miguel Azambuja

EL PAREJERO Y MI ABUELO
Letra: Martin Cesar Gonçalves
Música: Miguel Dario Diaz e Hector Munoz

SUPLENTES:
MILONGA DE BIBIANA
Letra: Marcelo Dávila e Telmo Vasconcelos
Música: Eduardo Monteiro da Silva

O INVENTOR DE LETRAS
Letra: Diego Müller
Música: Maikel Paiva


FASE LOCAL

PRA CURSAR VETERINÁRIA
Letra e Música: Edu Novakoski

MÁS ALLÁ DEL CIELO
Letra: Marçal Furian
Música: Fernando Rossato

O QUE A PALAVRA ESCREVEU COM O CORAÇÃO
Letra: Rômulo Ribeiro Cordova
Música: Fernando Rossato

ESTAÇÃO CRUZ ALTA
Letra: Volmar Camargo
Música: Beto Barcellos

JUVENTUDE
Letra: Maria Iliria Barreto
Música: Angelino Rogerio

NUM FIM DE TARDE
Letra e Música: Diógenes Lopes

MANANCIAIS DE MILONGA
Letra e Música: Kauê Diaz

DE RODRIGOS E BIBIANAS
Letra e Música: Edu Novakoski

MILONGA DA VENTA RASGADA
Letra: Marçal Furian
Música: Nando Soares

ESTRELAS QUE NÃO VEMOS
Letra: Lenir dos Reis Prates
Música: Beth Azambuja

SUPLENTES:
O AFINADOR DE CORDEONAS
Letra: Volmar Camargo
Música: Sinval Araujo

COPLAS
Letra e Música: Josué Rodrigues


33ª COXILHA PIÁ
CATEGORIA PIÁ TALUDO

Patricia da Silveira Melo
O Jeito é Cantar

Giovanna Cavalheiro
O Arco e a Flecha

Danielly Steinbrenner Droppa
Terra Saudade

Kassia Maria Macedo Costa
A sombra de um Cinamomo

Kathellyn Beatriz Garcia
Rancho de Luz

Juan Winz
Geadas

Thais Barcelos
Poema não Escrito

Laura Baum
Sal e Sangue


CATEGORIA PIÁ

Emanuelle Macuglia
Me hijo Me Há Pedido um Chamamé

Natalia Rodrigues Peçanha
Soy El chamamé

Cassio Castilhos de Oliveira
No silencio dos Meus Olhos

Raisa Bicca
A voz do Amor

Julia Fenner de Almeida
Na Alma e na Voz

Maria Fernanda Maciel Ramos da Costa
Sal e Sangue

Murilo Vargas
Origens

Maria Alice Rosa da Silva
Final de Seca

Fonte: portal dos Festivais
Marcadores: , ,

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.