Departamento Cultural: Por que o valorizar nas entidades tradicionalistas

Foto: Estampa da Tradição Fotografia

Sempre digo e repito: O Departamento Cultural é o coração de uma entidade tradicionalista.

Existe história, folclore, tradição, tradicionalismo... mas há de existir também pessoas dispostas a estudar, resgatar, e principalmente, perpetuar toda essa deslumbrante cultura que tanto significa para o nosso Estado.

É necessário que se tenha, nas entidades tradicionalistas, pessoas dispostas manter viva a nossa cultura, não só através da dança, dos jogos, dos bailes e do chimarrão e churrasco de sempre, mas através de conhecimentos profundos, estudos diários, buscas por bibliografias, teses, notas de instrução, regulamentos, e muito muito mais... Tanto que tu podes nem imaginar.

É preciso que se tenha jovens dispostos a se dedicar dia após dia a uma cultura única, levando aos quatro cantos e a todos departamentos das entidades, mais conhecimento.
Só se ama de verdade aquilo que se conhece.

É indispensável que se valorize o trabalho desses jovens que tanto se dedicam ao nosso Movimento, que leem dezenas de livros, participam e promovem muitos eventos, que pesquisam, que não dormem, que enlouquecem às vésperas dos concursos, para simplesmente representarem bem as suas entidades e conquistarem um sonho que o próprio tradicionalismo os proporcionou.

É essencial que todos percebam a importância do Departamento Cultural em todas as entidades tradicionalistas, pelo simples fato de que uma cultura só pode ser cultuada, se houverem pessoas dispostas a isto.

É mais do que nossa obrigação acreditar em cada um dos jovens que se dispõem a representar entidades, regiões ou o Estado, porque eles acreditam em cada passo que estão dando em prol do nosso Movimento, e digo com toda a certeza do mundo: todos são dignos de muita admiração.

Valorize aqueles que se dispõem a estudar a história que também é tua.
Valorize aqueles que estão, faça chuva ou faça sol, cultuando e perpetuando a cultura que faz parte da tua vida tradicionalista.
Valorize aqueles que te ensinam a cada dia, que te fazem acreditar em um tradicionalismo ainda mais forte, e que te incentivam a conhecer mais sobre o nosso folclore.
Valorize aqueles que carregam um pedaço de couro no peito, e Rio Grande inteiro no coração!

Por Carolina Bouvie
Fonte: blog Cantinho Gaúcho
Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.