Foto: Estampa da Tradição Fotografia

Pois bem!
Se o Departamento Cultural é o coração de uma entidade tradicionalista, por toda bagagem histórica e folclórica que ele carrega, venho hoje pra dizer que o Departamento Artístico é o que dá vida ao CTG!

É este o Departamento que, normalmente, agrega maior número de pessoas em uma entidade, é o que está no galpão (no mínimo) uma vez por semana, por horas, ensaiando.
Jantinhas, rodas de chima, encontros para aquele carteado pré e pós ensaio... rola de tudo um pouco, além das danças tradicionais dentro da pista, é claro.

Jamais vou desmerecer quaisquer departamentos, cada um tem a sua importância sim, e a sua finalidade. Cada qual é essencial para as pessoas que ali a defendem, e que carregam a sua bandeira, mas me perdoem todos, porque sim: o Departamento Artístico é o que mais movimenta as entidades, na maior parte dos casos.

São os dançarinos que estão presentes nos fandangos de cada mês, muitas vezes também nos eventos culturais, e que sempre dão aquela passadinha, inclusive, nos rodeios campeiros. E passadinha é só em alguns casos, porque é muito comum a artística ficar responsável por cuidar da entrada do rodeio, da copa, etc.

São os dançarinos que movimentam as entidades em praticamente doze meses do ano, frequentando o galpão dia a dia, e que claro, além de dançar, cantam, declamam, tocam instrumentos, e representam através de seus dons toda arte e grandeza da cultura gaúcha.

São os dançarinos que suam diariamente, não só nos ensaios, mas também a procura de incentivo. Incentivo este que deveria ser algo comum aos olhos de tantos gaúchos fervorosos que encontramos por aí, que adoram vestir uma pilcha no mês de setembro, mas que infelizmente ao longo do ano esquecem da sua tradição e perdem a consideração por nossa cultura, não fazendo questão alguma de dar algum auxílio financeiro a tantos jovens que cultuam essa tradição, que também é deles.

Ali, a luta é diária. Por mais reconhecimento, mais atenção das autoridades, mais valorização.
Porém, maior que isso são os valores éticos e morais, as amizades, a disciplina que ali se adquire...
E isso, meu amigo, não tem preço.


Fonte: blog Cantinho Gaúcho, de Carolina Bouvie
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: