Como fazer o gaúcho


(inspirado no gaúcho do mastercheff: veja aqui)  

Junte cerca de meia dúzia de ingredientes ufanistas selecionados hierarquicamente:

uma bandeira
uma gaita
uma chula
um mate
uma bombacha
uma faca
um homem

Cozinhe todos os ingredientes em manipulação ideológica por algumas décadas
acrescente pitadas de telurismo
uma grande dose de bairrismo
bata até obter uma massa pastichizada
não pare de bater, mesmo quando saturado
unte com galanteios coisificadores
despeje a massa em uma fôrma vazia
decore com um padrão de comportamento teixeirinhístico
polvilhe com um estilo patriarcal
rende: algumas doses de alienação
modelo standart, não orgânico, pausterizado
contém conserva(dores)ntes


Fonte: blog Gauchismo Líquido
Marcadores: ,

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.