5º Celeiro da Poesia
De 24 a 27 de agosto de 2017
Campos Novos/SC

1ª Colheita de Versos
(Festival de Poesias Inéditas)
Inscrições até 01/05/2017
Inscrições a partir do dia 01/03/2017 no site
http://celeirodapoesia.com.br/

REGULAMENTO

I – INTRODUÇÃO

Art. 1º – O CELEIRO DA POESIA integra um projeto cultural desenvolvido pela Associação Cultural Celeiro da Tradição, AMPLASC – Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense e Instituto Humaniza, com apoio da Prefeitura Municipal de Campos Novos, através da Fundação Cultural Camponovense e com patrocínio da ENERCAN – Energia Campos Novos através de incentivo fiscal pela Lei Rouanet. O CELEIRO DA POESIA é um evento cultural e educacional realizado desde o ano de 2013, com o objetivo de fomentar o gosto pela arte declamatória, bem como capacitar intérpretes, poetas e amadrinhadores além da formação de plateia em recitais e festivais, tendo por objetivos:

II – OBJETIVO GERAL

Art. 2º:  O CELEIRO DA POESIA tem por objetivo maior a movimentação cultural artística e turística na região da AMPLASC, através de momentos educacionais de acesso à cultura através da capacitação artística para intérpretes, poetas e amadrinhadores além da formação de plateia em recitais e realização de festivais de poesia inédita, declamação e amadrinhamento, premiando os destaques.

III – OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Art. 3º:  São os objetivos específicos do V Celeiro da Poesia:

    Realização da I Colheita de Versos – Concurso de Poesia Inédita, Declamação e Amadrinhamento – nível nacional e regional (AMPLASC);
    Realização do I Festival de Pequenos Declamadores – com poemas inéditos ou não de temática referente à infância – nível nacional e regional (AMPLASC);
    Realização de Oficinas Culturais sobre amadrinhamento em parceria com amadrinhadores profissionais;
    Realização de Oficinas Culturais sobre interpretação com declamadores aclamados no cenário artístico gauchesco;
    Realização de Oficinas Culturais sobre produção de poemas com poetas aclamados no cenário artístico gauchesco;
    Realização de Oficinas Culturais sobre Poesia na Escola com poetas, declamadores, músicos e professores especialistas no assunto;
    Integrar, através da poesia, a comunidade de Campos Novos e toda a região da AMPLASC ao Movimento Artístico onde se cultua o Nativismo e o Tradicionalismo;
    Abrir novos espaços para poetas, declamadores e músicos;
    Divulgar a arte, a história, e a cultura do homem, da mulher das coisas e da sociedade integrada ao culto das manifestações artísticas, folclóricas, histórias, geográficas, sociais e psicológicas destes, através do verso.
    Realização de Oficina Cultural de Declamação em parceria com a Fundação Cultural Camponovense, para todas as idades, durante todo o ano letivo de 2017, onde os alunos integrarão o Grupo de Declamadores do Celeiro da Poesia, bem como todas as pessoas independente de idade que queiram estudar a poesia gaúcha, realizando além das oficinas, recitais e ações que divulguem a poesia gaúcha na região da AMPLASC;


IV – COORDENAÇÃO

Art. 4º: A coordenação do CELEIRO DA POESIA, estará a cargo da Comissão Executiva constituída por representantes da Associação Cultural Celeiro da Tradição, Instituto Humaniza, AMPLASC e ENERCAN.

Parágrafo 1ª: A Comissão Executiva é responsável pela elaboração do projeto e pela execução e avaliação do evento.

Parágrafo 2º: A Comissão Executiva indicará a Comissão Avaliadora dos festivais, bem como os palestrantes das oficinas, que serão integradas por: poetas, compositores, declamadores e professores, de reconhecido renome no cenário cultural gauchesco.

V – DO LOCAL E DATA

Art. 4º: As Oficinas e festivais acontecerão de 24 a 27 de agosto de 2017, as locações dos espaços serão definidas pela Comissão Executiva e serão amplamente divulgadas a partir do lançamento oficial do evento.

VI – CRONOGRAMA E PROGRAMAÇÃO

Art. 5º: O cronograma e programação ficam assim estabelecido:

CRONOGRAMA – PROGRAMAÇÃO

V CELEIRO DA POESIA

DIA 1º DE MARÇO

ABERTURA DAS INSCRIÇÕES PARA A 1ª COLHEITA DE VERSOS – FESTIVAL DE POESIA INÉDITA (Categorias Nacional, Regional e Tema Especial)

No site: celeirodapoesia.com.br

DIA 02 DE MARÇO

LANÇAMENTO OFICIAL DO V CELEIRO DA POESIA
LOCAL: CASA DA CULTURA AS 16h00min

DIA 06 DE MARÇO

INÍCIO DAS AULAS DA OFICINA DE DECLAMAÇÃO E POESIA DO CELEIRO DA POESIA
LOCAL: CASA DA CULTURA – SALA DE POESIA
COORDENAÇÃO: GIOVANI PRIMIERI

DIA 1º DE MAIO

ENCERRAMENTO DAS INSCRIÇÕES PARA A 1ª COLHEITA DE VERSOS – FESTIVAL DE POESIA INÉDITA (Categorias Nacional, Regional e Tema Especial)

No site: celeirodapoesia.com.br

DIAS 13 E 14 DE MAIO

TRIAGEM DOS POEMAS INSCRITOS NA 1ª COLHEITA DE VERSOS– FESTIVAL DE POESIA INÉDITA (Categorias Nacional, Regional e Tema Especial)
LOCAL: AMPLASC – Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense

DIA 14 DE MAIO

LANÇAMENTO OFICIAL DA CONFRARIA DE POETAS DO MEIO OESTE CATARINENSE COM RECITAL DE POEMAS
LOCAL: CASA DA CULTURA – 15h00min

DIA 20 DE MAIO

DIVULGAÇÃO DOS CLASSIFICADOS NA TRIAGEM DA 1ª COLHEITA DE VERSOS (após confirmação com os poetas classificados sobre sua participação em palco)

No site: celeirodapoesia.com.br

DIA 1º DE JULHO

PRAZO FINAL PARA A ENTREGA DAS GRAVAÇÕES DOS POEMAS CLASSIFICADOS (para produção do CD)

DIA 1º DE JULHO

ABERTURA DAS INSCRIÇÕES PARA O I FESTIVAL DE DECLAMADORES MIRIM E JUVENIL

No site: celeirodapoesia.com.br

DIA 1º DE AGOSTO

ENCERRAMENTO DAS INSCRIÇÕES PARA O I FESTIVAL DE DECLAMADORES MIRIM E JUVENIL E DIVULGAÇÃO DOS INSCRITOS

No site: celeirodapoesia.com.br

DIA 24 DE AGOSTO – QUINTA-FEIRA

ABERTURA OFICIAL DO V CELEIRO DA POESIA
RECITAL DOS ALUNOS DA OFICINA DE DECLAMAÇÃO DO CELEIRO DA POESIA
LOCAL: CASA DA CULTURA – 19h00min

DIA 25 DE AGOSTO – SEXTA-FEIRA

I SEMINÁRIO SOBRE A POESIA NA ESCOLA
PALESTRANTES: CARLOS OMAR VILLELA GOMES E PEDRO JÚNIOR DA FONTOURA
LOCAL: UNOESC – Campus de Campos Novos – 19h00min

DIA 26 DE AGOSTO – SÁBADO

LOCAL: CLUBE 7 DE SETEMBRO
09h00min – CREDENCIAMENTO E RODA DE MATE
10h00min – OFICINA DE INTERPRETAÇÃO PARA PRENDAS E PEÕES MIRIM E JUVENIL
                    PALESTRANTES: LILIANA CARDOSO E PEDRO JR. DA FONTOURA
10h00min – OFICINA DE COMPOSIÇÃO PARA POETAS
                    PALESTRANTES: CARLOS OMAR VILLELA GOMES E BIANCA BERGMAM
12h00min – ALMOÇO (por adesão antecipada)
14h00min – ABERTURA OFICIAL DO I FESTIVAL NACIONAL DE DECLAMAÇÃO MIRIM E JUVENIL
LANÇAMENTO DO LIVRO “NO JARDIM DA POESIA” – Poemas para prendas e peões mirim e juvenil de JUREMA CHAVES.
LANÇAMENTO DO LIVRO “A ARTE DE DECLAMAR NO GAUCHISMO” DE JOSÉ LUIS RODRIGUES DOS SANTOS
14h30min – INÍCIO DO I FESTIVAL NACIONAL DE DECLAMAÇÃO MIRIM E JUVENIL
18h00min – APRESENTAÇÃO DA ORQUESTRA SANFOCLÁSSICA LAPIDANDO TALENTOS
19h00min – CONTINUAÇÃO DO I FESTIVAL NACIONAL DE DECLAMAÇÃO MIRIM E JUVENIL

       *Após todas as apresentações terá a premiação.

DIA 27 DE AGOSTO – DOMINGO

LOCAL: CLUBE 7 DE SETEMBRO
09h00min – CREDENCIAMENTO E RODA DE MATE
10h00min – OFICINA DE AMADRINHAMENTO
PALESTRANTE: GERALDO TRINDADE em parceria com CURSO DE LICENCIATURA      EM MÚSICA DA UNOESC.
10h00min – OFICINA A ARTE DE DECLAMAR
                     PALESTRANTE: LILIANA CARDOSO DUARTE
12h00min – ALMOÇO (por adesão antecipada)
13h00min – LIBERAÇÃO DO PALCO DA 1ª COLHEITA PARA PASSAGEM DE SOM
16h30min – ABERTURA OFICIAL DA 1ª COLHEITA DE VERSOS
17h00min – FESTIVAL 1ª COLHEITA DE VERSOS
19h30min – SHOW DE MÚSICA NATIVISTA COM FÁBIO SOARES
20h30min – PREMIAÇÃO E ENCERRAMENTO DO V CELEIRO DA POESIA.
21h00min – JANTAR (por adesão antecipada)

VII – I COLHEITA DE VERSOS – FESTIVAL DE POESIA INÉDITA

Art. 6º: Poderão participar da I COLHEITA DE VERSOS DO V CELEIRO DA POESIA, poetas, declamadores, músicos, professores, alunos, entusiastas, produtores e artistas de qualquer parte do Brasil e Países vizinhos, sendo todas as oficinas de forma gratuita e participação nos festivais mediante classificação nas devidas triagens.

Parágrafo 1º – Na 1ª Colheita do Celeiro da Poesia, estabelece-se um tema determinado pela Comissão Organizadora, onde será selecionado 1 (um) poema, que subirá ao palco na noite do festival, sua premiação já estará garantida na classificação, mas estará concorrendo com os outros poemas nas categorias, poesia, intérprete e amadrinhador(es).TEMA DEFINIDO: CELEIRO DA POESIA

Parágrafo 2º – A fim de evitar constrangimento não serão aceitas inscrições de poesias entregues diretamente aos jurados.

Parágrafo 3º – Os autores ao realizar inscrição concordam em ceder o direito de imagem, gravação, comercialização, ressalvados os direitos autorais da 1ª COLHEITA DO CELEIRO DA POESIA, correspondente à edição e/ou reedição do CD e quaisquer menção respeitosa ao seu nome e imagem em vídeos e demais gravações e fotos.

Parágrafo 4º – É vedada a participação dos membros da Comissão Organizadora, auxiliares, funcionários, conselheiros como concorrentes em qualquer circunstância.

Art. 7ª: A INSCRIÇÃO da I COLHEITA DE VERSOS – Festival de Poesia Inédita, deverá respeitar os seguintes parâmetros:

    Cada autor poderá inscrever gratuitamente, número ilimitado de poesias, podendo classificar somente 1 (um) poema, até o dia 1º DE MAIO DE 2017.
    As poesias DEVERÃO ser inscritas exclusivamente no campo da I Colheita de Versos subcampo: “inscrição” encontrado no meu do site do Celeiro da Poesia: celeirodapoesia.com.br , cada inscrição receberá automaticamente e-mail de confirmação.
    As poesias inscritas deverão ser inéditas, isto é, não publicadas em livros de festivais e/ou gravadas e que não tenham sido premiadas em festivais do gênero.
    Todo material enviado não será devolvido e ficarão pertencendo ao acervo do festival.
    Os autores poderão enviar mais de uma poesia, porém para cada obra inscrita, deverá realizar uma inscrição por vez.
    O concorrente, após inscrever seu trabalho, não poderá divulgá-lo até o final do evento.
    A resposta do e-mail de confirmação de classificação na triagem pelo responsável implica na aceitação expressa de todos os artigos constantes desse regulamento por todos os demais elementos do grupo, sendo que o festival não se obriga a cumprir o que nele não foi estipulado.


Art. 8º: O tempo de apresentação de cada um dos trabalhos classificados não deverá exceder 10 (dez) minutos.

Art. 9º: Encerrado o prazo para inscrições, a Comissão Avaliadora selecionará, doze (12) poesias (sendo nove (8) livres nível nacional, uma (1) com o tema definido pelo festival e três (3) de poetas residentes na região da AMPLASC), que integrarão o COMPACT DISC (CD),

PARAGRAFO ÚNICO: o V Celeiro da Poesia classificará mais 3 poesias como suplentes que se necessário poderão ser convidadas no caso de desistência de uma ou até de três poemas que não possam participar do evento, obedecendo as mesmas observações das classificadas na triagem.

VIII – AJUDA DE CUSTO

Art. 10º:  No Festival I COLHEITA DE VERSOS DO V CELEIRO DA POESIA os poemas – nível nacional – terão uma ajuda de custo de R$1000,00 (um mil reais, para as despesas do poeta, declamador e amadrinhador classificados). Os poemas de nível regional – AMPLASC, terão uma ajuda de custo de R$500,00 (quinhentos reais). A ajuda de custo deverá custear as despesas de transporte, alimentação, hospedagem e gravação do poema classificado.

IMPORTANTE: GRAVAÇÃO DOS POEMAS CLASSIFICADOS: Cada poema classificado na triagem deverá ser gravado por total responsabilidade do autor.

As poesias classificadas para o CD da I Colheita de Versos do V Celeiro da Poesia, devem ser enviadas através dos sites SENDSPACE ou WETRANSFER para o e-mail adilson.deoliveira@hotmail.com , (fone de contato (49) 98825-0640 / 99840-5501, falar com Adilson) fechadas no formato WAVE e já equalizadas . A masterização será feita pela gravadora. Enviar e-mail e fone de contato, caso precise algum ajuste final para o CD.

IX - TRIAGEM

Art. 11º – No Festival I COLHEITA DE VERSOS DO V CELEIRO DA POESIA, após encerrar o prazo de inscrição, a Comissão julgadora selecionará as 12 (doze) poesias que serão declamadas na 1ª COLHEITA DE VERSOS DO CELEIRO DA POESIA que integrarão o respectivo CD. Os concorrentes serão notificados, em tempo hábil, através de mensagem automática enviada pelo site do Celeiro da Poesia.

X - DA COMPETIÇÃO

Art. 12º – As poesias classificadas PARA I COLHEITA DE VERSOS DO V CELEIRO DA POESIA deverão ser apresentadas no palco do CELEIRO DA POESIA, no dia 27 de agosto de 2017, horário conforma programação.

OBSERVAÇÃO: NÃO HAVERÁ SEGUNDA CHAMADA, caso na hora em que o inscrito for chamado e não estiver presente sem justificativa plausível para a comissão executiva e avaliadora automaticamente será desclassificado.

Art. 13º – A Comissão Organizadora irá sortear a ordem de apresentação das 12 (doze) poesias que subirão ao palco.

Art. 14º –  O intérprete poderá participar de apenas uma poesia, sendo ou não de sua autoria.

Art. 15º– O amadrinhador (Instrumentista) poderá participar de, no máximo, duas poesias.

Art. 16º – Cada declamador deverá se apresentar com seu(s) próprio(s) instrumentista(s), não haverá número máximo de amadrinhadores e restrição de instrumentos.

Art. 17º – O poema poderá ser defendido em forma de dueto, terno e quarteto.

Art. 18º –  A apresentação da poesia no palco será de inteira responsabilidade do autor.

Art. 19º – A apresentação de cada poesia pode contar com cenografia específica, acessórios, afinação de luz previamente marcada com o técnico de iluminação no ensaio e todos os recursos técnicos presentes, desde que não atrapalhem o bom andamento do tempo previsto de 10 minutos no máximo desde a liberação do palco até o fim da apresentação.

XI – INDUMENTÁRIA

Art. 20º – O intérprete e os músicos deverão apresentar-se obrigatoriamente pilchados no palco com a indumentária típica do gaúcho, sem descaracterização e deturpação. Sugerimos como consulta as obras “O Gaúcho, Danças Trajes e Artesanato” de J.C. Paixão Côrtes, “A Moda, Alinhavos e Chuleios” e “Ponto e Pesponto da Vestimenta da Prenda” de J. C. Paixão Côrtes e Marina M. Paixão Côrtes.

XII – HORÁRIO DE PASSAGEM DO SOM

Art. 21º – Os trabalhos poderão ser ensaiados das 13h às 16h, do dia da respectiva apresentação no palco.

XIII – CREDENCIAMENTO, ALIMENTAÇÃO, HOSPEDAGEM ACOMPANHANTES

Art. 22º – O transporte, hospedagem, alimentação e gravação dos poemas dos participantes e acompanhantes será por conta dos mesmos.

Art. 23º – O Festival colocará à disposição dos participantes e acompanhantes café da manhã, lanche, almoço e jantar, por adesão.

XIV – PREMIAÇÃO DA 1ª COLHEITA DO CELEIRO DA POESIA

Art. 24º – O festival se compromete em efetuar os pagamentos das premiações, mas não estipula a forma de pagamento, podendo ser em dinheiro, cheque nominal ou similares.

Art. 25º – Somente serão feitos os pagamentos as pessoas indicadas no campo de inscrição do site e com documento de identificação com foto.

Art. 26º – – Os vencedores da 1ª COLHEITA DO CELEIRO DA POESIA – NACIONAL, farão jus a seguinte premiação:

1º Lugar Poesia: – Troféu + R$ 1000,00
2º Lugar Poesia: – Troféu + R$ 700,00
3º Lugar Poesia: – Troféu + R$ 500,00

1º Lugar Intérprete: Troféu + R$ 1000,00
2º Lugar Intérprete: Troféu + R$ 700,00
3º Lugar Intérprete: Troféu + R$ 500,00

1º Lugar Amadrinhador: Troféu + R$ 700,00
2º Lugar Amadrinhador: Troféu + R$ 500,00
3º Lugar Amadrinhador: Troféu + R$ 300,00

Melhor Tema “CELEIRO DA POESIA” Troféu 1ª COLHEITA + R$ 600,00

TOTAL PREMIAÇÃO: R$6500,00

XV – COMISSÃO JULGADORA

Jurados:

    Pedro Junior da Fontoura
    Bianca Bergmam
    Carlos Omar Vilella Gomes
    Geraldo Trindade

Mestre de cerimônia:

    Liliana Cardoso Duarte

XVI – DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 27º – Os casos omissos no presente regulamento, bem como eventuais dúvidas surgidas durante a realização do evento, serão resolvidos pela Comissão Executiva.

Art. 28º – As deliberações da Comissão Avaliadora serão soberanas, não cabendo nenhuma contestação.

Art. 29º –  Havendo necessidade este regulamento poderá ser alterado.

CONTATO

Site: www.celeirodapoesia.com.br
E-mail: contato@celeirodapoesia.com.br
Telefone: GIOVANI PRIMIERI– (49) 988109522


Fonte: portal Identidade Campeira
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: