Por: Paulo Ricardo Costa

Bora lá, mais um projeto chegando, CD FESTIVAIS com algumas músicas que estivemos pelos festivais nesses últimos anos - um meio de divulgar esses trabalhos que ficam encalhados nos CDs de festivais ou muitas delas que os CDs nem saíram - Espero que estejam a altura e ao gosto de todos...

SÃO ELAS:

01 - EU E O JOÃO DE BARRO – Arison e Emerson
(Paulo Ricardo Costa / Emerson Martins)

02 – UM PONCHO PRA TEUS OLHOS – Miguel Marques
(Paulo Ricardo Costa / Valdor Alves de Moraes)

03 – QUANDO UM FILHO PEDE COLO – Jean Kirshoff
(Paulo Ricardo Costa / Fábio Henrique Zappe / Ramires Monteiro)

04 – SAUDADE QUE CHORA – Eraci Rocha
(Paulo Ricardo Costa / Emerson Martins)

05 – PRA O TEU SORRISO – Emerson Martins
(Paulo Ricardo Costa / Márcio Lannes)

06 – NA PAZ DO CAMPO – César Lindemayer
(Paulo Ricardo Costa / Severino Moreira / Diego Muller / Sérgio Rosa)

07 – QUANDO A GUITARRA PERDE A ALMA – Dartagnan Portella
(Paulo Ricardo Costa / Regis Reis / Dartagnan Portella)

08 – TEMPO SONHO E SOLIDÃO – Jean Kirshoff
(Paulo Ricardo Costa / Regis Reis / Márcio Lannes)

09 – SINGRANDO SONHOS – Arison Martins
(Paulo Ricardo Costa / Arison Martins / Emerson Martins / Thiago Ramos)

10 – NO SILÊNCIO DE UM ADEUS – Luciano Rodrigues
(Paulo Ricardo Costa / Lucas Mendes)

11 – NA SOLIDÃO DE UM DOMINGO – Marcelinho Carvalho
(Paulo Ricardo Costa / Marcelinho Carvalho)

12 - BRUMAS DO AMANHECER – Miguel Marques
(Paulo Ricardo Costa / Salvador Lamberty / Miguel Marques)

13 – NA TAPERA DE UM CORAÇÃO – Amilton Brum
(Paulo Ricardo Costa / Amilton Brum)

14 – DEPOIS QUE A TROPA SE ESTENDE – Eri Cõrtes e Robledo Martins
(Paulo Ricardo Costa / Eri Côrtes)

15 - DE UMA TARDE DE DOMINGO – Thiago Machado
(Paulo Ricardo Costa / Thiago Machado)

16 – ESTÂNCIA DOM AGRIPINO – Enio Medeiros
((Paulo Ricardo Costa / Cristiano Rodrigues)

17 – NO SOSSEGO DA CASA VELHA – Arison Martins e Emerson Martins
(Paulo Ricardo Costa e Emerson Martins)

18 – QUANDO O PASSADO NÃO PASSA – Dartagnan Portella
(Paulo Ricardo Costa / Regis Reis / Dartagnan Portella)

19 – SINA DE DOMADOR - André Teixeira
(Paulo Ricardo Costa / Rodrigo Raskopff)

Biografia

Nascido lá da Vista Alegre - 5ª distrito de São Francisco de Assis, há muito tempo venho buscando caminhos pelos corredores da cultura sul rio-grandense. Literalmente nasci no meio tradicionalista, pois no ano de meu nascimento, Don Ney Moreira, meu velho Pai, que tropeireia lá na Estância grande do céu, fundava o CTG Tropeiro das Missões, na Vila Kraemer – distrito de São Francisco de Assis.

Uma infância voltada para a  lida campeira, fiz de escola para um aprendizado cultural. A juventude no Grêmio Estudantil da Escola Senador Salgado Filho e posteriormente no Departamento Cultural do CTG Negrinho do Pastoreio, somaram para que hoje, pudesse navegar nesse mar de poesias, cantos e versos.

No ano de 1993 fui o idealizador e criador da Querência do Bugio, festival que orgulha não só a Capital Mundial do Bugio, São Chico de Assis, bem como a Pátria Grande do Sul, pois é o resgate de um rítmo que muito orgulha os Gaúchos, por ser o único criado nessas plagas e com certeza teria que ser nesse chão pesado de História.

Hoje tenho orgulho de dizer que faço parte do manancial de compositores que tentam dar vida aos temas campeiros deste estado.

Com músicas gravadas pelos Palcos do Rio Grande do Sul, com grupo de bailes como: Os Serranos, Os Monarcas, Porca Véia, Walter Morais, Grupo Floreio, Edson Vargas e Grupo Galope do Mouro, Grupo Cordiona, Tchê Sarandeio, karaguatá e tantos outros.

O Palco dos festivais muito tem me ensinado, principalmente a respeitar o canto, o verso, a melodia e acima de tudo os artistas que dão vida aos poemas, aos quais sou eternamente grato. Com mais de 200 músicas gravadas por inúmeros artistas riograndenses, sendo muitas delas regravações, fato que me conforta e alegra, pois é visto que o trabalho da gente vem por um rumo certo. Faço desse legado um aprendizado para cada dia mais, melhorar e aprimorar o conhecimento, o saber e a vida, visto que essa tríade é que me faz trilhar por esse caminho.

Em 2010 tive o privilégio de vencer o Maior Festival do Brasil, a VIOLA DE TODOS OS CANTOS em São Paulo, com a música EU E O JOÃO DE BARRO, na bela voz de Arison e Emerson, música essa que ja tem diversas gravações.


Quer saber mais sobre este "índio véio", acesse o sítio ENTRE MATES E GUITARRAS, lá vais encontrar muita poesia, música, notícias sobre o cultura, festivais, etc... Baita abraço aos amigos!


Fonte: Blog Entre Mates e Guitarras e portal Identidade Campeira
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: