Seguimos hoje com as curiosidades, e o tema do dia é: Tradição, Tradicionalismo e Folclore!
E como são muuuitas questões que recebi, terá parte 1 e 2. Fique ligadinho! ;)

Foi criado em nosso estado, o decreto n° 38.400 que instituiu a flor símbolo do RS. Estamos falando do Brinco-de-Princesa.
O grupo formado por Antonio João Sá de Siqueira, Fernando Machado Vieira, João Machado Vieira, Cilço Araújo Campos, João Carlos Paixão Cortes, Ciro Dias da Costa, Cyro Dutra Ferreira e Orlando Jorge Degrazia ficou conhecido como o Grupo dos Oito pois fizeram o cortejo a cavalo dos restos mortais do Gal. David Canabarro em 05.09.1947.
A Carta de Princípios, escrita por Glaucus Saraiva, fixa os objetivos do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Ela foi aprovada no 8° Congresso Tradicionalista em Taquara.
Dança de origem italiana, onde inclusive a letra de sua música é cantada em italiano. Estamos nos referindo ao Chote de quatro Quatro Passi.
Fato Folclórico é a parcela de conhecimento humano que se transmite no tempo e espaço, de geração em geração, sem ensino formal.
Segundo o livro “O Folclore da Mulher” – Crendices e Superstições, para dar sorte no casamento, a noiva deve levar em seu enxoval algo que tenha pertencido ao enxoval de sua avó.
Documento aprovado em 1954, durante o 1° Congresso Tradicionalista em Santa Maria, faz uma reflexão sobre a importância do tradicionalismo, Estamos falando da tese “O Sentido e o Valor do Tradicionalismo”.
O Folguedo Cavalhada é uma encenação montada que reproduz uma batalha ocorrida entre cristãos e mouros.
Uma entidade Tradicionalista para estar caracterizada como Categoria Plena, necessita estar apta a desenvolver atividades no mínimo na área cultural, campeira e artística.
“Muita gente já viu a casa, mas ninguém conseguiu se aproximar. O local é marcado, mas quando voltam ao local, com outras pessoas e ferramentas, a casa não está mais lá.” Estamos falando da lenda a Casa de M’bororé.
Comum na região norte do Estado, de origem Açoriana, tem caldo e leva muitos legumes, linguiça ou peixe e uma parte de pirão, com ovos duros por cima. Este prato é chamado de Sorda.
Segundo o vocabulário do Gaúcho, a palavra “Reiúno” significa "fornecido pelo Estado ou pelo Exército para uso de soldados".
Sua fonte de inspiração foi o folclore, imprimindo riqueza poética a linguagem do cancioneiro popular e densidade humana ao tipos regionais. Dentre suas obras destacamos “O Cancioneiro Guasca”. Estamos falando de João Simões Lopes Neto.
A Sociedade La Criolla foi fundada em 1894, no Uruguai por Dr. Elias Regules. Acredita-se ter influenciado na criação do Grêmio Gaúcho, em Porto Alegre, por ter em seu fundamento o mesmo sentimento nativista.
No encerramento da Ronda Gaúcha, em 20 de setembro de 1947, foi realizado um baile no Teresópolis Tênis Clube, onde teve o concurso do gaúcho mais bem trajado, o qual teve como jurados Otelo Rosa, Amandio Bica e Manoelito de Ornellas.
A ideia da criação de uma Federação das Entidades Tradicionalistas do RS foi apresentada pela primeira vez no 1° Congresso Tradicionalista por Fernando Brockstedt.
A música gaúcha canta temas regionais de forte influência campeira e apresenta vários gêneros musicais, que podem ser chamados de ritmos. Sobre o Chote, podemos afirmar que no RS, ganhou maior divulgação com o aparecimento da gaita como instrumento musical e apresenta características diferentes do que é dançado no Nordeste do Brasil.
Durante a produção da erva mate, após sapecar os galhos em fogo intenso, os galhos são quebrados e levados para secagem definitiva que pode ser por dois sistemas, chamados Carijó e Barbacuá.
Mocotó é o prato típico Gaúcho que surgiu pelos galpões das estâncias, quando as escravas, no afã de alimentar seus filhos, aproveitavam as patas dos animais carneados e que não eram aproveitados pelos senhores, para fazer um sopão.
“Jesus Cristo morreu em carne, em carne ressuscitou, para reunir carne, osso e nervo rendido. Em nome de Deus e da Virgem Maria.” Essa reza era usada para benzer mau-jeito.
Em comemoração aos 35 anos de fundação do MTG e 40 anos de aprovação da Carta Princípios realizou-se o 1° Fórum Tradicionalista.
A obra “Assumptos do Rio Grande do Sul” (1912) é de autoria de João Cezimbra Jacques.
O Ensaio de Promessas de Quicumbi é o Folguedo que acontece em Mostardas e está ligado à Irmandade de Nossa Senhora do Rosário.
O concurso de Primeira Prenda do RS aconteceu oficialmente pela 1ª vez, em  1971, em Quarai.
Carta de Princípios é o documento que fixa os objetivos do MTG. Sua autoria é de Glaucus Saraiva e foi aprovada em 1961, no VIII Congresso Tradicionalista, em Taquara.
“Tem que ter espora grande, ser folgado e não ter luxo”. Este verso, refere-se a dança Sarrabalho.
Uma Entidade Tradicionalista apresenta uma estrutura administrativa chamada Patronagem. A função daquele que necessita lidar com o dinheiro da Entidade é denominada Agregado das Pilchas.
O órgão encarregado de estabelecer, orientar e comandar a Administração executiva do MTG é o Conselho Diretor.
Luis Carlos Barbosa Lessa foi um dos principais responsáveis pelo projeto de resgate da cultura gaúcha. Entre suas principais obras, encontramos o Hino Tradicionalista.
O Chimarrão é a bebida típica do gaúcho. É o símbolo da Hospitalidade e da amizade. O mate com canela significa só penso em ti.
Segundo o livro “O Folclore da Mulher” – Crendices e Superstições, quando o cachorro está com a perna para o ar adivinha visita.
As Parlendas que apresentam dificuldades de pronúncia, formadas por palavras de difícil dicção como, por exemplo: “Compadre comprei pouca capa. Quem pouca capa compra, pouca capa paga.” São chamadas de Trava Línguas.
Católicos Fervorosos, os Italianos são responsáveis por levantar marcos de devoção religiosa, ao longo das estradas, chamados de Capitéis.
A Ronda Gaúcha realizada pelo departamento de Tradições Gaúchas do colégio Julio de Castilhos de 7 a 20 de setembro de 1947, teve inicio com a retirada de uma centelha do fogo simbólico da Pátria.
De acordo com Antonio Augusto Fagundes, “Tradição e Nativismo podem andar com uma única pessoa”. Podemos afirmar que a tradição é o culto dos valores que os antepassados nos legaram.
O Brasão de Armas do MTG foi constituído no XII Congresso Tradicionalismo. As 7 folhas do broto que nasce do tronco nesse brasão, representam o Tradicionalismo como organismo social de natureza nativista, cívica, cultural, literária, artística e folclórica.
A Fundação Cultural Gaúcha – MTG foi constituída para realizar atividades complementares e de apoio ao Movimento Tradicionalista Gaúcho. Essa fundação foi criada em 1980 quando era presidente do MTG, Rodi Pedro Borghetti.
Segundo Antonio Augusto Fagundes em seu livro “Curso de Tradicionalismo Gaúcho”, Folclore é uma ciência.
Na liturgia católica, corresponde a Pentecostes, pois comemora a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos. Estamos falando de Corpus Christi.
O que se oferece em regozijo a graça alcançada, pode ser sob a forma de quadro de imagens, desenho, escultura, fotografia, peça de roupa, etc. Acha-se, geralmente, junto às capelas ou lugares considerados sagrados: Ex-votos.
O Folguedo Terno de Atiradores é uma manifestação que ocorre na região colonial alemã durante os ciclos natalinos e Ano Novo.
“Quero dar sombra, muita sombra a todos os homens cansados. – Sombra todas as árvores dão, disse o Senhor. – Sim, eu sei, mas quero a mais ampla e mais densa das sombras. Quero ser o símbolo da hospitalidade, o abrigo do homem cansado. Mas, também quero ter a madeira frágil para que nunca possam da minha carne fazer a cruz para crucificar o Teu filho." Este é um trecho da lenda o Umbu.
A expressão gauchesca “O mate para o estribo”, significa o último mate que se brinda o visitante quando ele está pronto para sair.
Segundo o vocabulário gaúcho, a palavra “estafaréu” significa grande tumulto.
Quando fundado, em 1948, o 35 CTG diferenciou-se das sociedades comuns da época por adotar como nomenclatura, para suas estruturas, as normas básicas da organização de uma estância gaúcha. Dessa forma, “Casa Grande da Estância” corresponde a sede principal.
A literatura regionalista gaúcha é feita por autores eruditos sobre o gaúcho, seus usos e costumes. A obra “Lendas do Sul” (1913) é de autoria de Simões Lopes Neto.
Construíram casas no modelo enxaimel e foram responsáveis pela introdução de árvores de Natal e dos ninhos de Páscoa. Estamos falando dos Alemães.


Fonte: blog Cantinho Gaúcho, de Carolina Bouvie
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: