- As duas colunas do Hércules da mitologia grega significam que o poder e a sabedoria de Deus estão acima do julgamento dos homens.- Nos triângulos do quadrilátero as estrelas flamígeras de cinco pontas, com o vértice voltado para cima significando o retorno do homem material à morada do divino, fundamento da verdadeira religião (do latim religare).
 
- As espadas símbolos da justiça e da inflexibilidade no cumprimento da lei.
 
- Os ramos de acácia, evocação do florescimento das idéias que devem encher de beleza a vida dos homens. E da mesma forma que o caduceu de mercúrio (símbolo da medicina) os canais secretos do corpo humano que devem levar as energias até o Santo Graal “cérebro” para a transmutação do ser humano.
 
- No centro, um símbolo da coluna com suas 33 vértebras simbolizadas nos 33 graus do mestrado.
 
- A trombeta representa a divulgação dos ideais.
 
- Nas periferias do lenço uma cronologia das batalhas Farrapas.
 
- O anjo que toca a trombeta mostra de onde vêm esses ideais.
 
- As nove lanças representam cabalisticamente o numero nove, a descida à nona esfera, o resgate dos valores necessários para o acesso ao Supremo Arquiteto do Universo.
 
- O número 3, o número místico das idades sagradas, está subliminarmente em todo o lenço e representa o Terceiro Logos, as três formas primarias da criação, a Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo.


Fonte: blog do Léo Ribeiro
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: