Resolvi falar um pouco da diferença dos gauchito que encontro por aí, e os Gaúchos de Verdade, que nem eu. Então se tu quer saber em qual tu te encaixa, da uma lida aí pra baixo che!

E tu NÃO TE ESQUECE DE COMENTAR LÁ NO FACEBOOK o que tu achou che!!

O gaúcho vai saber cantar o hino do Rio Grande.

O Gaúcho de Verdade vai vibrar, chorar, dar a vida para cantar todo o hino. E se por um acaso encontrar alguém que não cantou, vai caga de laço!


 Foto: Rede Globo

O gaúcho até vai para balada sertaneja, funk, rave...

O Gaúcho de Verdade troca tudo por um baile véio bem gaúcho, e com canha de araçá de preferência!

O gaúcho até gosta de comer um xis, pizza, sushi...

O Gaúcho de Verdade troca tudo isso pela única comida de verdade. Churrasco. E com a sobra, carreteiro!






O gaúcho quando vai viajar pra outro estado fala de onde é, e quanto longe de Porto Alegre a cidade fica.

O Gaúcho de Verdade vai dizer que mora a uns quantos Km do Alegrete, mas que lá tudo é melhor, que o povo é mais bonito, o gado mais gordo... O tal Bairrista che!

O gaúcho gosta de descansar no domingo vendo séries e indo ao cinema.

O Gaúcho de Verdade ta sempre procurando um rodeio, gineteada, tiro de laço, almoço de CTG e quando não aguenta mais, assiste “A casa das 7 mulheres” ou “O Tempo e o Vento”!  





O gaúcho gosta das praias de Santa Catarina.

O Gaúcho de Verdade não gosta de praia. Mas quando vai, tem que ser Torres, Arroio do Sal, Imbé ou Cidreira. E nada mais.

O gaúcho gosta de comprar roupa no shopping.

O Gaúcho de Verdade gosta de comprar pilcha. Só pilcha.

Então che, se tu concorda, marca lá nos comentários do Facebook um amigo teu que é gaúcho e um que é Gaúcho de Verdade, mas não fala quem é qual che!


Fonte: portal Estância Virtual 
Axact

#ProsaGalponeira

O Prosa Galponeira é um portal voltado para a divulgação da cultura gaúcha, amplamente diversificado, trazendo notícias sobre os festivais nativistas, shows - agenda de artistas, rodeios, eventos em CTGs, MTG e CBTG, artigos culturais, histórias e personalidades marcantes da nossa cultura, entre outras informações e histórias. E-mail: prosagalponeira@gmail.com.

Poste o seu comentário:

0 comments: