Medicina campeira e povoeira

Foto: Divulgação


Para cada mal, uma solução...

Problemas de nervos: chá de erva cidreira ou capim cidró. Chá de pétalas de rosa branca também é eficaz (fazer a infusão e tomar 3 cálices por dia).
Tosse: chá de guaco com agrião e mel ou açúcar queimado.
Dor de barriga: cólicas e outros, chá de macela.
Cólicas de nenê: chá de funcho.
Fortificar pulmão e brônquios: chá de mastruço, poejo e malva.
Contra tuberculose: chá de agrião.
Insônia: chá de alface ou de folhas de maracujá. Ou, colocar sob o travesseiro sete folhas de “dormideira” para ter um sono tranquilo.
Losna: Eficaz para problemas digestivos, pouco apreciada por ser muito amarga. Mães que amamentam não devem fazer uso desta planta pois azeda o leite. Para dor de estomago, macerar folhas de losna, deixar em infusão por alguns minutos e toma ainda morno.

Arnica – cicatrizante poderoso, alivia dores nas articulações e equimoses.
Malva – desinfetante, analgésico
Agua de linhaça: para recompor a flora intestinal.
Para problemas do fígado: chá de boldo, carqueja ou jurubeba e também chá de sabugueiro, que ajuda a “brotar” o sarampo
Problemas renais: chá de barba de milho e quebra pedra ou de talos de salsa.
Asma remédios caseiros e simpatias: Para curar asma fazer uma infusão com um punhado de flores de mamão macho, dois pedaços de canela e três folhas de laranjeira. Adoçar com mel  puro e tomar uma colher três vezes a o dia .

Uma simpatia muito conhecida é a de fazer a criança doente cuspir na boca de um peixe vivo e joga-lo na água novamente. A criança jamais deve comer desta espécie de peixe. Outra é dar para a criança tomar três colheres de leite de vaca preta por três sextas-feiras seguidas, em jejum, sem interromper.


Fonte: blog do Rogério Bastos

Marcadores: ,
[facebook][blogger]

Italo Dorneles

{picture#https://scontent.fcwb2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20031980_1559156280771539_4826566830380784332_n.jpg?_nc_cat=0&oh=31056e35fc0ba042b61a3b826bd6d603&oe=5BD0DC01} O editor Ítalo Oliveira Dorneles é gaúcho, natural de Canguçu e hoje residente e domiciliado em Arroio Grande. Advogado, atua nas mais diversas áreas do Direito. Apaixonado pela cultura gaúcha, já participou (como integrante e ensaiador) de diversos grupos de danças e também participou de festivais de declamação. Desde 2008 edita, administra e mantém o PROSA GALPONEIRA. {facebook#https://www.facebook.com/italo.dorneles} {twitter#http://twitter.com/italodornelesrs} {google#https://plus.google.com/+ÍtaloDorneles} {youtube#http://www.youtube.com/c/%C3%8DtaloDorneles} {instagram#https://www.instagram.com/italodornelesrs}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.